Asobo Studio diz que manterá o suporte de conteúdo e atualizações no Microsoft Flight Simulator durante 10 anos

Asobo Studio diz que manterá o suporte de conteúdo e atualizações no Microsoft Flight Simulator durante 10 anos

Asobo Studio diz que manterá o suporte de conteúdo e atualizações no Microsoft Flight Simulator durante 10 anos

CEO da Empresa diz que a Microsoft está investindo no estúdio e em sua infra-estrutura geral
Publicado por Billy Butcher, em .

O estúdio Francês de Bordeaux, a Asobo Studio, lançou a nova edição do Microsoft Flight Simulator, lançado em agosto passado para o Windows 10, e que já acumulou vários bilhões de horas de vôo.

Um jogo que foi feito por 120 funcionários do estúdio em seu desenvolvimento, e que a empresa confirma que dará suporte de conteúdo e de atualizações por pelo menos 10 anos.

Falando sobre as tenologias utilizadas, conteúdo do projeto e modelo de negócio, recentemente houve uma entrevista com Sebastian Wloch, CEO e Co-Fundador da Asobo, e Martial Bossard, Produtor Executivo de Microsoft Flight Simulator na Asobo.

Quando perguntados como a Asobo está no seu atual estado financeiro e qual o impacto de Flight Simulator e de sua grande parceria com a Microsoft e o Xbox nos últimos 10 anos, eles dizem:

"Trabalhamos no simulador há mais de 7 anos e meio. O desenvolvimento e monitoramento dele empregam atualmente 120 funcionários em tempo integral da Asobo Studio, que possui 210 funcionários no total."

"Atingimos €17 Milhões de volume de negócios em 2019, sabendo-se que as vendas do nosso último jogo, A Plague Tale: Innocence, lançado em maio de 2019, ainda não estão incluídas nestes valores."

"Já vendemos mais de um milhão de cópias do Flight Simulator, e deve vender ainda mais devido ao feedback muito bom que recebemos. Então a Asobo está indo bem", diz o CEO da empresa.

Quanto a como ficará o suporte ao longo prazo de 10 anos para o Flight Simulator, a Asobo Studio diz que conta com total apoio financeiro, de tecnologia e de expansão em seus funcionários sendo aplicado pelo Xbox Game Studios, e que o estúdio XGS Publishing, a Microsoft, também está ajudando ativamente com as futuras versões de Xbox One e Xbox Series X|S do jogo.

Depois, o CEO da empresa compartilhou os principais desafios técnicos para superar e concluir com sucesso o Microsoft Flight Simulator, tendo de dominar o FTech Engine, motor gráfico da franquia Forza, usado em Flight Simulator, e do Azure, provido pela Microsoft Cloud.

"Não é fácil responder a esta pergunta. Eu diria que a primeira dificuldade foi deportar com sucesso 99,9% dos dados do jogo para a nuvem com a tecnologia Microsoft Azure, que nos permite modelar todo o planeta com um alto nível de detalhamento."

"Depois, tivemos o grande apoio do Turn 10 durante todos os anos de desenvolvimento do simulador para aprender toda a física, foto-realismo, densidade e estrutura base do FTech Engine, que na versão que utilizamos, foi levemente modificado para suportar a grande carga de dados."

"Resumindo, a renderização visual é calculada no Windows 10 do jogador, mas todas as Texturas e Dados 3D usados ​​vêm do FTech Engine numa mescla com o Azure."

Por fim, o estúdio fala que além do suporte de 10 anos ao Flight Simulator, estão trabalhando em dois novos projetos, um deles será com a Focus Home, enquanto o segundo é outro fruto de parceria com a Microsoft.

Lembramos que a última atualização de Flight foi lançada nesta semana, e trás uma grande variedade de melhorias na performance e estabilidade geral do simulador, além de mais aeronaves, ampliação das texturas em escala 4X, e balanceamento base nos controles.

Microsoft Flight Simulator já está disponível no Windows 10. Chegará em 2021 exclusivamente nos consoles Xbox Series X|S e Xbox One.

Evil E.
Billy Butcher #Evil E.

Um grande fã dos gêneros de Stealth e Ficção-Científica.

Tenho uma paixão imensa pela franquia Metal Gear Solid, na qual considero a minha favorita, porém também sou um grande amante das sagas Halo e StarCraft.

Moderador do Site, 26 anos, Volta Redonda, Rio de Janeiro
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.