Vazamento da Sony revela detalhes sobre o negócio PlayStation

Vazamento da Sony revela detalhes sobre o negócio PlayStation

Empresa estaria frustrada com a aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft, temendo o crescimento do Game Pass.
#Games Publicado por Billy Butcher, em

Enquanto relatórios sobre orçamentos de jogos, futuros planejamentos para Insomniac Games, e demais assuntos internos são vazados diante ao ataque hacker de ransomware no estúdio de propriedade da PlayStation Studios acontecem, outros detalhes importantes são revelados.

Isso porque, além de informações internas da Insomniac, uma subsidiária da PlayStation, também foram vazados assuntos internos da empresa-mãe, Sony Interactive Entertainment (SIE).

Em especial, a Sony fez um slide sobre ameaças, perigos e estratégias internas de adversários e de sua própria emprsesa. Em especial, a sessão "Mudanças principais e ameaças" no bloco 'Indústria'.

IMAGEaHR0cHM6Ly9wYnMudHdpbWcuY29tL21lZGlhL0dCc1Y5bFBYZ0FBemZOej9mb3JtYXQ9anBnJm5hbWU9bGFyZ2U=

De acordo com a PlayStation:

  1. Ameaça de Call of Duty a partir de 2027: Aquisição da Activision Blizzard King por parte da Microsoft poderá ocasionar em uma disruptura e ameaça ao mercado de consoles para jogos e serviços de assinatura para jogos.

De acordo com o documento, a Sony está preocupada com a ameaça de Call of Duty ocasionar uma transição de jogadores do PlayStation para o Xbox com o decorrer do tempo, principalmente caso ocorra situações onde novos títulos da franquia possuam vantagens exclusivas e/ou antecipadas no console da Microsoft, como armas, mapas e benefícios dentro de jogo.

Também é expresso preocupação na entrada de Call of Duty aos serviços internos da Microsoft, como o Game Pass. Um ecossistema funcional onde o Xbox garanta vantagens para se jogar Call of Duty no Game Pass, pode solidicar uma dominância da empresa nos serviços por assinatura.

Os fatores, segundo a Sony, podem causar grande impacto e ameaça ao PlayStation Plus, que de acordo com os documentos, datados de Julho de 2023, viram ganhos de US$ 1,58 bilhão de receita anual. O impacto pode ser maior, segundo a PlayStation, quando a Microsoft disponibilizar novos títulos de Call of Duty e outras franquias da Activision Blizzard no Game Pass a partir de seus lançamentos.

Para impedir uma perda valiosa para o PlayStation, a Sony já tem em mente estratégias traçadas para conseguir atrair seus consumidores e rivalizar com uma possível ameaça do Xbox. Primeiro de tudo, a Sony pontua que:

  1. Activision Blizzard garante importante estratégia e valor em serviços, através de jogos-vivo (GaaS), escala em jogos móveis (mobile), e plataforma solidificada no Windows PC (Battle.net).
  2. Com isso, a Microsoft pode abocanhar um mercado dominante de 50% subscrições em serviços de assinatura em consoles Xbox, e 60% no PC.
  3. Os pilares de negócios da Sony Interactive Entertainment (SIE) PlayStation estão datados, e atrás da competição.
  4. Sony precisa expandir sua rede de negócios e serviços.

Para isso, ela lista que Conteúdo Premium, como novos jogos, chegando de forma mensal, e de alta qualidade, não especificando quando ou onde, em serviços, são uma possível rede de serviço de assinatura perfeito.

Por fim, ela também frisa que uma experiência unificada entre console, PC e mobile não existe. Fatores e investimento múltiplo para produção em 3 sistemas diferentes é muito diversivo pars conseguir tal unificação. Nesse quesito mobile, a Sony teme uma futura loja de jogos da Microsoft para sistemas Android e iOS, no qual virá para competir com o Google.

IMAGEaHR0cHM6Ly9wYnMudHdpbWcuY29tL21lZGlhL0dCc1ZfWVFXY0FFX3ZtcD9mb3JtYXQ9anBnJm5hbWU9bGFyZ2U=

Billy Butcher
Billy Butcher #BillyButcher

Um grande fã de jogos e filmes dos gêneros Stealth e Ficção-Científica.

Tenho uma paixão imensa pela franquia Metal Gear Solid, na qual considero a minha favorita, porém também sou um grande amante das sagas Halo e StarCraft.

Moderador do Site, Volta Redonda, Rio de Janeiro