Activision Blizzard reitera que vai transformar todas as suas franquias como Call of Duty

Activision Blizzard reitera que vai transformar todas as suas franquias como Call of Duty

Franquias como Crash, Tony Hawk's, Warcraft, Spyro e demais, seguindo o mesmo molde COD
#Games Publicado por Billy Butcher, em

Não chocando ninguém, Call of Duty continua indo muito, muito bem para a Activision Blizzard, especialmente agora com Black Ops Cold War e Warzone.

E em resposta a esse sucesso, a Activision Blizzard está posicionada para pegar a fórmula que traz muito dinheiro a cada novo jogo de Call of Duty e encaixar todas as suas outras grandes franquias no mesmo molde.

Hoje, a empresa relatou seus ganhos para o primeiro trimestre do ano, com uma receita recorde no primeiro trimestre de US$ 2,28 Bilhões, dos quais US$ 2 Bilhões foram digitais.

A Activision Blizzard tem muitos segmentos contribuindo para essa receita, incluindo a Blizzard e a King, mas seus relatórios de hoje estavam claramente mais orgulhosos de quão bem Call of Duty estava indo.

A Activision citou que de todos os 435 milhões de usuários ativos mensais [MAU] em todas as suas propriedades, 150 milhões dessas MAUs eram apenas de Call of Duty.

Resumindo? Call of Duty ainda é enorme, crescendo ainda mais a cada novo lançamento e atualização, sendo o filho favorito da Activision.

O que significa que ela deseja que todos os seus outros filhos cresçam como Call of Duty, e isso é exatamente o que a Activision Blizzard vai fazer acontecer. Durante a mesma chamada de ganhos, a Activision focou nos "pontos de entrada múltiplos" para a franquia Call of Duty em Premium, Free-to-Play e Mobile.

"Call of Duty é o modelo que estamos aplicando às nossas franquias comprovadas, bem como às nossas novas franquias potenciais, enquanto tentamos aumentar nosso público para 1 Bilhão de jogadores", disse o CEO da empresa, Bobby Kotick.

Kotick mais tarde na teleconferência disse que a Activision Blizzard aumentaria suas operações no próximo ano, planejando contratar mais de 2.000 desenvolvedores, efetivamente triplicando o tamanho de "certas equipes de franquia" em comparação com seus tamanhos em 2019.

Esta expansão também inclui novos estúdios e expansões para estúdios existentes, com Kotick citando Polônia, Canadá, Austrália e China como regiões que a empresa estava procurando para crescimento.

Ainda não está muito claro o que Kotick quer dizer sobre usar Call of Duty como um "modelo", mesmo que a editora acelere os esforços de desenvolvimento nas franquias que deseja expandir nesse sentido.

Uma suposição mais óbvia é o foco em vários pontos de entrada, especialmente porque a empresa disse recentemente que tinha "vários" jogos F2P da IP de Warcraft em desenvolvimento e está claramente adotando uma tática mobile semelhante com o Diablo.

O que é um pouco mais claro é quem está sendo deixado de fora deste novo plano, já que na semana passada veio à tona que a desenvolvedora de Crash Bandicoot 4, Toys for Bob, está saindo de Crash para dar suporte ao Call of Duty.

Fonte: IGN
Billy Butcher
Billy Butcher #BillyButcher

Um grande fã de jogos e filmes dos gêneros Stealth e Ficção-Científica.

Tenho uma paixão imensa pela franquia Metal Gear Solid, na qual considero a minha favorita, porém também sou um grande amante das sagas Halo e StarCraft.

Moderador do Site, Volta Redonda, Rio de Janeiro