.
8.9

Análise do jogo "Indigo Prophecy - Fahrenheit" para PC escrito por GameVicio

Escrito por GameVicio, nota 8.9 de 10, enviado por GameVicio,
???...o mais próximo de um filme que um jogo já chegou??? O que você faria se cometesse um crime? As evidências não negam, foi realmente seu personagem quem matou um sujeito que nem conhecia... o motivo será buscado do princípio ao fim do jogo. [TITLE]Assassino ou vítima?[/TITLE] O jogador assume o papel de Lucas Kane, um homem sem motivos aparentes para cometer um homicídio. Durante a animação inicial, Lucas parece estar possuído e esfaqueia outro homem no banheiro de um restaurante. Assim que recobra a consciência, fica desorientado com o ocorrido, mas decide investigar e provar sua inocência. Então, o jogador deve esconder o corpo numa das cabines do banheiro, limpar o sangue, ajeitar sua própria roupa e deixar o local sem levantar muitas suspeitas. [TITLE]Um paranormal[/TITLE] Ao longo do jogo, você descobrirá que Lucas não é um sujeito que poderíamos enquadrar como ???comum???. Desde sua infância, ele pressente fatos e tenta evitar que eles aconteçam. São poucas fases abordando sua infância, no entanto, esclarecem muito sobre o presente e futuro de Lucas. [TITLE]Linearidade mantida[/TITLE] A proposta do jogo é ser não linear, porém não é bem isto que constatamos. Inicialmente você joga como Lucas Kane e comete passivamente o assassinato. Logo depois, Carla e Tyler ??? dois policiais ??? vêm investigar a cena do crime. O jogador pode alternar a qualquer momento o controle entre os personagens. Em algumas fases o jogador opta por qual personagem vai jogar no momento, o personagem está em uma área específica e terá de cumprir tarefas obrigatórias. Assim que a fase se encerra, o jogador automaticamente joga a fase do outro personagem, ou seja, as ações feitas anteriormente não influenciarão seu personagem atual e o número de fases é o mesmo. Apenas há uma pequena minúscula variação na ordem das fases. [TITLE]Saúde mental[/TITLE] O desempenho do jogador nas escolha das ações influenciará a saúde mental do personagem. Se a saúde mental chegar a um nível alarmante, será preciso jogar novamente. Controlar a saúde mental é bastante divertido e também força o jogador a explorar melhor o cenário e suas possibilidades; embora algumas explorações poderão prejudicar a saúde mental de seu personagem. Por exemplo, Lucas desperta pela manha, vai até a cozinha e toma um pouco de leite (saúde aumenta), vai pro banho (saúde aumenta), faz um curativo no braço (saúde aumenta), verifica o espelho do banheiro e tem uma alucinação (saúde reduz), volta para o quarto e vê a foto da ex-namorada (saúde reduz). As ações precisam ser bem pensadas para manter a saúde mental alta e não prejudicar fases futuras. [TITLE]Conquistando a ex-namorada[/TITLE] Um dos trechos que mais se destaca com relação ao nível de interação e influência nas decisões é quando Tiffany ??? a ex-namorada de Lucas ??? vem até o apartamento do protagonista pegar as coisas dela que ainda estavam com ele. A falta de jeito de ambas as partes é notada logo na primeira conversa quando Lucas vai atender a porta. Após uma pequena conversa, você pode oferecer uma bebida para deixar a garota mais a vontade. Depois deve buscar duas caixas com os pertences dela. A conversa seguinte tem vários desfechos e opções: você pode ser honesto com ela dizendo que não a esqueceu isto abrirá um tímido sorriso na garota; se você forçar o beijo, ela o rejeitará e vai embora; se você não for machista, ela pedirá para tocar uma música em nome dos velhos tempos ??? toque a música e depois a beije, assim farão as pazes. [TITLE]Jogabilidade[/TITLE] A câmera apresenta bons ângulos que facilitam a movimentação do personagem. Os controles respondem, apenas é um pouco incômodo quando você controle Lucas na infância. As opções disponíveis no local como conversar com um personagem ou interagir com objetos são exibidas no alto da tela e o movimento que o mouse realiza define qual a ação será efetuada. O movimento do mouse pode ser um semi-círculo ou formar o que parece ser uma letra ???G???, entre outros. Durante certas animações interativas e ações especiais (como o tocar da guitarra para a namorada) requerem que uma combinação seja realizada. Dois anéis, cada um com quatro partes surgem translucidamente na tela; a parte que se iluminar indica as teclas a serem pressionadas respeitando a ordem. O jogador precisará tentar novamente se errar algumas vezes. Os anéis são exaustivamente usados no jogo ??? sob controle de Lucas ??? e deveriam ser evitados em algumas cut-scenes onde o jogador poderia prestar mais atenção na cena do que nas combinações de anéis. [TITLE]Gráficos[/TITLE] A engine é bem leve e as fases são carregadas em poucos segundos. A equipe de desenvolvimento esteve bastante preocupada com as expressões faciais que deveriam trazer com precisão o que o personagem sentia até com um simples olhar. A fluidez dos movimentos cativou bastante; é difícil saber quando se está jogando ou rodando um trecho da animação. Porém a textura da pele dos personagens mostrou-se artificial perante a qualidade gráfica vista em outros jogos. [TITLE]Som[/TITLE] No apartamento de Lucas, você pode interagir com o mini-system e ouvir algumas músicas da banda Theory of a dead man (entre outras), com destaque à música Santa Monica. O som ambiente é muito agradável e comporta-se muito bem com a dublagem dos personagens. A Atari BR pecou muito em não trazer este jogo com dublagens em português ??? ficaria perfeita a história. [TITLE]Conclusão[/TITLE] Um excelente jogo, adventures deste tipo não víamos já faz um bom tempo. A intuitiva mecânica do jogo atrai novos jogadores. As seqüências de ações podem ser tornar monótonas rapidamente e o jogo mostrou-se bastante curto, todavia você deverá querer joga-lo mais de uma vez e descobrir alternativas às ações que foram efetuadas anteriormente.
Fonte: GameVicio
GameVicio
Enviado por GameVicio
Membro desde
32 anos, Curitiba
label