AcerAcer
AcerAcerAcerAcerAcerAcer
Crítica | Space Jam: Um Novo Legado

Crítica | Space Jam: Um Novo Legado

Quando o "velho" sobrepõe o "novo"
#Cinema Publicado por Alencar.F10, em

Space Jam: Um Novo Legado (Space Jam: A New Legacy) é a continuação indireta do filme de 1996, Space Jam: O Jogo do Século. Há 25 anos a estrela do basquete que contracenou com os Looney Tunes foi Michael Jordan. Nos tempos atuais o astro em evidência é LeBron James, atleta do Los Angeles Lakers e um dos principais jogadores da NBA e da seleção americana de basquete.

O filme é dirigido por Malcolm D. Lee, que tem como trabalho mais conhecido em sua carreira a comédia pastelão Todo Mundo em Pânico 5 (Scary Movie 5, 2013). O elenco conta com algumas caras conhecidas, como é o caso do Don Cheadle (que interpreta o Máquina de Combate nos filmes da Marvel) e Sonequa Martin-Green (The Walking Dead).

Temáticas abordadas

A essência do primeiro filme foi mantida. Ou seja, diversão. A ideia de mesclar personagens reais com desenhos animados dá naturalmente certo e as interações são muito divertidas. Ainda mais por que os Looney Tunes são personagens totalmente malucos, nonsense e caricatos. Então fica muito difícil estragar essa simbiose.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81NC9zcGFjZS1qYW0tMDUzNTY3LndlYnA=

Dentre os temas abordados em Space Jam 2, estão justamente o questionamento sobre o que é a diversão frente ao trabalho. Será que não dá para se divertir enquanto trabalha? Ou o trabalho deve ser sempre aquela coisa séria e disciplinada?

Além disso, discute-se também por que os Looney Tunes estão “escanteados” nos dias atuais. Resumindo: a temática principal de Space Jam 2 é a velha discussão do novo sobre o velho. Será que o novo não pode coexistir com o “velho”? Ou o “velho” sempre precisa ser sobreposto, atualizado e, algumas vezes, até mesmo esquecido?

Outra coisa que eu achei bem interessante no filme foi a escolha do vilão. O antagonista aqui é nada mais nada menos do que um algoritmo. O seu nome é até um trocadilho: Al G. Rhythm. É ele quem decide como os vários mundos da Warner (Harry Potter, Game of Thrones, Universo DC, etc…) chegarão aos jovens. Mas ele nunca leva a fama. Sempre quem sai com a fama são os personagens e as pessoas.

E, em minha opinião, essa é uma reflexão bem válida. Afinal de contas, boa parte do que nós vemos hoje nas redes sociais é escolhido por um algoritmo. E um algoritmo não tem alma, não tem coração, não tem emoção. Ele só quer que você fique mais e mais tempo navegando pelo feed.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81NC9zcGFjZS1qYW0tMDUzNTY4LndlYnA=

Enredo

O enredo do filme foi escrito a 8 mãos. Isso mesmo, 4 roteiristas assinam a história. Nela, LeBron James almeja que o seu filho mais novo seja um astro do basquete. E, por isso, cobra muita disciplina, seriedade e treinos do garoto. O jovem, por sua vez, é um talento da programação e ama os games. Ele até desenvolveu o seu próprio jogo de basquete que, na opinião dele, melhora ainda mais o esporte, quebrando leis da física e incluindo poderes impossíveis de serem trazidos para a vida real.

Al G. Rhythm, ao falhar na sua missão de ter o King James como “garoto-propaganda” de suas atrações, “sequestra” o filho do atleta para o mundo virtual. E é lá que o menino se sente em casa e compreendido pelo “algoritmo”.

O vilão então propõe um jogo de basquete para que LeBron James consiga recuperar seu filho e sair daquele mundo virtual maluco e insano. É aí que entra os Looney Tunes, que vão ajudar LeBron James nesta difícil tarefa de montar um time competitivo e ganhar a partida.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81NC9zcGFjZS1qYW0tMDUzNTY5LndlYnA=

E aqui até cabe uma autocrítica da própria Warner. No filme, os Looney Tunessão chamados de “cancelados”. É como se a própria empresa tivesse esquecido seus personagens clássicos para dar atenção aos novos mundos. Então o resgate aqui não é apenas do LeBron James e do seu filho, mas também dos personagensLooney Tunes.

