.

Ministro britânico considera os videojogos tão importantes como o cinema

Enviado por simansoxford, , 834 visualizações, 0 comentários
Ed Vaizey defendeu a importância dos videojogos durante o seu discurso na conferência Develop.

[img]hide:aHR0cDovL21iLndlYi5zYXBvLmlvLzU3Y2U1ZjQwYWQxMmQwYTlkYzcyNWJiZGU3MDc4YjlkOGMyN2M4MGIuanBn[/img]
Para o ministro britânico da cultura, Ed Vaizey, os videojogos são culturalmente tão importantes como os filmes. Durante o seu discurso na conferência Develop, que se realizou em Brighton, o ministro elogiu a indústria dos videojogos e os vários produtores que têm impulsionado a criação de novos títulos na Grã-Bretanha.

"Quando aceitei este cargo, eu não queria acreditar quando descobri mais sobre esta indústria; estava mesmo deibaixo dos "narizes" dos políticos". Vaizey, que acredita que os videojogos têm uma enorme importância para a cultura britânica, tem impulsionado novos decretos e apoios para os estúdios sediados no país e para os jovens que sonham em prosseguir uma carreira na indústria.

"Os consumidores britânicos gastam quase 4 mil milhões de libras em videojogos; a indústria contribuiu com quase 1.5 mil milhões de valor acrescentado bruto para a economia britânica, e deu origem a 25 mil empregos.", disse Vaizey durante o seu discurso.

Os estúdios britânicos criaram algumas das séries mais rentáveis da indústria dos videojogos. A CORE, agora conhecida como EIDOS, desenvolveu Tomb Raider, e a DMA Design, mais conhecida como Rockstar, deu aos jogadores a série Grand Theft Auto. Esperemos que outros ministros demonstrem o apoio necessário para esta indústria que continua a crescer por todo o mundo.
simansoxford
Enviado por simansoxford
Membro desde
27 anos, Portugal
label