.

Michael Pachte diz que não faz sentido a Microsoft comprar a EA

Enviado por Catos, , 162 visualizações, 0 comentários
[img]hide:aHR0cHM6Ly9jZG4udGhlZW5lbXkuY29tLmJyL0lHNG1mcDdwSmY1V3hHLXZDZFhFOWVLcVVMZz0vOTcweDM2MC9zbWFydC91cGxvYWRzL2NvbnRldWRvL2ZvdG9zL2VhLWFjY2Vzc185c0hhaEFiLmpwZw==[/img]

O recente rumor que avançava que a Microsoft poderia estar a pensar em comprar a Electronic Arts deixou a indústria a especular sobre os planos da fabricante do Xbox, questionando se tal seria possível sequer.

Michael Pachter, famoso analista da Wedbush Morgan, foi questionado sobre isso mesmo e apesar de acreditar que é possível tal acontecer, diz que não faz qualquer sentido.

"A razão pela qual a Microsoft teria problemas em comprar uma editora é porque as editoras ganham mais dinheiro na plataforma PlayStation do que na plataforma Microsoft," disse o analista.

"No melhor, a compra da EA iria permitir-lhes capturar 60% das receitas, provavelmente muito menos, por isso não recompensaria em termos financeiros," acrescentou.

"Isto teria feito sentido em 2001 (quando o Xbox foi lançada), mas a estes preços, é difícil justificar. Sem esquecer que mais de metade das receitas da EA são licenciadas, a Disney e a FIFA podem não ficar contentes se as vendas dos seus jogos forem cortadas pela metade."

O rumor, avançado pelo Polygon, diz-nos que a Microsoft está à procura de estúdios e editoras para adquirir, de forma a fortalecer o seu catálogo de propriedades. No entanto, nada de concreto foi avançado, mas a indústria começou desde logo a especular.
Catos
Enviado por Catos
Membro desde
26 anos, Goiania
label