Referências, referências, referências…

Space Jam: Um Novo Legado é repleto de referências a outros personagens e universos. LeBron James e o Pernalonga precisam reunir toda a turma dos Looney Tunes e, para isso, precisam passear por vários mundos.

Por exemplo, a Lola está no universo da Mulher Maravilha, treinando para ser uma amazona. Patolino está fantasiado de Homem-Aranha no Universo da DC, obrigando o Super Homem a salvar um trem desgovernado que o Patolino, obviamente, não foi capaz de salvar. Todos esses passeios pelos universos e referências a personagens e franquias da Warner é bem divertido de se assistir.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81NC9zcGFjZS1qYW0tMDUzNTcxLndlYnA=

Mas a inserção de outros personagens não passa disso, apenas um passeio. Apenas uma referência. Talvez teria sido mais interessante trazer esses personagens mais para dentro da trama, tendo papéis mais ativos. E isso traria até um fator surpresa para a história.

Mais do mesmo

Space Jam: Um Novo Legado usa exatamente o mesmo molde do primeiro filme, de 1996. As tiradas são as mesmas, as cenas de humor são bem parecidas e a estrutura da história também.

A diferença, obviamente, é que a estética está atualizada. Os desenhos estão melhores, há mais gráficos em 3D, as cores são mais vibrantes, saturadas e saltam bem aos olhos. E há até um elemento bem interessante da narrativa que debate se o 3D é melhor do que o 2D mesmo. Há um certo momento em que os Looney Tunes são transformados em 3D. E nenhum deles gosta dessa nova roupagem. Todos preferem permanecer desenhos mesmo.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81NC9zcGFjZS1qYW0tMDUzNTcyLndlYnA=

E essa insatisfação ressalta que toda essa “velharia”, ou seja, desenhos em 2D, têm o seu valor. É praticamente hipnótico ficar olhando os desenhos fazendo as maluquices deles, mesmo que todos nós já saibamos o que eles vão fazer. É tipo os episódios do Chaves. Todos sabemos o que vai acontecer. Mas rimos da mesma forma.

Os protagonistas

Space Jam: Um Novo Legado finalmente atinge a sua autenticidade ao colocar os Looney Tunes à frente inclusive do próprio LeBron James, astro do filme. No primeiro filme, os personagens tiveram que tomar uma água milagrosa para jogar o bom basquete. Mas neste novo longa-metragem os Looney Tunes tiveram que ser eles mesmos para conseguir vencer o desafio, ou seja, nonsense, malucos, sem limites e extremamente criativos.

Essa criatividade da loucura dos desenhos antigos ganha a tela e apesar do astro ser LeBron James, é legal perceber que quem está ao seu redor durante a partida, ou seja, os Looney Tunes, é quem merece a coroa de rei e rainha do filme.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81NC9zcGFjZS1qYW0tMDUzNTcwLndlYnA=

O diretor sabia muito bem que não tinha o fator surpresa na mão. E em nenhum momento ele apela para isso. Na verdade ele chega a brincar com esse fator. Ele quer somente divertir a plateia, mostrando todas as possibilidades que o filme poderia ser ao inserir diversos outros personagens renomados de outras franquias e universos.

Mas sempre termina neles, nos lunáticos dos Looney Tunes, que mesmo depois de tantas décadas, continuam divertidos, por mais que os algoritmos tentem provar o contrário e emplacar outras formas de entretenimento.

Conclusão

Space Jam: Um Novo Legado conversa muito bem com o público infantil mas também inclui os adultos na conversa. Arrisco dizer que o filme vai divertir mais os adultos do que as crianças.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81NC9zcGFjZS1qYW0tMDUzNTczLndlYnA=

Talvez o único pecado do filme seja não ser tão marcante nos detalhes. Poderia se ter trabalhado melhor as músicas ou trazer uma ou outra expansão de como lidar melhor com os Looney Tunes e, assim, dar origem a uma franquia mais duradoura. Mas o filme não quis.

O foco real desse filme é mais intimista. É sobre resgate. Sobre trazer esses personagens e deixá-los um pouco mais de tempo conosco, um pouco mais de tempo em evidência.

Alencar.F10
Alencar.F10
Parceiro do Site
Publicações em Destaque
#Artigos, Por meganinja,
#Games, Por PuraMaldade,
#Games, Por VSDias55,