.

Patentes recentes da Apple indica que ela está trabalhando em um óculos AR/VR

Enviado por meganinja, , 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original


Uma serie de patentes da apple junto ao Escritório de Patentes e Marcas Registradas dos EUA chamou bastante a atenção, dando fortes indícios que a Apple parece estar ao menos projetando um óculos de Realidade Aumentada (AR), mas que também poderia funcionar como um aparelho de Realidade Virtual (VR)

As patentes 20200068389, 20200064635 e uma de um numero não divulgado foram descobertas pelo famoso sites Patently Apple, conhecido por destrinchar os arquivos do escritório de patentes e sempre achar novas patentes da Apple. Sobre estas patentes, o site relata que foram registradas entre o Q1 e Q2 do ano passado, porém acabaram apenas aceitas para registro no ultimo més de fevereiro, por volta do dia 17 de Fevereiro.


Clique para ver a imagem em tamanho original


A primeira patente é um tipo de Headset com sensores que tem uma parte especial em especifico que escurece ao exibir conteúdo VR, porém ela fica transparente para conteúdo AR, nessa patente a Apple também nota que podem surgir desafios na incorporação de sensores ópticos em dispositivos eletrônicos, como um dispositivo montado na cabeça (também conhecido como HMD). Se não for tomado cuidado, a luz difusa de um dispositivo emissor de luz pode criar ruído para um dispositivo de detecção de luz. Isso pode afetar adversamente a precisão do sensor óptico, em razão disso, ela parece ter usado sensores de diversas novas formas para driblar o problema.

Os sensores podem ser usados para fazer medições do ambiente ao redor do usuário do dispositivo montado na cabeça. também, segundo a patente, em algumas configurações, as imagens exibidas podem ser sobrepostas às imagens do mundo real, includo dispositivos portáteis e outros equipamentos.

Como mostrado na figura acima, estruturas ilustrativas de bloqueio de luz dispersa (uma "tela"), representadas pelo número 54, podem ser colocadas em locais no membro representado pelo número 30 que envolve lateralmente parte ou todo o componente emissor de luz, que envolve lateralmente parte ou todo o conjunto um componente de detecção de luz e / ou que de outra forma intervém entre um componente de emissão de luz e um componente de detecção de luz.

Quando a estrutura 54 é incorporada no membro transparente 30, a luz dispersa de um dispositivo emissor de luz é bloqueada (por exemplo, redirecionada e / ou absorvida) antes de interferir nas medições feitas por um componente de detecção de luz, melhorando assim o desempenho do sensor.

Quando o usuário não está visualizando conteúdo (um jogo ou um conteúdo 3D, por exemplo), o membro transparente pode ficar claro, permitindo que o usuário visualize o ambiente do mundo real em que está.

Em arranjos de realidade virtual, o HMD pode incluir lentes ou outros componentes do sistema óptico e uma tela como tela para fornecer conteúdo virtual a um usuário (por exemplo, imagens estáticas e / ou em movimento, como conteúdo gerado por computador, etc.).

Em arranjos de realidade aumentada, uma câmera virada para a frente (por exemplo, uma câmera suportada pelo compartimento e / ou pelo membro 30) pode reunir imagens do mundo real para apresentação no monitor do usuário.


Clique para ver a imagem em tamanho original


Na segunda patente, a Apple mostra um sistema de detecção de posição da lente para um headset que pode ajustar a precisão da lente para diferentes perfis de rosto

Onde a maioria dos HMDs são projetados com um tamanho único para todas as posições, a Apple está se esforçando para garantir que um HMD da família possa se adequar à visão de todos, garantindo um ajuste confortável quando o HMD estiver sentado no nariz.

Segundo a patente da Apple, para acomodar usuários com diferentes distâncias interpupilares, os módulos de lente esquerdo e direito podem ser movidos em direção ou afastados um do outro. Para evitar pressão excessiva no nariz do usuário, circuitos sensores, como um sensor de proximidade, podem ser usados para detectar posições relativas entre os módulos de lente esquerdo e direito e as superfícies do nariz do usuário. O circuito de controle pode ajustar os módulos da lente usando as informações da distância interpupilar para o usuário e as informações dos circuitos sensores para evitar pressão excessiva dos módulos da lente no nariz do usuário.

Um usuário pode fornecer a distância interpupilar do usuário ao dispositivo montado na cabeça, um sensor de imagem ou outro dispositivo pode ser usado na medição da distância interpupilar para fornecer ao dispositivo montado na cabeça e / ou sensores de rastreamento de o dispositivo montado pode medir a distância interpupilar do usuário enquanto o dispositivo montado na cabeça estiver sendo usado na cabeça do usuário.

