.
10

Análise do jogo "Grand Theft Auto IV" para PS3 escrito por Tecmundo Games

Escrito por Tecmundo Games, nota 10 de 100, enviado por Giordano Trabach,
O mundo dos games agora está dividido em Antes de GTA IV e Depois de GTA IV: viva o sonho americano com o croata Niko Bellic! No meio dos anos 90, nascia uma série de jogos que chegaria para marcar o mundo dos games definitivamente: Grand Thef Auto, lançado originalmente para o Playstation, ganhou depois uma versão para PC, que hoje pode ser baixada gratuitamente. O jogo contava com gráficos bastante simples, em duas dimensões utilizando a famosa visão "over-the-top" (visão de cima), porém marcou os jogadores por habilitar o roubo de qualquer veículo visível, bem como matar qualquer pedestre sem esquecer, é claro, suas missões politicamente incorretas. O sucesso garantiu seqüência e algumas expansões, mas GTA II não inovava tanto, apesar dos gráficos um pouco melhores. Foi apenas em GTA III que a série explodiu em sucesso, com gráficos completamente tridimensionais e visão em terceira pessoa. Além de um mundo aberto nunca antes visto no mundo dos jogos, o game permitia que o jogador roubasse qualquer veículo que fosse encontrado, possuindo um número impressionante de missões e missões secundárias, bem como uma cidade gigantesca e muitas armas para variar o cardápio de matanças durante as horas de jogatina. Depois de todo o sucesso de GTA III, foi a vez de outros games maravilhosos: GTA: Vice City, que usava uma engine similar à de GTA III, porém com algumas modificações, e GTA: San Andreas, que impressionou críticos do mundo todo por seu alto nível de interatividade, porém, toda a interatividade de San Andreas não chega nem mesmo aos pés de GTA IV. [t1]Viva o Sonho Americano[/t1] Perseguições com helicópteros, barcos, motos e carros! Niko Bellic é um croata que chega a Liberty City em busca de realizar o sonho americano, que seu primo, Roman, garante ter atingido: dinheiro, carros, mansões e mulheres com grandes seios! a América parece o continente perfeito para uma nova vida! Como Niko está sendo perseguido por um homem com muitos contatos em seu país, o croata foge para viver com seu primo, Roman, na bela e envolvente Liberty City, uma cidade onde todos os sonhos são realizados. Porém, quando Niko chega aos EUA, descobre que nem todos os sonhos de Roman foram realizados. Para falar a verdade, nenhum deles foi concretizado: seu primo vive num apartamento minúsculo e sujo, repleto de baratas, tem um carro caindo aos pedaços e anda devendo até as calças para os agiotas locais. Uma cidade viva com pedestres quase reais.A decepção de Niko é enorme, porém sua única escolha é ajudar seu primo a manter-se vivo, defendendo-o de todos os agiotas que vão atrás dele. Aos poucos Niko começa a caminhar por contra própria em Liberty City, e seus contatos vão passando além de Roman. A primeira amizade que Niko faz é com Michelle, uma bela garota do meio-oeste norte-americano, que também não tem amigos em Liberty City. Ambos começam a sair juntos e logo começam um namoro. Vlad e Little Jacob são os outros personagens que entram na vida do croata rapidamente. [t1]Liberty City já não é mais a mesma[/t1] Apesar dos personagens serem totalmente novos na série, a cidade já é muito conhecida dos fãs de Grand Theft Auto: Liberty City está presente em dois jogos, sendo que sua primeira aparição foi em GTA III, e logo foi revisitada em Grand Theft Auto: Liberty City Stories. Entretanto, a cidade mudou completamente em GTA IV. Nos outros dois jogos da série, Liberty City tinha uma aparência similar à de Nova York, com bairros de nomes parecidos e arquitetura similar, porém em GTA IV toda a estrutura da cidade foi modificada para ficar ainda mais semelhante com a cidade que nunca dorme. Além de ganhar prédios semelhantes aos mais famosos da ???Big Apple???, como o Empire State Building, além de pontos turísticos como a clássica Estátua da Liberdade, que teve o rosto modificado no melhor estilo do humor Rockstar. O Central Park Está muito mais detalhado na nova Liberty City. Como se não bastasse, a cidade cresceu em tamanho e detalhes, e se antes viajar por Liberty City já era uma tarefa longa, agora a jogatina ficará ainda maior devido às horas que o jogador gastará passando de um ponto ao outro da cidade. Entretanto isso não é, em hipótese alguma, um ponto negativo. A liberdade de navegar por toda a cidade, parando para uma visita à lan-house, para assistir a um show, ir com seu primo Roman no clube de Strip-tease ou levar Michelle, sua namorada, para uma noite no bar, para jogar boliche ou bilhar é simplesmente emocionante! [t1]Gráficos excepcionais![/t1] A qualidade gráfica do jogo é simplesmente impressionante: o visual gráfico nunca foi o aspecto mais forte de GTA, que sempre focou em um visual menos realista usando um estilo cartunizado. O motivo é simples: a tecnologia de mundo aberto utiliza muito processamento e memória, e caso as texturas e modelagem fossem muito mais complexos, nenhum console e apenas as melhores placas de vídeo do mercado suportariam o game. Porém, em GTA IV, apesar deNiko atira a concorrência do prédio mais alto de Liberty City. manter o estilo catoon, os gráficos foram consideravelmente aperfeiçoados. A RAGE (sigla para Rockstar Advanced Game Engine, ou motor de jogo avançado Rockstar), mostra todo seu potencial no jogo, com efeitos como neblina, desfoque e iluminação que tiram o fôlego até mesmo dos