.
4.5

Análise do jogo "Dragon Age: Origins" para PC escrito por Uol Jogos

Escrito por Uol Jogos, nota 4.5 de 5, enviado por Giordano Trabach,
A produtora BioWare é conhecida por seus premiados RPGs de ficção científica, como o clássico "Knights of the Old Republic" ou o mais recente "Mass Effect". "Dragon Age: Origins" carrega o DNA da produtora, mas passa longe de viagens espaciais, teoremas de física quântica ou mesmo sabres de luz. O novo lançamento da BioWare investe no reino da fantasia medieval, um território perigoso, consagrado pelo cinema, literatura, RPGs de lápis e papel e mesmo por games como "Baldur's Gate II", um grande sucesso da própria BioWare nos anos 90. A influência desse jogo no desenvolvimento de "Dragon Age: Origins" é tamanha que seus criadores admitem abertamente: "'Origins' é o sucessor de 'Baldur's Gate II'". Diferente do antepassado, "Dragon Age" não segue fielmente o sistema de regras dos livros "Dungeons & Dragons", mas adapta os conceitos clássicos para gerar sistemas de combate, magia e evolução de personagens apropriados para os dias atuais. [t2]??pico de espada e magia[/t2] A trama básica envolve uma guerra entre a ordem de cavaleiros Grey Wardens e os malignos Darkspawns, uma ameaça capaz de unir humanos, elfos e anões na luta pela sobrevivência. Dependendo do personagem criado pelo jogador, há uma aventura inicial diferente e o passado e as escolhas do jogador influenciam os eventos seguintes. O mundo criado pela BioWare para "Dragon Age: Origins" é vasto, complexo e verossímil, com criaturas fantásticas e, ainda assim, realistas, que convencem o jogador de sua presença e do perigo que representam. O mesmo vale para os cenários, que remontam épocas mais antigas, com camadas de cidade sobrepostas umas as outras. Cada ruína, floresta e masmorra conta uma história visual com uma riqueza de detalhes digna das obras de J.R.R. Tolkien. A trilha sonora é envolvente, e junto do excelente trabalho de dublagem, completa a experiência. A aventura de "Dragon Age" começa na criação do personagem, com a escolha de sua raça: humano, elfo ou anão; a classe básica: guerreiro, mago ou ladrão; e sua origem. Também se deve distribuir pontos em atributos, habilidades e talentos. Conforme o personagem evolui, essas características são aprimoradas e também há novos armamentos, armaduras e outros itens, como poções, armadilhas, venenos, entre outros. O sistema de combate privilegia a tática em detrimento de simplesmente correr para cima dos inimigos sacudindo a espada. ?? possível pausar a ação durante o combate para distribuir ordens para o grupo de aventureiros, determinando assim quais poderes utilizar, que inimigo atacar ou para onde o arqueiro deve correr, por exemplo. Em "Dragon Age: Origins", desníveis de terreno fazem diferença, assim como o tipo de arma que o personagem está usando - atacar com um arco quando o inimigo está cara a cara com você não é uma boa idéia, exceto depois de alguns níveis, quando, com o talento certo, o jogador se sentirá tão habilidoso o próprio Legolas, o famoso elfo de "Senhor dos Anéis". A câmera pode ser ajustada para diferentes ângulos, o que é muito útil nos combates, para determinar a posição do grupo e dos inimigos. Trocar de personagem e utilizar itens de cura, mesmo na barra de acesso rápido, nem sempre é fácil e alguns heróis podem tombar no campo de batalha. Contando que um membro do grupo sobreviva, os demais se levantam para lutar novamente, ao fim do combate, mas não sem seqüelas, que vem na forma de penalidades em atributos e devem ser tratadas nas cidades. A adaptação do jogo para os consoles PS3 e Xbox 360 é muito bem feita, com pequenas diferenças em relação à versão para computador. O sistema de controle desenvolvido pela BioWare consegue burlar a limitação imposta pelos joystiqs e durante o jogo, a câmera fica mais próxima dos heróis, como em "Mass Effect". Porém, é preciso admitir, "Dragon Age: Origins" pede por um PC. A experiência de jogo foi pensada para o uso do mouse e teclado. Para manter o frescor da aventura por mais tempo, a BioWare incluiu em "Dragon Age: Origins" itens, personagens e missões adicionais para download. [t2]Considerações[/t2] "Dragon Age: Origins" é uma obra que faz jus à tradição de grandes épicos da BioWare. Tem uma trama envolvente, centenas de alternativas para explorar e todo o apelo dos clássicos da fantasia medieval, com o mérito de ser uma obra original, familiar até certo ponto, mas que constantemente surpreende o jogador com sua abordagem única do fantástico.
Fonte: Uol Jogos
Giordano Trabach
Enviado por Giordano Trabach
Membro desde
23 anos, Espírito Santo
label