Publicado por Evil E., em .
Clique para ver a imagem em tamanho original


A varejista especializada nos EUA, GameStop, confirmou que está fechando pelo menos 320 lojas nos próximos 12 meses.

A empresa já fechou 321 lojas como parte dos esforços de reestruturação sa empresa encerrado em fevereiro de 2020, e agora um número semelhante de suas 5.500 lojas também deve fechar até o final deste ano financeiro.

Os fechamentos ocorrem apesar da empresa reportar um lucro líquido de US$ 21 milhões no final do último ano financeiro.

Até o momento, não está claro quais territórios serão afetados, mas a empresa possui lojas em 14 países diferentes, incluindo Áustria, Dinamarca, França, Alemanha, Irlanda, Itália, Noruega, Suíça e Suécia.


"Prevemos que o fechamento de lojas seja igual ou superior a 320 fechamentos líquidos que vimos no ano fiscal de 2019 em uma base global", disse o vice-presidente executivo e diretor financeiro da GameStop, Jim Bell, a investidores em uma teleconferência nesta semana.

"É importante ressaltar que esses fechamentos de lojas são uma parte muito específica e proativa do nosso plano de desdensificação e não estão relacionados às tendências recentes dos negócios", acrescentou Bell, sugerindo que a decisão não ocorre na sequência da Pandemia do Coronavírus.


Recentemente, vários varejistas especializados em videogame sofreram fortes críticas por optarem por manter suas lojas abertas, apesar das regras de distanciamento social recomendadas pelos governos em todo o mundo. Enquanto a GameStop acabou cedendo às pressões e fechada no fim de semana passado, a varejista britânica Game não estava entre as empresas que interromperam voluntariamente as operações após o anúncio do governo de que todos os bares e restaurantes estariam fechados. Muitas lojas de jogos, incluindo Argos, Currys, CEX e Smyths, optaram por permanecer abertas em todo o Reino Unido.

A Game finalmente anunciou que iria fechar suas arenas de Belong à luz das diretrizes de distanciamento social do governo, mas inicialmente insistiu que manteria suas lojas de varejo abertas, uma perspectiva profundamente preocupante para muitos de seus funcionários da linha de frente.
Evil E.
Evil E.
Colaborador do site, 24 anos, Volta Redonda, Rio de Janeiro
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.