.

Autenticidade é a chave de Assassins Creed III

Enviado por Turokrj, , 8802 visualizações, 0 comentários
[img]hide:aHR0cDovL3d3dy5iaXRzZ2FtZXMuY29tLmJyL2Jsb2cvd3AtY29udGVudC91cGxvYWRzL0Fzc2Fzc2lucy1DcmVlZC0zLmpwZw==[/img]
A Ubisoft tem sido aconselhada por um consultor nativo americano, para que Assassins Creed III seja o mais fiel possível ao período da revolução americana.
"Nós levamos isso muito a sério quando decidimos ter um assassino nativo americano, queria alguém diferente, não uma jaqueta vermelha ou um patriota " , disse Alex Hutchinson , diretor criativo do jogo. "Também gostei da idéia de ter um representante de uma minoria como personagem principal, especialmente um que raramente é retratado na cultura popular."

Ao mesmo tempo, ele reconheceu que "carrega um risco significativo, então decidimos contratar um consultor nativo americano, e o ator que dá voz a Connor também é indígena." O protagonista será "como um predador", por isso incluímos a novidade de ele ser capaz de lidar com duas armas ao mesmo tempo.
"Há muitas coisas novas, e se você já viu filmes como O Último dos Moicanos, provavelmente reconhecerá algumas delas. O sistema de combate principal foi completamente redesenhado. O que os botões fazem, como eles fazem, os tipos de inimigos, estratégia, etc. "


"O objetivo", acrescentou, "era criar um personagem ágil e capaz na natureza, assim como Ezio e Altair nas cidades. Queria fazer a fronteira em uma área de jogo com superfícies irregulares, encostas e árvores" .
Turokrj
Enviado por Turokrj
Membro desde
46 anos, Danger de Janeiro
label