Com o enorme sucesso do PS4 para construir e muitas oportunidades para crescer, a Sony pode simplesmente entregar sua melhor biblioteca com o PS5
Publicado por MrCalazans, em .
Geralmente, isso está no final da geração de um console, onde você pode ter uma ideia sólida de como a biblioteca daquele console ficou. Normalmente, o objetivo da biblioteca de cada console é ter algo para todos. Desde jogos de condução para fãs de corridas, jogos de tiro em primeira pessoa, RPGs, jogos de luta e muito mais. Todos os gêneros principais, bem como tantos tons deles quanto possível, devem ser representados o máximo possível. Na verdade, não ter uma biblioteca vibrante e diversificada pode ser o principal fator que leva à redução do tempo de vida de um console. Basta olhar para o Atari Jaguar, 3DO e outras plataformas que não conseguiram realmente obter qualquer tração. As probabilidades são de que os problemas com suas bibliotecas, pelo menos em parte, conduzam à sua morte prematura. Por isso, o PlayStation vem trazendo jogos diversificado para todo tipo de público alvo com seus exclusivos.

Ao mesmo tempo em que tivemos plataformas que não conseguiram obter qualquer tipo de tração, por outro lado, temos o ecossistema PlayStation, que, em sua maior parte, entregou com sucesso títulos exemplares e ótimas bibliotecas para todos os seus sistemas. Mesmo seu exemplo mais fraco disso, o PlayStation Vita, não é tão ruim a este respeito. Não deveria ser surpresa ver que o PlayStation 4 também fez um ótimo trabalho em manter o maior número possível de jogadores felizes ao mesmo tempo. Não foi copiando totalmente a abordagem do PS3.

Vídeo do YoutubeX05HVEU1cGpOTXM=
O PS4 definitivamente sacudiu um pouco as coisas para sua biblioteca a partir do que era oferecido no PS3. Um ambiente mais amigável para desenvolvedores independentes, mais ênfase em seus estúdios AAA de alto nível, e atenção especial ao gênero de ação e aventura em terceira pessoa são coisas que fazem o PS4 se destacar do PS3, pelo menos em termos de seleção de jogos. Embora seja verdade que ambos os consoles estão alinhados com praticamente todos os tipos de jogos, houve definitivamente um impulso mais concentrado nessas direções específicas. Como tal, o PlayStation 5 parece determinado a pegar e surfar na onda do sucesso que o PS4 teve com essas ideias, mas também pode estar agitando as coisas novamente com algumas mudanças perceptíveis.

Como o PS4 certamente despertou muito interesse no gênero de ação e aventura, podemos esperar que essa tendência continue. Embora a Naughty Dog provavelmente não seja a única a fazer o próximo jogo de Uncharted, eventualmente será uma coisa,. Na verdade, ficaríamos surpresos se já não estivesse sendo trabalhado. Em um nível mais macro, porém, não há como negar o sucesso dos grandes jogos em terceira pessoa no PS4 como: Horizon Zero Dawn, Marvel's Spider-Man, God of War, Ghost of Tsushima, Ratchet & Clank e The Last of Us: Part II que tiveram exibições extremamente boas tanto em crítica quanto comercialmente. Mesmo jogos pelos quais ninguém se apaixonou, como The Order: 1886 e Days Gone ainda se saíram muito bem, de modo geral. Fato é que, muitos podem não gostar, mas o sucesso do jogo, no geral, não deixará de existir, tendo estes um marco histórico na indústria dos jogos.

Seriamos loucos em pensar que todos esses grandes sucessos do PS4 não são candidatos a franquias de longa duração. Na verdade, já sabemos que muitos deles estão recebendo sequências. Sabendo disso, podemos facilmente presumir que a tendência desses títulos de grande orçamento, fortemente comercializados e de alto valor de produção continuarão, bem como novas IPs. E talvez a uma taxa exponencial. Um ponto cego do PS4 que pareceu emergir no meio da geração foi a grande quantidade de tempo entre esses lançamentos. Olhando para trás, para todos eles agora, pode parecer que haviam muitos, mas lembre-se de que isso durou sete anos. Houveram meses e meses entre eles muitas vezes, e faria muito sentido para a Sony tentar retificar isso.

Clique para ver a imagem em tamanho original

Há muito espaço entre inundar o mercado e, considerando como o PlayStation lançou seus exclusivos, acreditamos que a Sony provavelmente dará alguns passos importantes para manter um fluxo mais estável e robusto desses tipos de jogos na próxima geração . Como os jogos estão demorando cada vez mais para serem desenvolvidos, isso provavelmente será resolvido por meio de aquisições de estúdios adicionais, como a adição bastante recente da Insomniac à família PlayStation. O fato de que a Microsoft logo verá os frutos de sua onda de aquisições de alguns anos atrás, provavelmente também adiciona lenha à fogueira da Sony para se manter à frente deles nessa área. Isso é uma coisa boa para aqueles de nós que ficam no PlayStation á espera dos grandiosos jogos exclusivos.

