.

Tony Hawk's Downhill Jan arrebenta no Wii

Enviado por tonho, , 557 visualizações, 0 comentários
Tony Hawk's Downhill Jan

Wii-mote é bem utilizado durante a jogatina

Os jogos de Tony Hawk skateboarding da Activision têm passado por mudanças muito sérias ao longo dos anos, mas esta mais nova seqüência da série principal está levando as coisas em uma nova direção: para baixo. Tony Hawks Downhill Jam toma o gameplay orientado para desempenho da série Tony Hawk, simplifica-o bastante, e tenta espremer tudo em um jogo de corrida. O resultado é um jogo espasmódico que é bom em fazê-lo sentir como se estivesse correndo, mas nada mais.

Confira os fatos!

Em Downhill Jam você pode correr como um dos vários skatistas. Tony Hawk é o único cara real lá, e muitos dos outros caem dentro de um estereótipo facilmente classificado, tais como a garota gótica, o cara eternamente bêbado, ou a autoproclamada "garota branca rica". Cada personagem tem um diferente status de inicio em cinco diferentes categorias, mas mais importante é que cada corrida começa com um pequeno clipe de entrevista com um dos skatistas, nas quais eles mostram um pouco de suas personalidades. Enquanto estes clipes começam a repetir-se logo no inicio, alguns deles são muito engraçados de um modo subversivo. O jogo oferece a você uns poucos tipos de eventos diferentes, mas o gameplay primeiramente se revolve em torno de corridas, então é isso que você passará a maior parte do tempo fazendo. Downhill Jam simplifica o desempenho do sistema de controle dos jogos anteriores de Tony Hawk consideravelmente, mas a maioria dos desempenhos ainda está lá.
Como os outros jogos para Wii que trazem direção como um componente maior, Downhill Jam usa somente o Wii Remote e mantem você segurando seus ângulos, com o D pad debaixo do seu polegar esquerdo e as teclas 1 e 2 debaixo do direito. Tocar o controlador direciona sua direção. A tecla 2 age como sua tecla de salto, mas ela tem função-dupla como tecla de desempenho de garra quando você está no ar. A tecla 1 é usada para inverter desempenhos e grinds (O skate desliza com o truck de trás sobre a borda sem encostar o tail sobre a mesma. Está manobra pode ser feita também em corrimãos). Acertar direções no D pad quando você está no chão permite que ataque pelas suas laterais, derrubando oponentes ou pedestres aleatórios que surgem no seu caminho, mas quando você está no ar, ele permite que você realize manobras diferentes. O sistema de pontuação de Downhill Jam é estritamente sobre repetição de desempenhos, então você desejará variar as coisas tanto quanto possível para conseguir multiplicar os truques mais altos.

Realizar manobras preenche o "zone bone" de gargalhadas-que-valem-a-pena, que é um nome melhorado para o "medidor turbo". Ele pode segurar múltiplas cargas, e você manda um pulso por chacoalhar o controlador. Se acontecer de você cair, você pode chacoalhar o controlador para levantar-se, mas o modo como o jogo lida com quedas e acidentes é consideravelmente misericordioso. Parece impossível ter aterrissagens ou choques completamente, mas o jogo te deixa bastante lento se você não pousa apropriadamente. Então seus choques ao invés disso vêm de devastadores objetos sólidos, como paredes, teleféricos, e assim por diante. O controle de direção parece muito bom, mas o sistema de desempenho foi simplificado demais, o que leva a alguns problemas. . Quando você anda de skate, você quer segurar a tecla 2 para agachar, então quando quer que você esteja se preparando para aterrissar, você naturalmente começa a segurar a tecla abaixada de novo. Desde que a tecla agora também agarra, apertá-la antes significa que seu skatista começará a realizar uma manobra e voltará ao solo pobremente. Visto como um todo, o controle parece um pouco descuidado.

