Análise - Momodora: Moonlit Farewell

Análise - Momodora: Moonlit Farewell

Junte-se a Momo, a Alta Sacerdotisa da vila de Koho no último capítulo da série Momodora
#Análises Publicado por Allan Kardec, em

Lançado em 11 de janeiro através da parceria da Bombservice novamente com a PLAYISM, Momodora: Moonlit Farewell é a culminação da saga Momodora, a adorável franquia de jogos metroidvania indie que conquistou o mundo. A franquia Momodora é uma criação de um brasileiro, Guilherme “Rdein” Martins, que com apoio de uma equipe talentosa deram vida a esta série.

Momodora: Moonlit Farewell é o ápice de todo o conhecimento que os desenvolvedores acumularam ao longo de tantos anos da série Momodora, então hoje darei minha opinião sobre o que esperar deste novo game e que promete ser o encerramento da franquia!

c3pRazRpMXpSbVk=

História e enredo

Momodora: Moonlit Farewell se passa cinco anos após os eventos de Momodora III, e você assume o papel de Momo Reinol, a Suma Sacerdotisa da vila de Koho, em sua missão divina é salvar seu povo da destruição iminente causada pelas hordas de demônios invocadas por um sinistro tocador de sinos.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy8xMDQvbW9tb2RvcmEtbW9vbmxpdC1mYXJld2VsbC0xMDM3NDkuanBn

Mesmo sendo o último game na linha do tempo, o jogo consegue te situar nos fatos principais da franquia sem que você precise ter jogado os games anteriores, uma ótima sacada para atrair tanto jogadores antigos quanto novos. Claro, se você tiver jogado encontrará personagens e elementos conhecidos para os fãs, e deixará uma pontinha de tristeza em saber que possivelmente este será sua última jornada nesta saga.

Exploração do Mapa

Durante sua jornada você deverá explorar o mapa e seus segredos, enquanto enfrenta os diversos inimigos e chefes espalhados por ele. Como um metroidvania clássico o game esconde diversos segredos: de passagens secretas, itens escondidos há rotas alternativas. O game foi desenhado de uma forma onde o mapa é todo interconectado, há sempre uma rota alternativa para você chegar ou sair, o que facilita muito na exploração e faz com que você não precise voltar por áreas já exploradas.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy8xMDQvbW9tb2RvcmEtbW9vbmxpdC1mYXJld2VsbC0xMDM3NTAuanBn

O mapa está sempre cheio de inimigos, e com o sistema de respawn automático, onde mudando de tela e voltando a anterior os inimigos retornam, você irá sempre enfrentar mais e mais inimigos, com exceção de chefes, este sistema deixa o game sempre movimentado e você deverá tomar cuidado pois sempre estará enfrentando algo, ainda mais em áreas mais difíceis, é recomendado que sempre salve o game o que é um dos fatores que mais faz você retornar por áreas já exploradas, já que há poucos locais de salvamento então você fica indo e vindo atrás deles.

Você também encontrará amigos e aliados que proporcionam diálogos interessantes e que adicionam explicações a história além de aprofundar no conhecimento do mundo em si.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy8xMDQvbW9tb2RvcmEtbW9vbmxpdC1mYXJld2VsbC0xMDM3NTMuanBn

Combate preciso e eficiente

O combate com os inimigos é bem preciso, simples mas funcional, não chega a inovar mas como os demais games da série vai exigir um bom timing e precisão. Cada inimigo têm padrões de ataque distintos, e você precisa aprender a esquivar, bloquear e contra-atacar com eficiência.

Slide https://static.gamevicio.com/imagens_up/big/104/momodora-moonlit-farewell-103752.jpg;;;https://static.gamevicio.com/imagens_up/big/104/momodora-moonlit-farewell-103754.jpg;;;https://static.gamevicio.com/imagens_up/big/104/momodora-moonlit-farewell-103756.jpg;;;https://static.gamevicio.com/imagens_up/big/104/momodora-moonlit-farewell-103759.jpg;;;https://static.gamevicio.com/imagens_up/big/104/momodora-moonlit-farewell-103760.jpg

As lutas com chefes na saga Momodora são famosas por sua dificuldade, cada um tem seus próprios padrões de ataque complexos e requer estratégias específicas para derrotá-los. Dependendo do nível de dificuldade que você jogar, a luta contra os chefes pode ser uma verdadeira prova de habilidade e paciência, mas o game não chega a ser um "soulslike" muito menos um "hack ‘n’ slash 2D" e sim um meio termo bem equilibrado e balanceado: não é tão difícil nem tão rápido mas o jogador precisará de precisão e conhecimento das habilidades para superar os desafios.

Itens e habilidades

Aqui não há muita inovação, os itens do game se mantém iguais ao seu antecessor Momodora: Reverie Under the Moonlight, você coleta frutos que melhoram suas habilidades de força, vida, magia e recuperação do fôlego, com isso conseguirá derrotar mais facilmente os inimigos.

