DF | Assassins Creed Valhalla - qual hardware de PC é necessário para igualar com o visual do PS5?

DF | Assassin's Creed Valhalla - qual hardware de PC é necessário para igualar com o visual do PS5?

E quais configurações obtêm o melhor da sua máquina?
#Artigos Publicado por -Funky-, em .

Com a chegada da próxima geração de console, é inevitável que os requisitos de hardware para software de PC aumentem à medida que a qualidade gráfica e a complexidade aumentam. A linha de base é redefinida com a chegada do Xbox Series X e do PlayStation 5, e queríamos obter um esboço de que tipo de kit gráfico de PC é necessário para corresponder ou até mesmo exceder o hardware do console. Para fazer isso, dividimos a composição visual de Assassin's Creed Valhalla, combinando PS5 e PC em termos de configurações de qualidade - obtendo um bom controle das configurações otimizadas no processo, onde medimos o retorno por dólar de cada predefinição e sugerir as configurações mais ideais para usuários de PC.

Em primeiro lugar, vale a pena destacar que podemos ver resultados muito diferentes para jogos muito diferentes. Ao avaliar Watch Dogs Legion, cheguei à conclusão de que o Xbox Series X poderia ser comparado a um PC rodando com uma RTX 2060 Super - principalmente devido às demandas onerosas do Ray Tracing, uma área onde o hardware GeForce tem uma vantagem clara. Com Assassin's Creed Valhalla, vemos algo muito diferente. Em primeiro lugar, o jogo não parece funcionar muito bem no kit Nvidia, e não há RT em uso, anulando uma vantagem chave da GeForce. Enquanto isso, a AMD parece se sair significativamente melhor. Pelos nossos cálculos, uma Radeon RX 5700XT deve chegar muito perto da experiência PS5.

Vale a pena ressaltar que parte deste trabalho de comparação é teórico, pois não há configurações iguais entre consoles e PC. Por exemplo, o sistema de escala de resolução dinâmica é muito diferente. O PS5 passa a maior parte de seu tempo entre 1440p e 1728p em nossas medições de contagem de pixels, com muitas áreas e cenas lockadas em 1440p. O PC é diferente - talvez bizarramente, o sistema anti-aliasing também é o sistema DRS, com a configuração adaptativa dando entre 85 por cento a 100 por cento de resolução em cada eixo, de acordo com a carga. Simplificando, o PC tem um DRS inferior. Então, para ter uma ideia do desempenho relativo entre PC e consoles, usei uma área do jogo que cai abaixo de 60fps no PlayStation 5, e faz isso enquanto renderiza em resolução de 1440p.

bTlMZ2ZUcjUxN2M=

Então, quais são as configurações equivalentes do PC usadas no PlayStation 5? Você pode ver meu processo no vídeo diretamente acima, mas essencialmente começa com as sombras de configuração ultra-altas, muito altas para detalhes do mundo, e o que poderia ser ultra-alto, muito alto ou alto para a configuração de nuvens volumétricas de Assassin's Creed (tudo parece mais ou menos idênticos onde podem ser comparados diretamente). Enquanto isso, talvez sem surpresa tendo em mente suas prodigiosas alocações de memória, os consoles usam texturas de qualidade máxima, enquanto a configuração de água está mais próxima da alta do PC.

Até agora, tudo bem, mas é aqui que as coisas ficam um pouco mais complicadas. A opção de multidão na verdade aumenta a densidade da folhagem, a ponto de eu descobrir que a do PlayStation 5 realmente excede o very high maximum do PC, com vegetação ainda mais densa na minha cena de teste. Esta é uma das poucas configurações no PC sem um equivalente ultra alto, então meu palpite é que se trata de um descuido do desenvolvedor. Essa configuração tem um impacto muito baixo no desempenho - com apenas uma diferença de quatro por cento entre muito alto e baixo, embora pareçam mundos diferentes, que é algo que abordaremos mais tarde: a falta de escalabilidade na versão do jogo para PC.