Em algumas configurações, um sensor de proximidade, como um sensor de proximidade capacitivo, pode ter eletrodos em circuitos impressos flexíveis acoplados aos sensores de rastreamento de olhar. Outros arranjos de detecção podem ser usados para medir as posições do módulo de lente em relação ao nariz do usuário, se desejado.


Clique para ver a imagem em tamanho original


A Terceira patente revelada, mostra que a Apple, pelo menos a principio não planeja substituir o iPhone pelo Headset, pelo contrário, aparentemente ela planeja um sistema que interaja com os diferentes produtos da mesma, nessa patente, a Apple descreve um sistema para autenticar facilmente vários dispositivos de usuário usando um sistema para autenticação de usuário assistida por dispositivo autenticado.

Basicamente, o sistema inclui um dispositivo autenticado usado por um usuário, como um dispositivo montado na cabeça, em que o usuário está atualmente autenticado para acessar uma função de acesso restrito do dispositivo autenticado. O sistema também inclui um dispositivo próximo que possui um estado bloqueado e um estado desbloqueado, em que uma função de acesso restrito do dispositivo próximo é inacessível pelo usuário no estado bloqueado, e a função de acesso restrito do dispositivo próximo é acessada por o usuário no estado desbloqueado.

O dispositivo autenticado é operável para detectar o dispositivo próximo, para determinar a intenção do usuário de acessar a função de acesso restrito do dispositivo próximo enquanto o dispositivo próximo está no estado bloqueado e para emitir dados de autenticação.

Com base nos dados de autenticação, o dispositivo próximo identifica o usuário como um usuário autenticado e entra no estado desbloqueado a partir do estado bloqueado, de modo que a função de acesso restrito do dispositivo próximo seja acessível ao usuário.

A figura 2 da patente da Apple abaixo mostra um diagrama de blocos de um sistema para autenticação de usuário assistida por dispositivo autenticado; a figura 3 mostra um fluxograma de um exemplo de autenticação de usuário assistido por dispositivo autenticado.


Clique para ver a imagem em tamanho original


O dispositivo vestível montado na cabeça 222 pode ser operável para verificar a identidade do usuário (230) e pode identificar o usuário como um usuário autenticado. Por exemplo, o dispositivo vestível montado na cabeça pode incluir um ou mais sensores para verificar uma identidade do usuário, como sensores biométricos.

O dispositivo autenticado pode determinar a intenção do usuário com base em um comando de gesto de movimento corporal expresso pelo usuário e detectado pelo dispositivo autenticado.

Por exemplo, o dispositivo autenticado pode receber ou detectar um comando de gesto de movimento corporal expresso pelo usuário, indicando a intenção do usuário de acessar o dispositivo próximo, e o dispositivo autenticado pode determinar que o usuário pretende acessar o dispositivo próximo ou um dispositivo restrito. função de acesso à mesma, em resposta à detecção do gesto do corpo-movimento.

Por exemplo, o dispositivo autenticado pode apresentar uma solicitação de confirmação de intenção, como saída de áudio ou vídeo indicando "aceno para desbloquear" e o dispositivo autenticado pode identificar um comando de aceno feito pelo usuário como uma indicação da intenção do usuário para acessar o dispositivo próximo.

A patente fornece muitos exemplos de como a autenticação de um dispositivo próximo pode ser feita para desbloquear um dispositivo, incluindo o uso de comandos de voz, detecção de movimento ocular, dentre outros (apesar do foco parecer estar na biometria mesmo).

Como dito anteriormente, essas patentes foram registradas entre o Q1 e Q2 de 2019, então não se sabe muito se a Apple planeja trazer um produto desses para as lojas ou se é algo "future-proof" em caso os óculos AR/VR comecem a ganhar força, mas as parentes mostram que claramente a Apple está desenvolvendo algo.

Fontes Extras:
https://www.patentlyapple.com/patently-apple/2020/02/apple-invents-a-lens-position-sensing-system-for-a-headset-that-can-adjust-lens-accuracy-for-different-face-profiles.html
https://www.patentlyapple.com/patently-apple/2020/02/apple-invents-a-headset-with-a-transitioning-face-side-cover-that-darkens-when-viewing-vr-content-transparent-for-ar-conten.html
meganinja
Enviado por meganinja
Membro desde
label
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no CANAL, Facebook, Twitter, e na nossa curadorida da Steam.