.
9.1

Análise do jogo "Burnout Paradise" para X360 escrito por Tecmundo Games

Escrito por Tecmundo Games, nota 9.1 de 100, enviado por Giordano Trabach,
Com um racha em cada esquina, Burnout Paradise fará você queimar mais pneus do que nunca! O mundo dos games envolve dois aspectos muito importantes: imaginação e liberdade. Ambos são dois dos principais pretextos que um jogador utiliza para sentar em frente ao videogame e esquecer o mundo. A imaginação aguçada dos gamers os torna muito mais hábeis para lidar com situações complexas em pouco tempo e os jogos concedem a eles a liberdade de realizar ações impossíveis ??? ou no mínimo improváveis ??? no mundo físico. Dentre essas experiências únicas, estão as corridas automotivas. Os jogos de corridas contam com uma variedade impressionante de gêneros, que são divididos primariamente entre jogos arcade e simulador. Burnout é um game do estilo arcade, onde seu objetivo é realizar manobras ferozes e vencer a qualquer custo, destruindo o carro de seus adversários e tomando muito cuidado para que não aconteça o mesmo com você. O primeiro título da série foi Burnout, lançado em novembro de 2001 para o Playstation 2, e contava com apenas um modo, onde os jogadores corriam em circuitos fechados, objetivando destruir seus adversários ou jogá-los para fora da pista de corrida. O sucesso do título permitiu a chegada de Burnout 2, uma continuação que não possuía grandes novidades, a não ser um modo perseguição, onde o jogador devia fugir da polícia ou ainda ser ela. Com o tempo, a série foi ganhando mais e mais títulos, e cada um deles agregava novos aspectos ao jogo. Atualmente, a franquia Burnout conta com 7 jogos diferentes espalhados por diversas plataformas, entre elas os portáteis PSP e NDS. Burnout Paradise é o primeiro a contar com a tecnologia Free Roaming, onde o jogador pode percorrer toda a cidade e escolher o evento desejado diretamente no mapa (como nas séries Need For Speed e GTA). [t1]Um evento em cada semáforo![/t1] Não é força de expressão! Sempre que você vir um semáforo em Paradise City, pode estar certo que ali haverá um evento diferente para você se arriscar. São 120 eventos nos 120 semáforos da cidade. O jogo conta com 4 eventos principais: Race: uma corrida de um ponto a outro do mapa, onde o jogador deve destruir seus adversários. Road Rage: aqui sua missão é destruir o maior número de adversários possíveis antes que eles o destruam ou que o tempo se esgote. Marked Man: em Marked Man, seu carro é perseguido por diversos carros ??? todos eles pretos ??? e deve sobreviver até chegar ao destino, enquanto estes tentam destruí-lo a todo custo. Stunt: evento onde seu objetivo é realizar manobras perigosas, como saltos e outras, somando o maior número de pontos possível. [Muitos modos para destruir os adversários.] Além destes 4 modos, o Burnout Route é um modo especial, disponível durante todo o jogo. Esse modo está espalhado por toda cidade, entretanto cada um de seus eventos permite a participação de um só modelo de carro. Dessa forma, é necessário portar o carro correto ??? entre os 75 disponíveis no jogo todo ??? para competir no evento. Em Burnout Route, você deve chegar ao ponto marcado no mapa em um tempo pré-determinado, que varia de acordo com o carro e o tamanho do trajeto. Se você chegar dentro do tempo marcado, Ganha não só um ponto na licensa como um upgrade especial para o carro daquele Burning Route. Existem também diversos objetivos secundários, como encontrar todas as passagens secretas do jogo, destruir todos os outdoors com a marca Burnout, realizar todos os ???super jumps???, entre outras. Há também uma forma de adquirir carros novos durante o jogo: basta destruir todos os carros de corrida que encontrar passeando pelas ruas de Paradise City e o carro será guardado em seu ferro-velho (como é chamada a garagem do jogo). Tudo isso somado à liberdade de escolher o próximo evento percorrendo as ruas da cidade, enquanto conhece melhor os segredos de Paradise City, agrega muitas horas de diversão, ampliando muito a vida útil de Burnout. Como se não bastasse, Burnout conta também com um modo online muito envolvente e simples de ser jogado. [t1]Queime pneu online![/t1] Queime pneu também no modo online! O modo online de Burnout Paradise chama atenção desde o momento do login. Uma vez que o jogador esteja conectado à Xbox Live, basta pressionar o direcional direito do controle para um menu abrir. Nele, você poderá entrar em uma partida. Automaticamente os outros jogadores que estiverem conectados na mesma sala que você entrou aparecerão em