.

Sekiro: Shadows Die Twice não é RPG e não terá multiplayer

Enviado por lucasgabrielmkp, , 1917 visualizações, 0 comentários
[img]hide:aHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXNwb3QuY29tL3VwbG9hZHMvc2NyZWVuX2t1YnJpY2svMTU3MS8xNTcxOTYwMy8zNDAwMTg0LXNla2lyby1zaXRlLmpwZw==[/img]

A From Software divulgou mais informações sobre Sekiro: Shadows Die Twice em uma transmissão sobre o game hospedada na Twitch. Paralelo a isso, alguns veículos selecionados tiveram a oportunidade de experimentar uma demonstração do título, o que resultou em mais compartilhamento de informações.

O game se passa em um local fictício inspirado no Era Sengoku japonesa, mas sem o compromisso histórico de relatar fatos. Por exemplo, os cenários possuem enormes castelos que não são compatíveis com a época.

O protagonista é um shinobi (ninja) sem nome, cuja tarefa é proteger um jovem senhor pertencente à uma linhagem mística que está sendo caçado por um grupo de samurais poderosos.

Sekiro: Shadows Die Twice é definido como um game de ação e aventura, e não um RPG. Não há stats, armadura, armas, classes ou multiplayer. As modificações do personagem são todas feitas através de itens que são encontrados através de exploração.

O protagonista usa uma katana na mão direita e possui uma prótese no braço esquerdo. Este braço pode ser customizado com ferramentas de defesa ou de ataque, como a lâmina de um machado para destruir escudos de inimigos, um panchão pode atordoar oponentes e um escudo pode bloquear ataques.

Alguns elementos também podem ser combinados com a katana no braço direito. Por exemplo, a espada pode ser combinada ao panchão para fazer uma lâmina incendiária. Um sistema de pontuação permite fazer upgrades ao equipamento.

O game também possui exploração vertical. O protagonista alcança locais mais altos usando uma arma de gancho. O apetrecho também pode ser utilizado em combates para puxar inimigos.

O combate é baseado em sinais dados pela postura dos inimigos e símbolos em kanji que sinalizam golpes que serão aplicados. Os oponentes podem bloquear ataques com facilidade, mas com o tempo e a pressão, começam a perder a postura de defesa. Quando a guarda estiver baixa o suficiente, é o momento de atacá-los com tudo. Vale lembrar que o protagonista também tende a baixar a guarda conforme é atacado – a não ser que consiga fazer bloqueios perfeitos, o que faz com que o inimigo baixe a guarda.

Apesar da presença do símbolo kanji que sinaliza os golpes, o tipo de ataque depende da leitura dos movimentos dos inimigos. Cada ataque exige métodos diferentes de defesa ou de contra-ataque. Alguns golpes não podem ser bloqueados.

O jogo apresenta mecânicas de stealth mais básicas, mas que garantem mortes instantâneas. Os principais movimentos incluem bater a cabeça do oponente em uma parede ou empurrá-los de beiradas. O personagem também pode se manter incógnito ao se movimentar agachado na grama alta. Apesar de o stealth estar presente, ele não é o principal foco do gameplay.

A ressurreição é possível durante o game. O protagonista pode voltar à vida no mesmo local em que morreu, mas isto não é algo que pode ser feito toda hora. Morrer e ressuscitar cria uma oportunidade para o jogador, já que os inimigos tornam-se distraídos por acreditar que você foi derrotado. Assim, eles se tornam vulneráveis a ataques surpresa. No entanto, vale ressaltar que o próprio jogo impõe limitações à ressurreição isso e não é algo que irá torná-lo mais fácil.

Sekiro: Shadows Die Twice será lançado em 2019.
lucasgabrielmkp
Enviado por lucasgabrielmkp
Membro desde
label