Review | Morbius: Eu sou VENOM

Review | Morbius: Eu sou VENOM

Confuso, acelerado e sem equilíbrio.
#Análises Publicado por ZeroJimmy, em

O cinema está recheado de filmes sobre personagens das HQs e isso é algo incrível. Começaram a ganhar forças nos anos 2000 e ainda hoje se mantém no topo e arrecadando cada vez mais.

Ao mesmo tempo em que vemos grandiosos filmes de super-heróis, vemos também filmes sobre vilões e até mesmo de anti-heróis. Com o sucesso recente de Homem-Aranha: Sem Volta para Casa, Venom e, mais recentemente, Morbius vem sendo criticado fortemente.

Vamos falar sobre Morbius e como o filme poderia ser muito melhor mas, peca de mais no que poderia ser facilmente feito de maneira simples.

Já no começo do filme, a cena de abertura é bem rápida e trás pouca informação sobre o que estamos vendo, seguindo um ritmo acelerado e pouco intuitivo, devemos usar os poucos detalhes para adivinhar o que esta acontecendo e ter noção melhor da historia. A apresentação do Vilão é dada como um Anti-herói, onde ele não é mocinho mas tem seu próprio vilão. Eu achei interessante, pois mostra claramente uma origem com motivos para nosso Morbius mas, a apresentação e totalmente fora de tom, tentando empurrar mais e mais informação de maneira com que quem esta assistindo, esqueça facilmente ou nem se importe muito com o que aconteceu.

Com o ritmo acelerado e as poucas informações, a historia acaba sendo caótica e confusa, com momentos bem sem sentido acontecendo em meio a efeitos estranhos e uma trilha sonora bem alta para tentar encobrir a falta de compasso do filme. Fiquei decepcionado com muitas cenas do filme onde poderiam ser refeitas, fazendo mais sentido e sendo menos exageradas, senti que o filme queria ser mais um filme de ação dos anos 2000, onde tudo tem que explodir, pegar fogo, ter musica alta ou cenas rápidas, sem tempo para que a pessoa entenda o que esta acontecendo na tela.

Eu não queria ficar falando, mas o maior ponto negativo do filme é a pressa em apresentar tudo sem explicar nada direito, isso só faz tudo parecer confuso e desleixado, deixando a imagem do filme manchada como um filme "esquecível".

Uma cena bem boba mas que me deixou encucado é a em que Morbius está em uma estação de metro, seu inimigo mata algumas pessoas e do nada Morbius vira pro lado e vai em direção a plataforma de embarque. SIM, ele sai andando sem fazer sentido algum. Eu fiquei parado me perguntando se aquilo teria sentido, mas mesmo o filme tentando encaixar algum sentido, nada acaba ajudando nessa cena. Nem vou comentar de como o mocinho se transforma no vampirão... É algo digno de ser queimado em uma enorme fogueira e depois refazer, totalmente diferente. Ir para um navio, no meio do nada, cheio de mercenários armados ate os dentes e um deles ser um tremendo babaca e ai... Bom, prefiro deixar assim, mas a cena é horrível e idiota.

As cenas de ação são bem caóticas, eu mesmo fiquei tentando entender o que acontecia em meio a câmeras tremendo, focos errados e até mesmo a falta de enquadro nas cenas. Em alguns momentos parecia que o câmera do filme era algum amador que não sabia enquadrar ou tirar o zoom da tela.

Essa corrida toda no filme, acelerando sempre a historia, me leva a entender que eles queriam chegar logo ao clímax do filme, sem ao menos termos preliminares decentes.

O pouco que o filme se conecta com o mundo em sua volta, tende a se perder ao decorrer da historia. Os policias que investigam Morbius parecem ter sido esquecidos durante o filme, deixados de lado sem explicação alguma. Não parece haver ligação nenhuma com outros heróis e só temos uma citação sobre Venom e bem, não sabemos nem de qual universo estamos falando aqui. Se é o de Tom, Toby ou Andrew e a cena pós credito só deixa isso ainda mais confuso.

Sobre os pontos fortes do filme: bem, não tem nenhum e não é que isso faça do filme algo ruim de assistir, mas essa pressa, essa falta de nexo entre cenas e forçar uma apresentação corrida de tudo só faz do filme algo "assistivel" na Tela Quente, comendo pipoca e levantando pra ir pegar refrigerante, sem se importar de ter perdido alguma cena.

Quanto a atuação de Leto: essa parte não é questionável, ele não é um ator incrível, é apenas um ator bom, sem grandes feitos, mas nada medíocre a ponto de fazer alguém não assistir ao filme. Ele consegue manter um bom papel sem parecer que quer ser mais do que já é. Essa crítica toda em cima dele só mostra como a galera não entende de filme e que o personagem Morbius, é um personagem sem carisma e com historias bem ruins nas HQs e que sua adaptação para o cinema seria difícil, mas caramba! Eu esperava ao menos que o roteirista e diretor tivessem mais criatividade, cuidado e ousassem mais em tudo.

Esse filme poderia ter sido bem melhor. Um filme de ação ou de herói, mas se perdeu completamente em sua identidade. VENOM mesmo não sendo querido entre os fãs soube o que queria ser e fez isso bem feito. Um filme pastelão de anti-herói com uma pitada de comédia e com cenas divertidas.

Senti que não houve carinho e nem preocupação com os pequenos detalhes e que tanto a produção quanto o filme foram acelerados, não se importando em deixar o público confuso.

Eu gostei, mas sei que tenho um gosto duvidoso quando se trata de filmes assim, que tendem a puxar muito para filmes pastelões dos anos 2000 e isso acaba me acarretando muita nostalgia. Porém o filme não é um monstro e nem de longe chega perto dos maiores filmes do gênero.

Um adentro sobre as cenas pós-creditos. Elas só servem para ligar o personagem ao universo que a Sony vem tentando montar. Aqui tambem vemos como o filme não teve carinho algum, cenas rápidas e zonzas, apresentando informações caóticas e perdidas. Se parar para analisar, as cenas não fazem muito sentido e foram colocadas ali só para ligar algo a algum lugar que nem precisava.

ZeroJimmy
ZeroJimmy

YEAH RIGHT

Moderador do Site, Porto Alegre
Publicações em Destaque
#Games, Por VSDias55,
#Games, Por T1cT4c,
#Games, Por BillyButcher,