Escritor de Liga da Justiça diz que não havia nenhum planejamento para os filmes da DC

Escritor de Liga da Justiça diz que não havia nenhum planejamento para os filmes da DC

Warner Bros. não se importava com planejamento, apenas em lançar os filmes.
#Cinema Publicado por Vinicius, em

O universo estendido da DC Comics passou por muitas dificuldades no cinema, desde alguns filmes de qualidade duvidosas até diretores não tendo controle sobre suas obras. Agora Chris Terrio, escritor de Liga da Justiça, falou um pouco a respeito disso.

De acordo com ele, ao contrário da Marvel, a Warner Bros. não possuía nenhum tipo de planejamento para seu universo nos cinemas e só se importava com as datas de lançamento dos filmes. Chris afirma que havia pouco esforço para coordenar uma história entre os filmes.

[Kevin] Tsujihara, pelo que eu sei, e os chefes no topo, decidiam a ordem dos filmes. Não fui consultado sobre a ordem dos filmes, embora eu fosse a pessoa que escrevia Liga da Justiça. Eles apenas determinaram que seria Batman/Superman, depois Mulher Maravilha, Liga da Justiça e Aquaman. Portanto, nunca houve qualquer reflexão sobre como o mundo seria construído antes de publicar. Eles disseram: "Siga este cronograma."

Chris diz que quando estava escrevendo Liga da Justiça, muitos aspectos de Mulher Maravilha e Aquaman ainda nem existiam, o que dificultou sobre o que o escritor podia fazer com os personagens.

O roteiro de Mulher Maravilha nem estava terminado quando escrevi Liga da Justiça. Então eu não tinha base para escrever sobre a Mulher Maravilha além do que vimos em Batman/Superman. Themyscira nem existia. Nunca me mostraram nada sobre isso. Eu não sabia se as pessoas podiam falar embaixo d'água. Isso era uma coisa que eu tive que perguntar, porque eu não sabia se poderia fazer cenas subaquáticas com o Aquaman e os Atlanteanos. Foi tudo do zero, porque não havia filmes dos personagens [solo].

Outro problema de Liga da Justiça, é que o filme estava muito abarrotado de ideias, o que era tecnicamente impossível realizar em um filme de apenas 2 horas.

Então, a Liga da Justiça precisava apresentar três personagens; tinha que criar uma longa mitologia para o DC Universe. Tinha que ressuscitar o Superman porque ele estava morto no final do último filme. Eu simplesmente não faço ideia de como você poderia fazer tudo isso em menos de duas horas. Talvez o lançamento de 2017 tenha provado que não é possível.

Chris Terrio não foi o primeiro a reclamar da Warner Bros. O diretor Zack Snyder já afirmou antes que o estúdio diversas vezes cortou suas ideias.

Vinicius
Vinicius #VSDias55

Me segue lá no Twitter:

Twitter ViniSD

Equipe do Site, Florianópolis