Os gráficos têm sido bons o suficiente há anos, afirma o CEO da TinyBuild

Os gráficos têm sido bons o suficiente há anos, afirma o CEO da TinyBuild

Os gráficos têm sido bons o suficiente há anos, afirma o CEO da TinyBuild

A próxima geração é empolgante para IA e física, segundo ele
Publicado por Char, em .

Normalmente, a grande atração dos jogos e hardware de última geração são os gráficos melhores e mais detalhados. No entanto, com retornos diminuindo inevitavelmente após algumas gerações de grandes melhorias gráficas, outras áreas de desenvolvimento de jogos estão mais maduras para o avanço.

Em uma entrevista recente à GamesIndustry, o CEO da TinyBuild, Alex Nichiporchik, disse que, em sua opinião, os gráficos têm sido bons o suficiente há anos e agora ele está animado para avançar a IA e a física com os títulos de próxima geração do PlayStation 5 e Xbox Series X|S.

Você será capaz de fazer muito mais coisas com a memória, uma jogabilidade e estruturas de jogo muito mais inovadoras. Pessoalmente, estou entusiasmado com a IA e a física, e com o que podemos fazer lá. Os gráficos têm sido bons o suficiente há anos - essa 'sensação de jogo', parte da próxima geração, é algo a que nos acostumamos muito rápido.

É difícil discordar de Nichiporchik. A IA e a física ficaram em segundo plano durante a geração do console do PlayStation 4 e do Xbox One, e é mais do que hora de eles ganharem destaque. Se bem feitos, eles podem aumentar muito a credibilidade de qualquer mundo de jogo, isso é certo. Não há nada mais deprimente do que um jogo de aparência realista com interação muito limitada com os ambientes e NPCs.

Para ser justo, essa pode ter sido uma escolha deliberada para muitos desenvolvedores simplesmente devido às CPUs fracas encontradas no PlayStation 4 e no Xbox One. Eles foram baseados na microarquitetura Jaguar da AMD, projetada especificamente para sistemas de baixo consumo de energia, como notebooks, mini PCs e tablets. Por outro lado, os consoles de próxima geração recém-lançados PlayStation 5, Xbox Series S e X são baseados na arquitetura Zen 2 da AMD, que foi projetada para PCs desktop convencionais e entregou uma grande melhoria em relação às já bem-sucedidas microarquitetura Zen e Zen+.

Tanto a IA quanto a física são conhecidas por serem tarefas intensivas da CPU e, portanto, esperamos que os desenvolvedores de jogos sejam capazes de se concentrar muito mais nessas áreas, pelo menos quando eles conseguirem abrir mão do hardware antigo; isso pode demorar um pouco, infelizmente, já que a Sony e a Microsoft mencionaram que seus títulos serão crossgen por mais alguns anos.

Você está ansioso por IA e física mais avançadas em jogos futuros? Conte-nos nos comentários!

-Funky-
Char #-Funky-
Moderador do Site, 26 anos, Principality of Zeon
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.