Existem outras inconsistências também. Por um lado, toda a física do pano no jogo é executada em uma taxa de frames sub-nativa no PlayStation 5: 30fps ou até menos. Nas configurações mais altas do PC, você obterá a taxa de quadros nativa total e só obterá algo semelhante se ajustar a configuração de detalhes do ambiente para médio. Então, essencialmente, não temos granularidade nas configurações para obter uma correspondência exata do console com o PC em toda a linha. Também não parece haver uma correspondência exata na qualidade de renderização de fogo que parece funcionar em resolução máxima no PC, mas muito mais baixa no PS5. Mas, dito isso, ainda existem algumas comparações e conclusões intrigantes que podemos tirar.

No final, está claro que este é um jogo muito exigente para PC, mas o que mais se destacou para mim foi a falta de escalabilidade - algumas configurações como profundidade de campo não parecem realmente fazer nada, enquanto a opção de escala de resolução dinâmica é limitado arbitrariamente e carece de utilidade. Existem alguns outros incômodos também: a qualidade do tessellation não pode ser ampliada, então, mesmo na configuração mais alta, o terreno se deforma visivelmente bem na sua frente, algo que acontece em todas as plataformas. A segunda conclusão é que a resolução relativamente baixa no PlayStation 5 faz sentido já que está operando com a maioria das configurações do PC no máximo.

Escolhendo um ponto de estresse particular no PlayStation 5 - que cai abaixo de 60fps e atinge a resolução mínima de 1440p - eu poderia rodar a versão para PC fixada em 1440p com o mais próximo de configurações equivalentes possíveis. E é aqui que vemos a divisão Nvidia x AMD em ação. Em primeiro lugar, a RTX 2060 Super é 20 por cento mais lenta que o PlayStation 5, caindo para 10 por cento com uma RTX 2070 Super. Com base em testes com uma RTX 2080 Ti, parece que uma RTX 2080 Super ou RTX 3060 Ti seria necessário para igualar ou exceder o PlayStation 5. No entanto, com base em meus testes com uma RX 5700 baseada na Navi, eu esperaria que uma RX 5700 XT ficasse muito próximo do rendimento do console. Isso pressupõe uma predefinição de nuvens muito altas - o desempenho melhora se você descer para alto.

IMAGEaHR0cHM6Ly9kMnNrdWhtMHZycnk0MC5jbG91ZGZyb250Lm5ldC8yMDIwL2FydGljbGVzLzIwMjAtMTItMDUtMTctMjYvb3B0aW1pc2VkX3NldHRpbmdzLmpwZw==

Olhando para as vitórias gerais entregues por minhas configurações otimizadas, a escalabilidade do jogo é decepcionante. Caindo de ultra alto em toda a placa para meus presets selecionados só vi um aumento de desempenho de 14 por cento em uma RTX 2060 Super rodando a 1440p. Realmente, o maior ganho pode ser visto ativando a configuração de resolução adaptável que aumenta o desempenho das configurações otimizadas em ultra para cerca de 28 por cento. Mas, mais uma vez, falta a solução DRS - a mudança de resolução não é flexível o suficiente para mantê-lo a 60fps em muitos cenários, limitando sua eficácia.

Dito isto, talvez Assassin's Creed Valhalla não seja a melhor maneira de comparar consoles e PC, especialmente tendo em mente a disparidade de desempenho entre GPUs AMD e Nvidia, mas é certamente um ponto de dados interessante. Certamente enfatiza que apesar dos preços relativamente altos, os usuários do console estão recebendo um ótimo negócio - quando o PS5 e o Xbox One foram lançados em 2013, uma placa de vídeo de £100 poderia se igualar à experiência do console, pelo menos por um tempo. Avance sete anos depois e você verá peças de PC muito mais caras necessárias para atingir a paridade do console - quanto mais excedê-la.

Fonte: Eurogamer
-Funky-
-Funky- #-Funky-
Moderador do Site, Principality of Zeon
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.