.

Enslaved: Odyssey to the West - Premium Edition aparece em órgão de classificação australiano

Enviado por Anônimo, , 2439 visualizações, 0 comentários
[img]hide:aHR0cDovL2ltYWdlcy52ZzI0Ny5jb20vY3VycmVudC8vMjAxMy8xMC8yMDEzMTAwOV9lbnNsYXZlZF9vZHlzc2V5X3RvX3RoZV93ZXN0LmpwZw==[/img]
O [url=hide:aHR0cDovL3d3dy5jbGFzc2lmaWNhdGlvbi5nb3YuYXUvUGFnZXMvVmlldy5hc3B4P3NpZD1tJTI1MmZnJTI1MmZtV3hjMWViekhnV1kzSzE2cVElMjUzZCUyNTNkJm5jZGN0eD0xZ1EwVUtrMWR5QnB4UHJmYUdwR0t2SFZsbUFSejUlMjUyZlg2ZTdNQktBenhuQmVUaTlTVDJKZFFFcUJPR0dkU0RlbA==]órgão de classificação australiano[/url] listou Enslaved: Odyssey to the West Premium Edition.

Os detalhes coincidem exatamente com a da versão original do jogo, Ninja Theory como desenvolvedora, Namco Bandai como editora, multi- plataforma (o original apareceu no PlayStation 3 e Xbox 360) e uma classificação M " science fiction violence".

Enslaved: Odyssey to the West foi o segundo jogo da Ninja Theory, na sequência do sucesso de Heavenly Sword, foi lançado no final de 2010 e, apesar de ganhar elogios da crítica com nota acima de 80 no [url=hide:aHR0cDovL3d3dy5tZXRhY3JpdGljLmNvbS9zZWFyY2gvYWxsL2Vuc2xhdmVkK29keXNzZXkrdG8rdGhlK3dlc3QvcmVzdWx0cw==]Metacritic[/url] em ambas as plataformas, ele não atendeu às expectativas de vendas e afundou sem deixar vestígios.

Esperamos a Namco Bandai dar mais informações.
label