.

Veterano da Capcom revela que Resident Evil 3: Nemesis era originalmente um spin-off

Enviado por coca, , 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original


Resident Evil 3: Nemesis foi originalmente concebido para ser um spin-off, de acordo com um trecho do livro "An Itchy, Tasty History of Resident Evil", compartilhado pela Polygon. O livro relembra os dias em que o produtor Shinji Mikami contratou o jovem escritor Yasuhisa Kawamura em 1998 para escrever o cenário para um spin-off, que teria funcionado como um precedente para Resident Evil 2, com o codinome "Resident Evil 1.9".


"A história de "Resident Evil 1.9" deveria inicialmente ser apenas uma crônica de fuga de Raccoon City infectada, mas depois de discussões com [Mikami] e [Aoyama], foi decidido que, em vez de introduzir um novo personagem, Jill Valentine fará o papel do personagem principal", lembrou Kawamura.


A idéia original de um prequel foi expandida mais tarde, e foi dedicado que o jogo agisse assim na primeira metade da história, mas também "ocorreria imediatamente após Resident Evil 2 durante a última parte".

Isso também se deve ao fato de o título ter sido concluído em apenas duas ou três horas, se tivesse permanecido o mesmo que era originalmente. Foi então adotado um codinome mais adequado, "Resident Evil 1.9 + 2.1", um apelido semelhante ao Kingdom Hearts que, naturalmente, não era bom o suficiente para um título de lançamento adequado. No início de 1999, foi decidido que seria chamado de "Resident Evil: Nemesis", que parecia uma boa escolha para um spin-off.

Na primavera de 1999, no entanto, Kawamura conheceu seus chefes Yoshiki Okamoto, gerente geral da Capcom na época, e Shinji Mikami, e nessa reunião foi revelado que o jogo teria sido renomeado como Resident Evil 3: Nemesis no Ocidente, e Biohazard 3 Last Escape na Ásia.

De acordo com Kawamura, a gravadora japonesa queria absolutamente que o jogo fosse lançado a tempo em 1999 por dois motivos: "se tornaria uma empresa de capital aberto durante o ano fiscal de 1999", por isso precisava de um grande lançamento para apoiar esse processo, e não queria que o lançamento de Resident Evil 3 se sobrepusesse ao Resident Evil 4 de Kamiya para o PlayStation 2 ainda a ser revelado (que mais tarde se tornou Devil May Cry) e o Resident Evil Code: Veronica.


"Este jogo era para ser um spin-off, então eu permaneci nessa estrutura durante o desenvolvimento. Eu não esperava que se tornasse Resident Evil 3", disse Kawamura, explicando que estava totalmente surpreso com a notícia.


Naquela época, a Capcom decidiu adicionar mais conteúdo expandindo áreas já existentes e introduzindo mais novas, como Raccoon City Park e Dead Factory, para que o jogo realmente parecesse uma experiência completa de Resident Evil.
coca
Enviado por coca
Membro desde
90 anos, Narnia do oeste ao lado sul do norte meio oeste
label
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no CANAL, Facebook, Twitter, e na nossa curadorida da Steam.