.

Cloudflare é processada por editora e mangaká japoneses, por fornecer serviços a sites de pirataria de mangás

Enviado por okardec, , 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original

Este pode ser o primeiro de muitos processos do tipo contra a empresa

O site de notícias japonesa Kyodo informou nesta segunda-feira, que a editora japonesa Takeshobo e um criador de mangás entraram com uma ação contra a empresa de segurança na web Cloudflare. Ambos alegam no processo que o Cloudflare é cúmplice na violação de direitos autorais ao oferecer seus serviços para sites piratas que publicam quadrinhos e mangás na Internet sem permissão.

A Takashobo e o mangaká entraram com o processo no Tribunal Distrital de Tóquio, e querem indenização por danos, e a Takashobo também solicita que os todos dados de mangás armazenados temporariamente nos servidores da Cloudflare seja excluídos.

Os autores alegam que a Cloudflare prestou serviços aos sites de pirataria de mangás, apesar de saber que o site não está oferecendo ilegalmente mangás. Entre outros serviços, a Cloudflare pode atuar como intermediário entre um servidor e seus usuários finais, fornecendo conteúdo mesmo quando o servidor original está enfrentando problemas de conexão ou ataques distribuídos de negação de serviço (DDos).

A Cloudflare é uma das maiores empresas no ramo de TI com vários serviços de fácil acesso a sites pequenos e grandes que simplificam o gerenciamento, controle e segurança destes sites. Os demandantes da ação alegam que ela é "agnóstica (sabe dos problemas) mas não toma nenhuma ação corretiva".

E como muitos sites piratas usam o serviço, se a responsabilidade for reconhecida, a Cloudflare poderá ficar em péssimas situações, ficando difícil de ser operada, e uma onda de outros processos podem ser levantados contra ela partindo de outras empresas e áreas que também sofrem com a pirataria.
okardec
Enviado por okardec
Membro desde
34 anos, Luziânia, GO, Brasil
label
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, e na nossa curadorida da Steam.