Google havia elogiado a Stadia Games & Entertainment uma semana antes de fechar a divisão interna

Google havia elogiado a Stadia Games & Entertainment uma semana antes de fechar a divisão interna

Após demitir todos os seus 140 funcionários, alguns falam sobre o ocorrido
#Games Publicado por Billy Butcher, em

Há poucos dias soubemos do fechamento repentino da divisão e dos estúdios internos do Stadia, que eram a Stadia Games & Entertainment, a Typhoon Studios, e a Stadia G&E Los Angeles, com a Google que decidiu voltar atrás e mudar sua estratégia de mercado em 2021 e nos próximos anos.

Embora a notícia já tenha causado alvoroço desde que a divisão e os estúdios internks foram fechados pouco mais de um ano após sua inauguração, os antecedentes divulgados pela Kotaku levantam dúvidas ainda mais fortes sobre a gestão gerencial do Google em relação aos seus desenvolvedores.

De acordo com fontes anônimas que decidiram investigar o assunto, Phil Harrison, da Google, teria elogiado o trabalho da equipe interna do Stadia pouco menos de 1 semana antes de comunicar oficialmente seu fechamento:

"Stadia Games & Entertainment deu grandes passos construindo uma equipe diversificada e talentosa da indústria, criando uma forte linha de jogos exclusivos do Stadia", neste e-mail de 27 de janeiro que Harrison escreveria e enviaria.

“Vamos confirmar em breve o plano de investimentos para a estratégia da SG&E, que, por sua vez, informará a divisão da SG&E por volta de 2021 [daí os principais objetivos e resultados a serem alcançados]."

Os desenvolvedores que decidiram ingressar no Stadia de repente descobriram que o trabalho em que estavam se concentrando por mais de 12 meses escorregou de suas mãos e agora querem saber por que a Google tomou uma decisão tão inesperada:

"Acho que as pessoas só querem saber a verdade sobre o que aconteceu", disse uma fonte anônima.

“Eles querem uma explicação da liderança. Se você começasse essa empresa e contratasse cem pessoas... Ninguém abre para fechar daqui a um ano, certo? Você não pode fazer um jogo em tão pouco tempo."

"Tivemos uma garantia de vários anos, e agora não temos.”

A fonte acrescentou que as perguntas e respostas "não foram bonitas".

Ainda não está claro por que a Google decidiu abandonar os estúdios e a divisão de First-Party que começou a construir menos de 2 anos antes. Em sua postagem no blog, Harrison mencionou os custos crescentes de desenvolvimento de jogos como um fator.

No momento a Google, contatada pela Kotaku, tem rifutato para comentar as declarações feitas por seus ex-funcionários.

Até Jade Raymond, grandiosa chefe da Ubisoft Montréal e Ubisoft Toronto, onde criou franquias como Assassin's Creed, Splinter Cell e Watch Dogs, estava à frente da Stadia Games & Entertainment, e recusou-se a comentar o 'acontecido', declarando-se orgulhosa do que conseguiu alcançar trabalhando ao lado de seus ex-colaboradores da Google.

Fonte 1: Every Eye
Fonte 2: Kotaku
Billy Butcher
Billy Butcher #BillyButcher

Um grande fã de jogos e filmes dos gêneros Stealth e Ficção-Científica.

Tenho uma paixão imensa pela franquia Metal Gear Solid, na qual considero a minha favorita, porém também sou um grande amante das sagas Halo e StarCraft.

Moderador do Site, Volta Redonda, Rio de Janeiro
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.