seu mapa. ?? só isso! Não é necessário nem mesmo pausar o jogo para começar a competir online. Ao invés de corridas lineares contra jogadores de todos os cantos do mundo, o modo online Burnout Paradise permite que cada um dos até 8 corredores crie sua própria corrida e convide os adversários para competir. Além disso, existem 300 desafios diferentes que podem ser realizados coletiva ou individualmente. A liberdade do modo online amplifica muitas vezes o nível de diversão da experiência. [t1]Jogabilidade fluída e intuitiva[/t1] A jogabilidade de Burnout Paradise é simples, intuitiva e bastante prática. Não é necessário pensar para realizar as ações, e a existência de um freio de mão contribui muito para paradas bruscas ou para virar o carro repentinamente. Ativar o modo online, como já foi dito, é um grande atrativo do jogo, e talvez o principal problema de jogabilidade seja a ausência de um sistema de GPS que guie o jogador para um ponto desejado do mapa. Entretanto, o mini-mapa presente no canto da tela é de grande valia quando você deseja encontrar algum ponto específico do mapa. Voe alto e destrua o cenário! O mundo livre de Burnout Paradise apresenta um nível de interatividade quase único onde, caso você falhe em um evento, pode rapidamente entrar em outro mais próximo de você, sem precisar correr todo o percurso de volta e iniciar o mesmo evento. Isso é raro em jogos ???open world??? e representa uma das grandes vantagens de Burnout Paradise. O que deixa a desejar é o nível de dificuldade do jogo. Burnout Paradise não tem grande dificuldade, e serão raras as vezes em que o jogador perderá um evento, sendo que geralmente isso é ocasionado pela utilização de um carro não apropriado para aquele modo, como um carro de velocidade no modo Road Rage ou um carro de destruição no modo Stunt. [t1]Gráficos e áudio de tirar o fôlego[/t1] Não existe praticamente nada que possa ser criticado no visual gráfico deste título, sendo que o único contra é o tempo que o cenário leva para renderizar, tornando visível a formação de certos trechos do cenário, como prédios. Grades e outros detalhes semelhantes, entretanto como isso é bastante comum, não pode ser considerado algo que danifique a experiência. As texturas e iluminação do jogo foram concebidos com detalhes impressionantes, bem como a física, que apresenta resultados impressionantes na deformação dos veículos. Gráficos de tirar o fôlego. Visualmente, ambos os consoles (Playstation 3 e Xbox 360) têm a mesma qualidade, Entrentanto é a trilha sonora a única diferença entre os dois. Nela, o narrador dos outros títulos da série, DJ Atomika, está de volta. Alguns jogadores podem se dar bem com ele, enquanto outros ficarão irritados com a falação do personagem. Como não é possível desativar a voz do tal DJ, sua narração fica como um ponto que Burnout deixou a desejar. As músicas por sua vez, também podem não agradar a todos, mas são muito a cara do jogo e, no caso do Xbox 360, existe uma grande vantagem: os donos do console da Microsoft podem adicionar as músicas que bem entenderem à trilha sonora, já que o jogo oferece essa função. [t1]Pise fundo, Burnout Paradise é peça obrigatória na sua biblioteca de jogos![/t1] Se você é dono de um Xbox 360 ou Playstation 3 e gosta da série Burnout ou ainda de qualquer jogo de corrida no estilo arcade, Burnout Paradise é um título obrigatório na sua biblioteca. Com uma das experiências mais envolventes que ambos os consoles já viram em termos de corrida. A sua experiência com Burnout com certeza será muito gratificante e você não se arrependerá! [t2]Prós:[/t2] Variedade impressionante de eventos primários e secundários, que somada aos 75 carros do jogo oferece uma ampla variedade de escolhas disponíveis que aliadas ao modo online tornam a vida útil do game quase infinita. Os gráficos são muito bem desenvolvidos, desde a modelagem e texturas até iluminação e física, tudo foi feito a ponto de impressionar os jogadores. A trilha sonora condiz muito com o ritmo frenético do jogo, e a música Paradise City, do Guns'n'Roses encaixa-se perfeitamente como música-tema. A jogabilidade é fácil e completa, e o modo online, além de ser acessado quase instantaneamente, é uma excelente opção. [t2]Contras:[/t2] As batidas mais graves tornam-se um pouco irritantes depois de um tempo, os desenvolvedores deveriam ter inserido uma opção para pular a cena. A renderização do cenário é aparente, mas nada que seja muito prejudicial aos gráficos do jogo.
Fonte: Tecmundo Games
Giordano Trabach
Enviado por Giordano Trabach
Membro desde
23 anos, Espírito Santo
label