.

Xbox Series X | Confira vários detalhes do console

Enviado por Evil E., , 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original


Durante esta madrugada, o Xbox Project Scarlett foi-se embora e deu lugar ao Xbox Series X, o nome do novo console da Microsoft para a próxima geração.

Phil Spencer esteve presente nos The Game Awards 2019, durante esta madrugada, para revelar ao mundo Hellblade 2, um novo Exclusivo para a nova geração e o design da seu próximo console.

A Xbox Series X foi apresentada como uma consola para realizar sonhos e esta parece ser a versão que os rumores indicavam como Anaconda, nome de código, um dispositivo altamente poderoso que poderá correr jogos até 8K e até 120p, dependendo dos desejos dos criadores dos jogos.

Apesar de Spencer nada ter compartilhado sobre as especificações e o poder do Xbox Series X durante os Game Awards, Jason Ronald da equipe Xbox conversou com o GameSpot após o evento e sugeriu que o console estará equipada com 12 teraflops.

Segundo compartilhado por Ronald, o Xbox Series X terá o dobro do poder do Xbox One X e oito vezes mais poder do que o Xbox One.


"Queríamos uma melhoria dramática sobre o Xbox One base. Quando faz a matemática, temos oito vezes mais poder GPU do que no Xbox One e o dobro disso sobre o Xbox One X," diz Ronald, praticamente confirmando os 12TF avançados nos rumores.


Capaz de correr jogos até 8K e até 120fps, o Xbox Series X será compatível com a tecnologia ray-tracing, algo que já tinha sido confirmado, e terá "quatro vezes mais poder na CPU," apesar de Ronald não esclarecer se essa superioridade foi comparada com o Xbox One X ou o Xbox One base.

Para permitir que o Xbox Series X realize sonhos, a Microsoft recorreu a memória GDDR6 e a discos SSD NVMe, algo que já tinha sido confirmado anteriormente.


"Investimos em discos SSD NVMe e também estamos a dar aos programadores diversas novas capacidades e além disso, tentamos virtualmente eliminar os tempos de loading," disse Spencer.


Uma das fortes amostras do poder do Xbox Series X sobre os atuais consoles será a capacidade de colocar em pausa vários jogos, para que possas alternar rapidamente entre eles sem forçar o encerramento e reinício.


"Hoje, temos a capacidade de resumir instantaneamente o jogo que estavas a jogar," diz Jason Ronald.



"Porque é que não o pode fazer com vários jogos? Muitos jogadores optam por jogar vários jogos ao mesmo tempo, ser capaz de saltar instantaneamente para onde estava, essas são coisas que podemos fazer a nível da plataforma para tornar melhor a experiência de jogo."



"É para assegurar que existe menos espera e mais tempo de jogo pois é isso que todos queremos fazer com uma consola e com os serviços que temos."


Phil Spencer também afirma que o Xbox Series X terá a maior Line-Up de jogos exclusivos já criado na história de um Xbox, sendo 2 já conhecidos, Halo Infinite e Hellblade 2.

O Xbox Series X chegará no final de 2020 e a Microsoft esforçou para ir mais além do simples salto gráfico. Trabalhou para criar um console capaz de responder às necessidades dos consumidores e criadores. Algo que se sentirá no seu poder e funcionalidades.

O nome Xbox Series X permite apresentar mais consoles na mesma família


O nome do novo Xbox parece pronto para aceitar mais dispositivos na mesma família e se nada comenta sobre uma possível versão alternativa do console, Spencer já deixa em aberto a possibilidade disso acontecer.

Em conversa com o Gamespot, Spencer foi questionado sobre uma possível segundo console e como o nome Xbox Series X já sugere a chegada de mais dispositivos e disse que essa foi uma das ideias na base da escolha do nome.

Spencer não comentou os rumores sobre uma possível versão Lockhart do Xbox Series X, mas diz que há potencial para introduzir mais dispositivos neste Series X do Xbox.


"Obviamente," disse Spencer quando questionado sobre o potencial para uma família de dispositivos Xbox Series X.



"No nome 'Series X', temos a liberdade para fazer outras coisas com esse nome para podermos criar identificadores quando precisarmos disso."


Phil Spencer sabe que não inventaram o botão Share, mas os fãs pediram


Spencer compartilhou que a Microsoft sabe que não inventou o botão Share, mas o feedback dos fãs incentivou a equipe a introduzir esse botão.


"Temos um botão sahre. Ouvimos o feedback. Não somos os primeiros a ter um botão share, não vamos dizer que inventamos isso, mas ouvimos o feeback que a compartilhamento é uma parte tão importante dos jogos para muitos dos nossos jogadores que queremos ter um botão dedicado para a compartilhamento e verá isso."



"Temos na mesma todos os gatilhos com vibração e feedback háptico que já tinhas antes no console," acrescentou Spencer.


Sobre o controle do Xbox Series X, Spencer diz ainda que aprenderam com o desenvolvimento do controle do Elite e que isso será refletido no novo controle


"Existem certas coisas que aprendemos ao desenvolver o comando Elite e ao escutar os fãs. Uma delas está no d-pad que temos, um novo d-pad híbrido no qual temos estamos a trabalhar e que pensamos ser importante, por isso terá uma ideia disso no novo comando sem fios do Xbox."


Design do Xbox Series X é para dar privilégio ao poder


Spencer diz que adora o novo design e que além de incrivelmente poderoso, o Xbox Series X será muito silencioso.


"Queríamos criar um console na qual o formato é um resultado da função e a função, como eu disse, era realmente correr os mais envolventes e poderosos jogos possíveis."


Spencer diz que essa função, a de correr os mais ambiciosos jogos da indústria e de se apresentar como um console dedicado aos jogos, ditou o formato do Xbox Series X.

A abordagem sem compromissos e totalmente focada no poder e qualidade resultou também num console silenciosa, algo que os consumidores Xbox apreciam e já estão habituados.

Spencer diz que o Xbox Series X que tem em causa não fazem mais barulho do que o Xbox One X e isso são notícias muito boas.


"Existe sempre uma tensão entre design e o tipo de acústicas e o arrefecimento e a função do console, e não vamos comprometer na função. Estou incrivelmente impressionado com o design que a equipe criou."


Spencer diz que um console deve ser apenas para jogos


Após a revelação da consola, a Microsoft partilhou uma mensagem de Phil Spencer, na qual o patrão da divisão Xbox fala de uma abordagem sem compromissos, de um design que serve o poder e de um foco sólido em experiências de grande qualidade.


"Ao entrar numa nova geração de videojogos, vemos um futuro no qual és absorvido de imediato pelos teus jogos, nos quais os mundos são ainda mais reais, envolventes, com melhor resposta e mais surpreendentes, onde estás no centro da tua experiência de videojogos. Com a nova Xbox Series X, realizamos essa visão."



"O seu design indústria permite-nos entregar quatro vezes mais o poder de processamento da Xbox One X da forma mais silenciosa e eficiente, algo que é absolutamente importante para entregar gameplay verdadeiramente imersivo."



"O nome Xbox é uma expressão da nossa profunda história nos videojogos, da incansável paixão da nossa equipa e da nossa dedicação aos fãs e ao futuro dos videojogos na Microsoft."



"Também significa a nossa crença que uma consola de videojogos deve ser apenas para isso: videojogos," acrescenta Spencer.


Estas são palavras fortes e entusiasmantes de Phil Spencer que procura passar uma mensagem clara e completamente diferente daquela que a companhia entregou em 2013.
Evil E.
Enviado por Evil E.
Membro desde
label
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, e na nossa curadorida da Steam.