.
9

Análise do jogo "Mercenaries: Playground of Destruction" para PS2 escrito por GameVicio

Escrito por GameVicio, nota 9 de 10, enviado por Czarna Msza 666,
[title]Distopia, tiros, explosões, velocidade e muita adrenalina[/title] Mercenaries é um jogo de ação que combina elementos como combates militares em campo aberto com acesso à veículos (Tipico de jogos como battlefield) e exploração de cenários grandes e populosos em busca de tarefas (Típico de jogos como GTA). No game, o jogador escolhe um mercenário (São três opções) para controlar durante a aventura que se passa na Coréia do Norte em um futuro próximo aonde o filho do presidente coreano mata o pai para assumir o controle. Feito isso o povo daquele país começa a sofrer com os constantes abusos de poder vindos de seu ditador. Com a situação piorando cada vez mais, o país é invadido por quatro facções diferentes (China, Coréia do Sul, Aliados e Máfia Russa), cada uma com interesses diferentes. O jogador deve apanhar contratos com essas facções para progredir, às vezes as missões de uma facção interfere nos interesses de outra, causando diminuições na barra de confiança da facção prejudicada. [title]Jogabilidade[/title] Não há nada de novo nesta área, os controles são bem simples, se resumindo a ações básicas como: pular, se abaixar, atirar, mudar de armas, selecionar menus e outras ações do tipo. Existe um PDA que o mercenário usa para verificar o mapa, comprar armas, conferir os pontos de confiança das facções e rever mensagens com dicas. A única coisa que se destaca na jogabilidade é a já citada barra de confiança que, dependendo das ações do jogador, determina quais são as facções aliadas, neutras ou hostis. Essa simplicidade nos controles acaba sendo conveniente, pois funciona muito bem e deixa o jogo mais acessível aos iniciantes. No controle dos veículos, também não há muitas novidades, mas é muito divertido controlá-los devido a resisténcia dos veículos (Principalmente dos jipes), sendo possível destruir bloqueios de estrada, passar intacto por tiroteios violenteos, atravessar locais em chamas e muito mais. Outra possibilidade, um pouco mais inovadora, consiste em usar um veículo de uma determinada facção para se infiltrar em suas bases. Existe uma missão, por exemplo, em que o jogador deve carregar um caminhão do exército chinês com soldados russos e levá-los para dentro de um forte chinês, uma vez dentro, os soldados saem do caminhão e iniciam um confronto com os chineses. [title]Inteligência Artificial[/title] A inteligência artificial do game não chega a surpreender muito, mas faz um trabalho decente. Os personagens tem um campo de visão longo e são bem agressivos, algo que pode ser notado logo no início do game, ele tentam eliminar o jogador a qualquer custo, seja atirando, explodindo ou atropelando. Mesmo assim, existem alguns erros pois, enquanto alguns parecem radares, outros não conseguem perceber um helicóptero da facção inimiga pousando a cinco metros de distância! [title]Gráficos[/title] O jogo conta com um cenário impressionante (Ainda mais impressionante por causa do estilo do game que contém um cenário muito grande e aberto), muito detalhado. Além do cenário detalhado, há ótimos efeitos de luz, fogo e fumaça (Apenas os efeitos de água que ficaram ruins) que ajudam a enfeitar o ambiente, deixando o mesmo mais realista e lembrando ainda mais um confronto militar tão violento. Os personagens também merecem destaque, são muito bem feitos, com destaque para as roupas que carregam vários equipamentos e até alguns adornos como: óculos escuro, medalhas, toucas, penteados engraçados, granadas, cartuchos de muinição pendurados no cinto e outros. [title]Som[/title] O som do game também é muito bom. As dublagens ajudam a trazer carisma aos personagens, os efeitos sonoros de tiros, explosões e impactos são bem realistas. Apenas as músicas orquestradas que não possuem nada de especial. [title]Enredo[/title] Não chega a ser algo incrível, mas consegue fazer a sua parte. Como já foi descrito no início da análise, o enredo do game se trata de uma ficção distópica sobre uma Coréia do Norte dominada por um ditador corrupto, e depois várias facções invadem o país com a intenção de destronar o ditador, além de outros planos particulares de cada facção. O enredo fica interessante pelo realismo (A situação da Coréia do Norte real, é muito parecida com a situação apresentada no game, antes da invasão). [title]Conclusão[/title] Mercenaries não é um jogo muito inovador, mas é muito divertido devido ao grau de dificuldade mediano e a jogabilidade simples. Para os fãs de ação, o jogo é um prato cheio, pois é carregado com muitos tiroteios, perseguições e explosões. Devido à sua falta de inovações, Mercenaries não um clássico, mas, mesmo assim, é extremamente divertido.
Fonte: GameVicio
Czarna Msza 666
Enviado por Czarna Msza 666
Membro desde
23 anos, Porto Feliz - SP
label