A corrida é bastante direta, mas o design de nível definitivamente não é. Cada curso dowhill (colina a baixo) é preenchido com diferentes modos de descer. Então você deve girar seu caminho ao redor e descer uma garagem, ou você deve apenas pular tudo isso e atravessar uma janela para chegar na rua de baixo. Há uma porção de linhas de grind que têm seus caminhos através das curvas, fazendo-as muito convenientes, desde que balanceia seu skatista em um corrimão é muito mais fácil (e rápido) que direcioná-lo para baixo é. Entre a alta velocidade e a sucessão de corrimãos e trilhas, Downhill Jam pode ficar bastante confuso. Essas adições uma sensação frenética, mas isso não faz o jogo muito divertido, também. A confusão também tem desagradáveis efeitos laterais. Ã possível virar totalmente e começar a andar de skate na direção errada. O jogo tem umas mensagens de caminho errado ("wrong way") que surge, mas isso não acontece imediatamente, então você deve andar de skate alguns segundos antes de perceber que diabos está acontecendo. Algum tipo de seta "a pista continua por aqui" ("the track continues this way") faria mais sentido, mas uma vez que você aprende a rota mais rápida através do nível, isto não é um grande problema.
Alguns eventos não se focam tanto em corridas, mas eles usualmente têm um limite de tempo. Eventos Slalom (zigue-zague) dão um tempo apertado, mas cada portão pelo qual você passa dá a você mais tempo. Eventos Score (placar) exigem que você termine antes do tempo expirar, mas você é julgado por quantos pontos você marcou. O jogo também tem suporte multiplayer para quatro jogadores via tela-dividida, e você pode jogar corridas tipos single-player, como corrida, zigue-zague, manobra, e eliminatória. Você pode também jogar "steal the head" (roube a cabeça) que combina o rei da colina com uma corrida colina abaixo.

O líder consegue a cabeça, enquanto os outros skatistas rolam por ai sem elas. Você pode conseguir a cabeça ao chegar em primeiro lugar ou por derrubar o líder. O jogador que tiver a cabeça por mais tempo no final do curso é declarado o vencedor. Você pode selecionar tudo isso sozinho ou apenas escolher aleatoriamente e permitir que o jogo te provenha diferentes eventos. Como a maioria dos jogos, este é mais interessante quando jogado contra outros jogadores. Mas jogar em um quarto de tela pode fazer as cosias como descer de corrimãos e atalhos mais difíceis de notar. Considerando que o Wii tem uma rede de suporte integral, é uma pena que o jogo não oferece nenhum tipo de corrida on-line.

Graficamente, os modelos e ambientes em Downhill Jam são confusos e feios, mas pelo menos tudo se move rapidamente e usualmente mantém uma suave rotação de quadros. Como na maioria dos jogos de corrida, transmitir um bom senso de velocidade é a chave, e Downhill Jam pelo menos faz isso bem. As animações de desempenho parecem ter sido tomados dos jogos anteriores, e eles parecem OK, mas considerando o passo da ação, você não terá muito tempo para sentar e apreciar como uma manobra aérea acontece. A trilha sonora contém uma variedade saudável de músicas licenciadas de atos como Iron Maiden, Sahara Hotnights, White Zombie, Public Enemy, e Lupe Fiasco. A maioria dos efeitos sonoros soa como se eles tivessem vindo diretamente dos jogos Tony Hawk mais velhos, e alguns desses sons também saem de um autofalante do Wii Remote. Isto é uma pequena surpresa, mas não adiciona muito à experiência.
Tony Hawks Downhill Jam começa com um sistema de manobras baseados em teste-de-tempo e uma idéia interessante de como reinventá-la, mas o conceito não se desenvolve claramente de modo algum. Não há pistas diferentes o suficiente para manter a ação divertida por muito tempo, e enquanto tatear o Wii Remote para guiar funciona bem o suficiente, o resto do controle não é muito bom. Se você está absolutamente morrendo para conferir um downhill acontecendo em Tony Hawk, você deve desejar tentar a versão para DS do jogo ao invés dessa, a qual oferece múltiplas metas para cada nível e, também, jogo on-line.

Prós: Move-se rápido; funciona muito bem guiado com o wii remote.

Contras: O sistema de desempenho simplificado demais atrapalha; não tem variedade de pistas o suficiente; chega a ser feio, uma vez que você passa em alta velocidade.
tonho
Enviado por tonho
Membro desde
30 anos, Erechim - RS
label