Uma coisa que os primeiros estúdios da Sony nos mostraram ao longo da última década ou mais, é que eles não tendem a gostar de fazer exatamente a mesma coisa indefinidamente. A Guerrilla passou dos FPS como Killzone para um mundo aberto ridiculamente colorido de Horizon Zero Dawn. A Naughty Dog mudou de jogos de plataforma de mascote para jogos de ação e aventura mais fundamentadas. Enquanto a Sucker Punch mudou de Sly Cooper para inFamous e de Infamous para o Japão Feudal. Essas equipes são muitas coisas, mas estagnar não é uma delas. À luz disso, veremos um pouco mais de experimentação desses estúdios no PS5 do que vimos no PS4. Embora os jogos de ação e aventura em terceira pessoa certamente continuarão sendo uma grande parte da variedade de jogos do PlayStation, acreditamos que possamos ver mais variedade aqui desta vez. Resumidamente, um mesmo estúdio da Sony não costuma a viver apenas de uma franquia, ela se expande com novas experiências, atraindo um novo público de jogadores.

A Naughty Dog fará um RPG de primeira pessoa? Será que a Guerrilla acabará fazendo um jogo SOCOM voltado para vários jogadores? Não podemos dizer com certeza neste momento, mas provavelmente veremos alguns lançamentos de dados aqui e ali desta vez. Outra razão pela qual suspeitamos disso é porque a marca PlayStation está em um lugar muito mais seguro agora do que no início do PS4. Em 2013, o PlayStation mal havia conseguido uma pequena vantagem sobre a Microsoft, e eles provavelmente sabiam que a Nintendo iria lançar algo revolucionário em alguns anos. Era hora de jogar pelo seguro. Era hora de descobrirem exatamente o que os desenvolvedores e jogadores queriam e apenas fazer o possível para fornecerem o máximo possível. Com o sucesso de The Last of Us, Assassin's Creed, e assim por diante, era óbvio que os jogos de ação e aventura grandes e extensos eram o que estavam em alta na época, então planos foram feitos para nos dar mais de meia década deles.

Clique para ver a imagem em tamanho original

Mas não é onde estamos agora. A Sony, além de obter lucros recordes por vários anos consecutivos, também cortou custos ao encerrar sua divisão de laptops, simplificando seu departamento de TV e outras decisões que os colocaram em uma posição muito confortável financeiramente. Se há um momento para experimentar coisas novas, é agora, quando os riscos calculados são menos ofensivos e as falhas ocasionais são mais suportáveis. É um pouco semelhante aonde a Sony estava no final do PS2, o que foi um bom momento, pois vimos muitos jogos experimentais interessantes terminarem no PS3 e no Vita como resultado. Há também a carta na mangá da Japan Studio, que sempre parece fazer o que quer. Esse é um estúdio que todos devemos estar muito interessados ​​em ouvir em breve. Eles são completamente imprevisíveis,

Com a Guerrilla contratando designers mais experientes do mundo multiplayer e o PlayStation recebendo muitos jogos multiplayer novos e interessantes como Godfall e Destruction All-Stars no PS5, também é bastante claro que a Sony deseja, pelo menos, alguns grandes sucessos multiplayer em seu ecossistema. Isso é algo que eles queriam há muito tempo, e chegaram bem perto disso com os jogos Killzone e SOCOM, mas nunca atingiram o nível de recompensa que a Microsoft fez com Halo, Gears of War e Forza. Achamos que é seguro dizer que você verá o maior empurrão da Sony, talvez de todos os tempos, para realmente conseguir um grande impulso com um ou dois títulos multiplayer gigantescos. Portanto, espere que eles joguem muitas coisas contra nós nos próximos anos.

Clique para ver a imagem em tamanho original

Além disso, com menos procura por títulos independentes em torno do PS5 do que vimos no PS4, podemos acabar recebendo menos deles no console mais recente da Sony também. A Sony está provavelmente mais preocupada com a qualidade do que com a quantidade nessa área em particular agora, já que muitos dos jogos indie de nível inferior no PS4 basicamente não fizeram nada pela plataforma, a não ser entupir a loja com jogos que não vendiam. Você ainda terá seus Dead Cells ou seus Shovel Knights, mas provavelmente não verá tantos desses jogos desse porte desta vez.

Com um foco maior no que funcionou na última geração, e a capacidade de experimentar o que eles têm atualmente, devemos definitivamente estar prontos para uma biblioteca muito diversificada no PS5. Como dito anteriormente, isso é algo que nenhuma biblioteca do PlayStation teve de novo, mas ainda podemos ver o maior exemplo disso no PlayStation 5. Há muitas evidências de que os fãs do PlayStation terão muito pelo que esperar durante a próxima década.
ertuzio.scn
MrCalazans #ertuzio.scn
Sou eu, o Mr.Calazans Grandson

PSN ID: MrCalazans
Gamertag: MrCalazans
Uplay: MrCalazans
Origin: MrCalazans
Blizzard Battle.net: MrCalazans
Epic Games: MrCalazans
GOG: MrCalazans
Usuário do Site, 24 anos, Sete Lagoas MG
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.