.
5.7

Análise do jogo "Tomb Raider: Underworld" para PS2 escrito por

Escrito por , nota 5.7 de , enviado por Rodrigo Petraca,
A última aventura de Lara Croft para o PlayStation 2 (será?) chega com um certo atraso em comparação à versão de PS3. Tomb Raider: Underworld é a continuação direta de TB: Legends e dá prosseguimento ao resgate da mãe de Lara, que até então era dada como morta. Além disso, a arqueóloga também quer provar para todos que seu pai estava certo quando gritava aos quatro cantos que a lendária ilha de Avalon (terra onde Rei Arthur foi descansar após sua última batalha) realmente existe. Para alcançar tais objetivos, nossa brava exploradora visitará países distintos, como Tailândia e México, e também locais baseados na mitologia nórdica, como Valhalla e Helheim, em busca de sua verdade. Como você pode notar, Underworld tinha tudo para ser tão bom quanto a edição anterior, Anniversary, mas, infelizmente, peca em vários quesitos primários. A primeira reclamação vai para os controles imprecisos, um problema inaceitável em um jogo que exige movimentos milimetricamente calculados, e para o péssimo trabalho da câmera, que quase sempre esconde o cenário para dar destaque ao corpo escultural de Lara. Outro ponto negativo é a escassez de inimigos durante todo o game. Há fases em que você irá vagar por enormes saguões sem nada pra fazer. Pelo menos o visual é bom, com cenários bem detalhados e um ótimo trabalho de modelagem de personagens. A quantidade de animações criada para Lara também aumentou e não é difícil ver a heroína fazendo um movimento diferente, como se defender de uma labareda de fogo perto do rosto. [title]Um show de bugs[/title] Se os problemas relatados até agora não te desanimaram, saiba que Tomb Raider: Underworld é uma das versões (senão ???a??? versão) mais problemática lançada para PlayStation 2 no que diz respeito a erros de programação. Lara entra nas paredes após saltar, não se agarra em plataformas em que deveria se segurar e, de vez em quando, se engancha na parede de um modo que chega a ser até engraçado. Se você for acostumado com a franquia, acabará o jogo em poucas horas. Se esse não for o seu caso e você travar em alguma parte, basta pausar a partida e ler a dica (em inglês) para avançar. Os clássicos artefatos perdidos estão presentes, não se preocupe. Tomb Raider: Underworld é um game mediano, indicado apenas para os fãs que desejam conhecer o desfecho da história iniciada em TB: Legends.
Fonte:
Rodrigo Petraca
Enviado por Rodrigo Petraca
Membro desde
33 anos, Archipelago Fox - Shadow Moses
label