.
3

Análise do jogo "Section 8" para PC escrito por Gamerview

Escrito por Gamerview, nota 3 de 5, enviado por Pamela Trabach,
[img]hide:aHR0cDovL3d3dy5nYW1lcnZpZXcuY29tLmJyL3NpdGUvd3AtCmNvbnRlbnQvdXBsb2Fkcy8yMDA5LzA5L2hlYWRlcl9zZWN0aW9uOC5qcGc=[/img] Games de guerra, tiro em primeira pessoa e ficção científica existem aos montes. Mas quando a mistura de temas é feita para se criar um novo tipo de game, ele tende a dar certo ou a dar muito errado. No caso de Section 8, a mistura entre batalhas por dominação de território e ficção científica felizmente deu certo. Não chega a ser brilhante, mas o game possui suas qualidades e deve agradar os jogadores que procuram por algo diferente. Section 8 foi concebido com foco no modo multiplayer, mas apresenta também um modo de campanha (Corde???s Story) bastante interessante. Este modo singleplayer é perfeito para introduzir o jogador às classes de soldados e à trama do game. Você é um soldado da 8ª Infantaria Armada (conhecida como Section 8) chamado Alex Corde, que tem como missão principal lutar contra o exército de Orion e defender mundos alienígenas. Sua primeira tarefa é investigar a falha na comunicação com a colônia de New Madri. Jogando como um soldado da classe Assault, seu primeiro objetivo é recuperar o controle de canhões antiaéreos. As classes e objetivos variam conforme cada fase da campanha. As classes se dividem em seis tipos: Assault, Engineer, Infiltrator, Recon, Guardian e Artillery. Cada classe possui suas próprias habilidades e armas, se diferenciando em cada time (Section 8 e Arm of Orion). Apesar da pouca variedade de armas, o game conta com um sistema de compra de equipamentos bem interessantes. No modo de campanha, estes equipamentos ficam acessíveis conforme os objetivos. No multiplayer, o sistema funciona na base de dinheiro (semelhante ao esquema do Counter-Strike). Conforme você vai juntando dólares, você poderá comprar turrets (são três tipos: metralhadora, lança-mísseis e antiaéreos), robô Meca, tanque, estações de suprimentos (que recarregam sua armadura, munição e saúde) e detectores de atividade inimiga. Estes equipamentos oferecem uma excelente estratégia às partidas. Outra coisa interessante em Section 8 é a armadura que os soldados usam. Ela possui um escudo protetor e é equipada com um jetpack, que permite sobrevoar por um determinado tempo. Além disso, ela permite correr em alta velocidade, ajudando a fugir de tiros e alcançar áreas distantes do mapa. Quanto ao escudo, ele garante que você não morra ao pousar no campo de combate, caso haja inimigos por perto, e adiciona maior desafio às batalhas. Ou seja, conforme você toma tiros, o escudo diminui até zerar, sendo que somente assim você perde sua energia. Isso se você não levar tiro de bazuca ou uma facada pelas costas, claro. Tanto no modo de campanha como no multiplayer, você começa a partida sendo ejetado de uma nave mãe. Você voa como uma bala em direção ao território do mapa, podendo brecar o processo para se deslocar para uma determinada área. Se você errar o momento de brecar, o impacto no chão será maior, fazendo você perder o escudo e alguns segundos do seu tempo. Se morrer, o processo se repete. O interessante aqui é a liberdade de ???nascer??? em qualquer área de mapa, sem restrições. Mas se você der uma de espertinho e tentar pousar em área inimiga (marcada no mapa), será morto pelos canhões antiaéreos antes mesmo de chegar ao solo. Mesmo fazendo uso da Unreal Engine 3, o visual do game não fará nenhum queixo cair. O que não significa que o jogo seja competente. Uma vez que o modo multiplayer suporta 32 jogadores online - e 40 jogadores na versão de PC - é de se imaginar que os produtores da TimeGate fizeram o máximo possível para equilibrar o jogo e seu visual para evitar possíveis quedas de frames. E não só fizeram estas adaptações com maestria como criaram excelentes efeitos sonoros de ambientação, que dão um realismo extra às batalhas. No geral, Section 8 entrega uma ótima experiência singleplayer e multiplayer. A campanha Corde???s Story empolga e oferece desafios e uma boa variedade de objetivos para completar. O modo principal, o multiplayer, diverte e se mostra estrategicamente equilibrado. Porém, em meio a tantos jogos do gênero, Section 8 talvez não chame muito a atenção. Mas de maneira alguma deixa de ser um bom game. [t1]Prós:[/t1] As habilidades da armadura Sistema de compra de equipamentos Andar no robô Meca ??timo modo de campanha Excelente jogabilidade A mira automática temporária ajuda bastante Trilha e efeitos sonoros de qualidade [t1]Contras:[/t1] Bots não muito espertos Ao correr rápido, é difícil de parar No Xbox 360, os achievements são bem difíceis
Fonte: Gamerview
Pamela Trabach
Enviado por Pamela Trabach
Membro desde
30 anos, Viana - ES
label