A inovação fica mesmo na nova mecânica de "Sinetes", espécies de cartas que você encontra ao explorar o mapa ou comprando, e que liberam melhorias de habilidades ou habilidades de suporte, você pode selecionar 1 Sinite inicialmente mas com o passar do game, encontrando o item certo, você poderá utilizar até 5 ao mesmo tempo. Em suma, os Sinetes são uma mão na roda e melhoram bastante sua habilidade de combate e sobrevivência.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy8xMDQvbW9tb2RvcmEtbW9vbmxpdC1mYXJld2VsbC0xMDM3NDcuanBn

Há também novas habilidades que serão desbloqueadas em momentos chaves da história, que permitirão que você explore melhor o mapa e também enfrente inimigos cada vez mais difíceis.

Arte e Ambientação

Sou extremamente suspeito para dizer sobre este tema em games indies em pixel arte. Mas o game é belíssimo!

Momodora: Moonlit Farewell conseguiu melhorar fantasticamente o que já era bom! A arte deste game superou muito seu antecessor e mostra o carinho e dedicação empenhado em seu desenvolvimento. Lembrando que estamos falando de um game indie com uma equipe minúscula!

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy8xMDQvbW9tb2RvcmEtbW9vbmxpdC1mYXJld2VsbC0xMDM3NTEuanBn

As regiões dos mapas são muito bem detalhadas com elementos e características distintas em cada uma. Se você parar somente para curtir o que fizeram, notará efeitos climáticos e pequenos detalhes colocados apenas para embelezar o ambiente.

Os movimentos e habilidades também ganharam uma boa atenção, com combates muito fluidos e sprites extremamente detalhados, o que deixa tudo muito bonito de se ver e acompanhar.

Outro ponto alto é a musica que embala bem o jogo, sendo dinâmica e agradável consegue dar o clima perfeito a cada situação que você se encontra.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy8xMDQvbW9tb2RvcmEtbW9vbmxpdC1mYXJld2VsbC0xMDM3NTguanBn

O jogo realmente expande o mundo de Momodora e dá aquela vontadezinha de jogar novamente seus anteriores para curtir por mais tempo a jornada e ver a evolução ganha a cada novo game jogado.

Nem tudo são flores

Bom como sempre nem tudo é 100% podemos mencionar que nos desagrada! Achei o game relativamente rápido e consideravelmente mais fácil que os anteriores. Com 8 horas e meia de gameplay consegui finalizar a história com 107%, sabendo que ainda há mais para achar no game, e me lembro bem de passar dias e dias em Momodora: RUtM até me adaptar com sua dificuldade, não que a dificuldade deste desagrade tanto, mas pela comparação ao game anterior esperava algo mais desafiador.

Agora se um fato realmente desagradou foi o screen tearing, comigo o fundo do mapa ficou pulando, parecendo que havia falta de quadros entre uma animação e outra durante o ato de correr de um lado para o outro da tela. Não ocorre frequentemente, mas quando começa não para até você reiniciar o game. É algo que ocorre somente no fundo do mapa quando você se movimenta de um lado para outro, e é chato pois perde a fluidez mesmo sendo nítido que não afeta a personagem nem os inimigos, mas nada que algum update futuro possa resolver.

Há também um bug especifico que ocorre com um verme que salta na tela e ele simplesmente morre no ar e fica lá no meio do caminho! E você tem que saltar sobre ele para não ser travado nem perder vida, mesmo com ele lá parado sem que você consiga o acertar.

Mas no geral o game é bem redondinho e não apresenta muitos bugs que possam travar sua jogatina ou fazer com que o game perca seu brilho.

Considerações

Momodora: Moonlit Farewell chegou com o ardo trabalho de superar seu antecessor Momodora: Reverie Under the Moonlight e realmente, consegue expandir a história e ainda dar um final extremamente decente para a saga. O game melhora em gráficos, combate e ainda adiciona a mecânica de "Sinetes" que realmente é uma adição muito boa ao jogo.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy8xMDQvbW9tb2RvcmEtbW9vbmxpdC1mYXJld2VsbC0xMDM3NjEuanBn

Recomendo fortemente aos fãs de metroidvania que experimentem Momodora: Moonlit Farewell e também os demais games da franquia. Os primeiros games estão disponível no Itch.io do desenvolvedor, enquanto Momodora: Reverie Under the Moonlight está disponível para PC via Steam, PlayStation 4 e Xbox One.

Se gostou da análise, ou já tenha jogado o game, ou algum da franquia deixe seu comentário!

Momodora: Moonlit Farewell já está disponível para PC via Steam.

SteamaHR0cHM6Ly9zdG9yZS5zdGVhbXBvd2VyZWQuY29tL3dpZGdldC8xNzQ3NzYw

8.5
favorite
Nota
Game consegue dar um encerramento extremamente digno a uma incrível saga!
Prós
  1. Belíssima arte e ambientação
  2. Musicas que embalam bem a ação e exploração
  3. Combate fluido e dinâmico
Contras
  1. Mais fácil do que esperava
  2. Screen tearing que faz a tela perder fluidez
  3. Pequenos bugs
Allan Kardec
Allan Kardec #okardec

Analista e Administrador de Sistema vulgo Programador

Amante de artes, com gostos peculiares e até duvidosos!

Sempre por aqui indicando um joguinho interessante ou desconhecido. Segue eu!

Administrador do Site, Luziânia, GO, Brasil
Publicações em Destaque
#Games, Por VSDias55,
#Games, Por VSDias55,
#Games, Por coca,
#Games, Por VSDias55,