.

Como a corrupção no futebol afeta o PES e notícias do Brasileirão em PES 2016

Enviado por di.arcanjo, , 6864 visualizações, 0 comentários
[img]hide:aHR0cDovL3d3dy53ZS1icm90aGVycy5uZXQvd3AtY29udGVudC91cGxvYWRzLzIwMTUvMDYvaHZ2ejlrSy5qcGc=[/img]
"Falae, brothers, tudo de boa? Então vamos a mais um post sobre Pro Evolution Soccer!

O post de hoje é polêmico. Para começar, vamos falar do brasileirão em PES 2016. Segundo o blog do Rica Perrone, PES e Fifa estão brigando pelo brasileirão em suas franquias.

Segundo o blog, as duas empresas vem conversando isoladamente com cada clube, dado que não existe uma liga ou entidade para se negociar de uma única vez todos os times. O blog ainda destaca que a Konami quer os times, jogadores e estádios do Brasil, enquanto a EA parece não fazer muita questão.

Ainda é dito que a EA não procura os clubes e sim o contrário, mostrando total desinteresse pelo futebol local. É salientado que a grana oferecida pela Konami é muito mais alta, enquanto a EA oferece apenas um valor simbólico aos clubes.

O site realça que, a busca de exclusividade por ambas as produtoras ameaça que ambos os jogos venham com o campeonato brasileiro completo. Diz que PES 2016 parece muito melhor que o Fifa 2016 e, que o futebol feminino, é apenas um enfeite sem maiores consequências. As definições sairão nas próximas semanas!

E vocês, o que acham? Eu identifiquei que as informações são meio atrasadas, o blog fala de coisas que já aconteceram meses atrás. O resultado vocês saberão na Gamescom, em agosto.

Na segunda parte do post, iremos abordar um assunto publicado no UOL, que mostra que a corrupção no futebol atinge até o nosso amado Winning Eleven. A publicação diz que o ex-presidente da Associação de Futebol Argentino (AFA), Julio Grondona, envolvido no escândalo Amarilla, tentou arrancar dinheiro até da produtora japonesa.

A publicação afirma que ele desejava que Konami e EA pagassem à AFA US$ 1,5 milhão pelo uso dos direitos de imagem de atletas argentinos nos jogos PES e FIFA.

Ele não desejava que as produtoras negociassem diretamente com os clubes argentinos, como no Brasil; ele queria ganhar a grana dele, "No Brasil eles acertaram diretamente com os clubes. Mas aqui eu não vou permitir. Eles terão que negociar comigo", disse ele.

Bem, brothers, essa é a realidade, as produtoras também sofrem com a corrupção no futebol latino. Tomara que a Fifa e suas afiliadas sejam "esterelizadas", se livrem dessa corrupção maldita e, com isso, nosso amado PES possa se beneficiar."

Todas essas palavras e informações são do we-brothers

lá também confirma que os recursos de edição que foram apresentadas no PS4 também se estende para as demais plataformas. Ele confirmaram isso em uma entrevista com Erik Bladinieres.
di.arcanjo
Enviado por di.arcanjo
Membro desde
30 anos, Parnamirim/RN
label