mais exigentes. No caso do PS3 o jogo possui um serrilhado bastante incômodo, porém esse detalhe, que já é considerado comum nos games do console, não foi capaz de tirar nota dos gráficos de um dos games mais bem constituídos de todos os tempos. O motivo? Levando em consideração o tamanho do mapa de Liberty City e o detalhamento de cada rua, que conta com personagens de comportamento singular, o serrilhado torna-se praticamente invisível diante da beleza gráfica e lógica presenciada pelo jogador. Usando a engine Euphoria para controlar a física, o jogo apresenta uma das respostas mais impressionantes que o mundo dos games já viu a batidas e outras ações físicas. Quando o jogador acerta o carro contra algum obstáculo fixo em alta velocidade, por exemplo, Niko é atirado pelo pára-brisa. Se o personagem pula de um veículo em movimento, rola no chão com muito realismo, como se aquele movimento tivesse sido filmado. [t1]Role e proteja-se! A polícia está chegando[/t1] Há quase dois anos atrás, um jogo impressionava os donos de Xbox 360 e, posteriormente, de PCs, por seu sistema de cobertura: Gears of War marcou o mundo dos games com a forma impressionante com que Marcus Fenix e seus aliados combatiam agarrados a paredes e outros obstáculos. De lá para cá, os jogos que se prezam passaram a utilizar a mesma tecnologia: exemplos claros desse uso são Uncharted: Drake???s Fortune e Mass Effect.Perseguições excitantes também no completíssimo multiplayer online. GTA IV não poderia ficar sem esse sistema, que é ativado através do botão R1, no caso do PS3. Se Niko está muito longe do veículo ou obstáculo que será utilizado, o personagem rola no chão para aproximar-se e então se protege. Uma vez protegido, Niko pode atirar sem mirar ou o jogador pode pressionar L2, e então a mira automática selecionará um personagem, mas somente ao pressionar o botão de tiro Niko sairá de sua cobertura ??? com a mira bem posicionada ??? e atirará no adversário. O resto do sistema de combate sofreu poucas modificações em relação aos outros Grand Theft Auto: a mira continua disponível, e talvez o que mais chame atenção no combate desarmado é que agora existem três botões diferentes de golpes. O círculo representa o soco principal, o triângulo representa o soco secundário e o quadrado é utilizado exclusivamente para chutes. Nos outros jogos da série, o usuário pressionava apenas um botão, e a seqüência de golpes era automática. Isso dá mais versatilidade ao combate, que agora fica interessante mesmo sem armas de fogo. Para fugir da polícia, que está muito mais inteligente e, no caso de uma briga entre você e uma gangue, irá atacar ambos os lados, ao contrário dos outros jogos da série, existem duas opções: além do clássico Pay???n???Spray, presente na série desde GTA III, também é possível distanciar-se dos policiais. Ao sair de dentro do círculo piscando no radar e manter-se fora dele durante um certo tempo, a polícia desiste da caçada. As forças armadas contam com as mesmas linhas de sempre: polícia local, federais e forças especiais. Seus veículos disponíveis vão desde policiais fazendo ronda a pé pela cidade até helicópteros e barcos, passando por veículos de grande porte blindados. [t1]Um dos melhores jogos da história[/t1] O jogo representa, sem dúvida alguma, o ideal de perfeição para os games de nova geração: o sistema de combate possui uma boa complexidade, contando com 3 botões de golpes, porém se o jogador ainda não familiarizou-se com a troca de botões, pode lutar apenas com um deles. GTA IV é sem dúvida o game mais explosivo dos últimos anos! Os gráficos são simplesmente excepcionais, num dos trabalhos mais complexos que os games já viram. A experiência como um todo leva o jogador a um nível jamais experimentado antes, e é por isso que dizemos que, sem dúvida alguma, Grand Theft Auto IV é um dos melhores jogos de todos os tempos, e deverá redefinir os conceitos sobre videogame daqui em diante. [t2]Prós:[/t2] A jogabilidade é, ao mesmo tempo, simples e complexa, atingindo plenamente tanto jogadores iniciantes como gamers experientes. Os gráficos são emocionantes, com texturas incríveis, modelagem excelente e com uma das engines de física mais realistas que o mundo dos games já viu. O sotaque croata de Niko Bellic dá um toque completamente novo no jogo. A interação, que já atingira um nível inacreditável em GTA San Andreas, redefine a história dos videogames em GTA IV. A trilha sonora é, como sempre, impecável, com opções para todo tipo de jogador: desde Soviet Connection ??? uma espécie de rap croata que é a música tema do jogo ??? até música clássica, passando por reggae, rock, e muitas outras estações de rádio. Muitas ações são realizadas pelo celular, que agora permite ao jogador contatar parceiros, bem como sua namorada (sim, você tem uma namorada), além de convidar seu primo para bares, clubes de striptease, boliche e muito mais. Além disso, a longevidade já conhecida da série ganha um horizonte ainda maior com as novas possibilidades. [t2]Contras:[/t2] O sensor de movimento Sixaxis, do controle do PS3, apresenta sensibilidade terrível, mas nada que atrapalhe a jogabilidade, já que o sistema pode ser habilitado e desabilitado a qualquer momento. O serrilhado incomoda um pouco, porém, a qualidade gráfica é tanta que os pequenos serrilhados são facilmente desconsiderados.
Fonte: Tecmundo Games
Giordano Trabach
Enviado por Giordano Trabach
Membro desde
23 anos, Espírito Santo
label