"A Electronic Arts é uma grande parceria de nosso estúdio", diz a Respawn
Publicado por Billy Butcher, em .
O principal diretor de Apex Legends defendeu a desenvolvedora Respawn Entertainment depois que um funcionário se queixou da cultura de Crunch e Abusos com seus funcionários dentro da empresa.

É um problema que pode ser exacerbado com um jogo de serviço gratuito como o Apex Legends, que está constantemente em desenvolvimento para lançar novas temporadas e conteúdo.

Crunch de videogame refere-se à prática de desenvolvedores trabalhando muito mais horas do que o normal na véspera do lançamento de um jogo.

Isso geralmente acontece quando os funcionários precisam garantir que um título atenda ao prazo original, além de estar livre de bugs e outros problemas.

Os relatórios sugerem que alguns trabalhadores podem ser forçados para permanecer no escritório por mais de 100 horas por semana, apenas para que um jogo seja lançado dentro do cronograma.

A Respawn Entertainment respondeu às críticas de um desenvolvedor que acusou a empresa de forçar os funcionários a trabalhar horas excessivas abusando-os mentalmente e fisicamente.

A reclamação, que pode ser vista abaixo, foi publicada no site de análise do empregador Glassdoor e referenciou vários problemas que estavam levando ao esgotamento.

O diretor do jogo Apex Legends, Chad Grenier, fez uma declaração no subreddit do Apex Legends, defendendo o estúdio das acusações. Em seu post, Grenier explicou que ele tem sido:

"Vocal todos os dias dizendo às pessoas para trabalhar apenas o máximo que podem", durante a pandemia do COVID-19.

Ele continuou dizendo que:

"A Respawn tem em mente o melhor interesse e a saúde de seus funcionários", mas reconheceu que o funcionário estava absolutamente certo em como eles se sentiam e estavam claramente trabalhando demais.

"Outros desenvolvedores da Respawn também entraram em cena para defender a empresa e, ao mesmo tempo, buscar apoio", diz ele.

A Respawn não é a primeira e nem a última desenvolvedora a ser acusado de forçar os funcionários a cumprir prazos difíceis e processar longas horas.

Empresas de alto nível, como Ubisoft e Treyarch, foram acusadas de práticas de trabalho não saudáveis ​​e de uma cultura de Crunch que pode ter um efeito negativo sobre os funcionários.

Mais recentemente, a Naughty Dog foi criticada por supostamente fazer designers e programadores trabalharem excessivas longas horas durante os últimos estágios de desenvolvimento de The Last of Us: Part II.
Evil E.
Billy Butcher #Evil E.
Um jogador casual que aprecia o gênero de Ficção-Científica, Ação-Aventura e Espionagem.

Minha franquia favorita é Metal Gear Solid, acompanho ela desde o primeiro jogo (MGS) de 1998, além de ser amante das sagas Halo e StarCraft.
Moderador do Site, 24 anos, Volta Redonda, Rio de Janeiro
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.