.

Project xCloud tudo que descobrimos na GDC 2019

Enviado por Nightcrowley, , 504 visualizações, 0 comentários
[img]hide:aHR0cHM6Ly93d3cud2luZG93c2NlbnRyYWwuY29tL3NpdGVzL3dwY2VudHJhbC5jb20vZmlsZXMvc3R5bGVzL3hsYXJnZS9wdWJsaWMvZmllbGQvaW1hZ2UvMjAxOC8xMi9wcm9qZWN0LXhjbG91ZC1kZW1vLmpwZw==[/img]
2019 começou com uma grande mudança nos jogos, ao lançar as bases para serviços de streaming de jogos na Game Developers Conference (GDC). Como aconteceu com os filmes e músicas, os videogames irão parar na nuvem, com as gigantes da indústria rapidamente hospedando os seus backbones. Com a Google falando do seu Stadia, e a Microsoft fala dos seus planos para o "Project xCloud".

Hospedando uma sessão dedicada ao Project xCloud este ano na GDC, a Microsoft forneceu mais informações sobre seus planos para o streaming. E, enquanto aproveita a biblioteca existente do Xbox, sua plataforma também irá reformular significativamente sua maneira de jogar.

Como títulos 'Cloud Aware' vão mudar o jogo

[img]hide:aHR0cHM6Ly93d3cud2luZG93c2NlbnRyYWwuY29tL3NpdGVzL3dwY2VudHJhbC5jb20vZmlsZXMvc3R5bGVzL3hsYXJnZS9wdWJsaWMvZmllbGQvaW1hZ2UvMjAxOC8xMC9wcm9qZWN0LXhjbG91ZC1nYWxheHktczkuanBn[/img]
Em uma industria divida por consoles e plataformas, os jogos tradicionalmente tem como algo dispositivos em especifico, introduzindo desafios quando são convertido para novas plataformas. Porém, expandir a filosofia cross-platform está no coração da nova estratégia de jogos da Microsoft, o Project xCloud parece ampliar o ecossistema Xbox para além da sala de estar. E na GDC, a Microsoft está enfatizando a sua abordagem de "dispositivo-consciente" para o streaming de games, com a capacidade de alterar os jogos no dispositivo do jogador em todas as direções.

O foco do Project xCloud em celulares Android é uma mudança notável em relação aos seus consoles de mesa, mas a Microsoft continua batendo na tecla que não haverá necessidade de fazer nenhuma alteração no código fonte de jogos para Xbox One para mandá-los para a nuvem. A implantação servidores blade customizados estão em andamento, e eles serão compostos por componentes internos do Xbox One S, permitindo o processamento em hardware familiar. E com a Microsoft visando escalar suas ofertas do xCloud, ela lança um investimento de baixo risco para as thirds.


[img]hide:aHR0cHM6Ly93d3cud2luZG93c2NlbnRyYWwuY29tL3NpdGVzL3dwY2VudHJhbC5jb20vZmlsZXMvc3R5bGVzL3hsYXJnZV93bV9icncvcHVibGljL2ZpZWxkL2ltYWdlLzIwMTkvMDMveGJveC14Y2xvdWQtY2xvdWQtYXdhcmUuanBn[/img]
No entanto, para adaptar seus jogos a experiência do xCloud, a Microsoft está criando um novo conjunto de ferramentar. Títulos implementando ao streaming com modificação são apelidados "Cloud Aware" - um termo que esperamos ouvis mais nos próximos anos.

As APIs Cloud Aware da Microsoft irão permitir que desenvolvedores construam o seu pacote em um Xbox One existente, com as configurações automaticamente habilitadas, assim, que o streaming é detectado. Pode ser simples ajustes na interface do usuário, garantindo que o texto seja legível em uma tela de seis polegadas ou redesenhando menus para telas sensíveis ao toque. Aprimorando ainda mais os recursos, a Microsoft discutiu a reformulação de checkpoints para contabilizar as sessões rápidas em dispositivos móveis ou o matchmaking compartilhados com os servidores xCloud.

È sobre adaptar o jogos existente do Xbox One para o xCloud e e aproximando novos dispositivos com refinamentos feitos sob medida.

Assumindo o controle, xCloud em ação:

[img]hide:aHR0cHM6Ly93d3cud2luZG93c2NlbnRyYWwuY29tL3NpdGVzL3dwY2VudHJhbC5jb20vZmlsZXMvc3R5bGVzL3hsYXJnZV93bV9icncvcHVibGljL2ZpZWxkL2ltYWdlLzIwMTkvMDMveGJveC14Y2xvdWQtdG91Y2gtYWRhcHRpb24ta2l0LmpwZw==[/img]
Um aspecto fundamental da apresentação do xCloud na GDC foi ter focado nos controles e como a framework Clod Aware irá ajudar os gamers em movimento. Embora controles Bluetooth tenham um layout ergonômico familiar, a Microsoft está investindo em touch inputs nativos para celulares. Deixando de lado a necessidade de ter um controle para se tornar mais acessível aos jogadores que apenas utilizam o celular.

A Microsoft irá fornecer uma configuração padrão para controles touch (não bem claro) para títulos xCloud, mas os aplicativos Cloud Aware poderão oferecer uma integração mais profunda. O "Touch Adaption Kit" (TAK) será o responsável por isso, permitindo que os desenvolvedores configurem layouts personalizados na tela para os jogos. Um simples arquivo JavaScript Object Notation (JSON) é tudo o que é necessário, mapeando layouts em torno das demandas do jogo.


[img]hide:aHR0cHM6Ly93d3cud2luZG93c2NlbnRyYWwuY29tL3NpdGVzL3dwY2VudHJhbC5jb20vZmlsZXMvc3R5bGVzL3hsYXJnZV93bV9ibHcvcHVibGljL2ZpZWxkL2ltYWdlLzIwMTkvMDMveGJveC14Y2xvdWQtY29udHJvbHMtY3VwaGVhZC5qcGc=[/img]

[img]hide:aHR0cHM6Ly93d3cud2luZG93c2NlbnRyYWwuY29tL3NpdGVzL3dwY2VudHJhbC5jb20vZmlsZXMvc3R5bGVzL3hsYXJnZV93bV9ibHcvcHVibGljL2ZpZWxkL2ltYWdlLzIwMTkvMDMveGJveC14Y2xvdWQtY29udHJvbHMtZm9yemEuanBn[/img]
Os primeiros layouts conceituais mostram como vários gêneros se adaptam a tela. Platformers como Dead Cells e Cuphead precisam de poucos input, permitindo o desenvolvedor mapear somente o que é necessário na tela. Para o flagship de corridas da Microsoft, Forza, um deslizar de dedo pode emular o movimento do tumbstick. E esses botões podem ser contextualmente adaptáveis, alternando layouts à medida que você pula de on-foot para on-wheels em sandboxes abertos.

Ainda é muito cedo para o xCloud, e a Microsoft continua receosa quanto a revelação de detalhes como preço e disponibilidade. Com a implantação dos servidores Azure em andamento nos datacenters em mais de 50 regiões diferentes, a Gigante de Redmond ainda está preparando o terreno para suas promessas. Os testes de pré-lançamento estão programados para o final de 2019, indicando que a plataforma deverá aparecer em junho na E3 2019. Independentemente disso, com a guerra dos streaming em curso, tempos animados estão a caminho.



Nightcrowley
Enviado por Nightcrowley
Membro desde
24 anos
label