.
6

Análise do jogo "Long Live the Queen" para PC escrito por GameVicio

Escrito por GameVicio, nota 6 de 10, enviado por Anônimo,
Visual Novels não é exatamente um gênero que se possa chamar popular. Afinal de contas, estamos falando de um gênero em que sua jogabilidade se resume a escolher várias alternativas em um ponto chave de uma história após geralmente ficar pelo menos 15 minutos ou mais lendo várias janelas de texto para contar a história. Long Live the Queen, criado pela Hanako Games em conjunção com Spiky Caterpillar, é um jogo que se encaixa neste gênero, entretanto, o jogo não é exatamente um Visual Novel no sentido mais puro da palavra. [img]hide:aHR0cHM6Ly9hbmltZWFuZ2VscmV2aWV3cy5maWxlcy53b3JkcHJlc3MuY29tLzIwMTUvMDEvbG9uZy1saXZlLXRoZS1xdWVlbi10aXRsZS5qcGc=[/img] A história do jogo é centrada em Elodie. Uma garota de 14 anos que, graças a morte de sua mãe, a Rainha do reino de Nova, é obrigada a abandonar sua vida normal e assumir o cargo de princesa até completar 15 anos em que ela será declarada rainha. Até aí nada demais, não fosse o fato de várias pessoas da realeza quererem usurpar a futura posição de rainha da garota nem que para isso seja preciso matá-la. O objetivo do jogo é simples: Sobreviver por 40 semanas até que ela faça seu aniversário de 15 anos. E você tem a liberdade de como ela irá se portar durante esse período. Quer que ela se comporte como uma típica princesinha de um desenho da Disney? Você pode fazer isso. Quer que Elodie seja uma rainha estratégica e que sabe tecer intrigas e mandar assassinos para eliminar seus possíveis oponentes? Você pode fazer isso. Quer que ela seja uma princesa autoritária e/ou sádica mandando qualquer um para a prisão ou ordenar execuções? Você também pode fazer isso. Para quem já jogou Cute Knight (também da Hanako Games) ou ainda a versão ocidental vazada de Princess Maker 2 (do Estúdio Gainax), LLtQ será extremamente familiar embora com certas mudanças drásticas em comparaçao aos dois jogos mencionados. O jogo é basicamente dividido em 3 partes: O quarto de Elodie em que você poderá checar seus atributos, humor, as aulas que ela irá ter durante a semana e trocar de roupa (que garantem bônus em uma determinada área de conhecimento dela); uma cena que contará a história do jogo e ocasionalmente você será forçado a fazer uma escolha durante o diálogo; e por fim, escolher em que parte do castelo você irá ficar durante o fim de semana o que irá afetar os atributos do humor da garota. [img]hide:aHR0cDovL2kxNC5waG90b2J1Y2tldC5jb20vYWxidW1zL2EzNDkvbG9jdXNjb3NlY2FudC9sbHRxLzYzLW91dGZpdC5wbmc=[/img] Falando em humor, este é um elemento vital caso queria maximizar as habilidades dela. Eoldie tem 4 atributos de humor opostos: raiva/medo, animada/depressiva, decidida/submissa e pressionada/solitária. Dependendo do atual estado emocional dela (que é determinada pela emoção mais forte dela seja positiva ou negativa), você terá bonus e penalidades em certas habilidades. E ao contrário do que você possa imaginar, nem sempre estado de humor negativo é ruim dependendo de como você quer que Elodie evolua: Por exemplo, caso o estado de Eolodie seja depressiva, ela ganhará bônus com habilidades que envolve animais. O mesmo não acontecerá se a emoção mais predominante nela for de raiva o que na verdade irá acarretar em penalidades com a mesma habilidade o que faz com que seus estudos rendam menos e fatalmente não havendo um único progresso. Saber gerenciar o que você quer que ela aprenda com o estado emocional dela é crucial se você espera ter sucesso no jogo. Ou pelo menos chegar longe. [img]hide:aHR0cHM6Ly9kcmFnb25lbGVneS5maWxlcy53b3JkcHJlc3MuY29tLzIwMTQvMDgvcXVlZW4tdGVzdC5qcGc=[/img] Durante a história, o jogo irá fazer várias checagens com seus atributos atuais contra o requerimento necessário de um certo atributo. Um exemplo disso é logo no começo em que o jogo faz uma checagem do atributo "Composure" para determinar se Elodie consegue ter sangue frio para não se assustar com uma cobra. Dependendo do sucesso ou fracasso deste teste, a história irá tomar um rumo diferente. Em outras vezes, ter sucesso durante uma checagem irá possibilitar fazer uma escolha e existe casos em que, caso você não tenha evoluido um certo atributo impossibilitando de fazer uma escolha, é morte certa. A trilha sonora do jogo não é nada demais, são basicamente composições de piano que se encaixa com o tema do jogo. Seus gráficos são simples e paradões. Não existe nenhuma cusctene animada no jogo e toda a ação é resumida em textos e um ou outro efeito especial simples. Vozes então nem se fala. [img]hide:aHR0cDovL2kuaW1ndXIuY29tL2czbXN5cW0ucG5n[/img] Long Live the Queen é um jogo bem de nicho. Não foi feito exatamente para aqueles que são fãs de jogos com muita ação e sim para aqueles que não se importam em ler muito. Mas é interessante como a história se desenrola devido as escolhas que você fez ou as situações que você conseguiu vencer graças a seus conhecimentos. E boa parte de suas ações tomadas terão consequências no futuro e muitas vezes essas consequências serão fatais. O jogo é curto: basta apenas um pouco menos de 1 hora para vencê-lo e caso consiga superar todas as adversidades e sagrar-se rainha, você irá presenciar um dos vários finais que ele oferece graças a sua maleabilidade no enredo. Para finalizar, Long Live the Queen é simples e embora sua apresentação seja 'seca', o jogo cumpre bem o seu papel como um visual novel com pitadas de RPG. Não é um jogo para todos, mas aos que conseguirem superar seus preconceitos e jogarem ele, encontrarão um jogo simples e divertido que fará com que você fique na expectativa de se tornar rainha, ou de ver qual será o desfecho trágico da princesa Elodie neste jogo de tronos. [img]hide:aHR0cHM6Ly8zMy5tZWRpYS50dW1ibHIuY29tLzczMWNkMWI0YmQ2MWRlMzRmYTE3YTY0ODM3ZmViNmVmL3R1bWJscl9pbmxpbmVfbjd5cDI1VU1NcDFzajgwOGEucG5n[/img]
Fonte: GameVicio
label