.

Peter Moore, chefe da divisão de games, deixa a Microsoft

Enviado por cfK, , 3 visualizações, 0 comentários
A Microsoft divulgou nota afirmando que Peter Moore, vice-presidente sênior do setor de entretenimento interativo, que inclui os negócios do Xbox 360 e do Games for Windows, decidiu deixar a companhia por "razões pessoais". Moore será substituído por Don Mattrick, ex-presidente da Worlwide Studios da Electronic Arts.

"Peter tem contribuído enormemente para o negócio de jogos ao se juntar à Microsoft em 2003 e estamos muito tristes em vê-lo partir", disse Robbie Bach, presidente da divisão de entretenimento e dispositivos da Microsoft. "Desde essa época, ele supervisionou o lançamento global do Xbox 360, liderou o negócios de Games for Windows revitalizado e renovado, e ajudou a manter o console em ascendente".

O executivo permanecerá na companhia até agosto para ajudar na transição e depois retorna ao norte da Califórnia, onde morava com a família antes de vir para a Microsoft. Moore é um dos principais "rostos" do setor de Xbox, que não perde a oportunidade de alfinetar os concorrentes. Recentemente, quando perguntado sobre os planos do Xbox 360 no Japão, ele disse que isso deveria ser dirigido para a Sony, cujo seu videogame de nova geração perde para o Wii por 6 a 1.

Irreverente, suas apresentações em conferências, como as que antecederam a E3 de 2004 e 2006, ficaram famosas. Nas ocasiões, mostrou uma tatuagem com a data de lançamento de jogos de peso, casos de "Halo 2" e "Grand Theft Auto IV". Em sua gestão, viu o Xbox 360 vender 11,6 milhões de unidades até junho deste ano, mas também teve dor de cabeça com a confiabilidade do aparelho. O problema das luzes vermelhas levou a companhia a estender a garantia para três anos e, em decorrência disso, a Microsoft gastará até US$ 1,15 bilhão. Agora, Moore será presidente da EA Sports, divisão de esportes da Electronic Arts.

O novo líder da divisão de games tem 23 anos de experiência na indústria de jogos. Mattrick fundou a Distinctive Software em 1982, que foi fundida com a Electronic Arts em 1991. Ali, passou por vários cargos de presidência até ficar no topo da Worldwide Studios, de onde saiu em fevereiro de 2006. Desde então, atua como consultor externo da divisão de entretenimento e dispositivos da Microsoft.

Fonte: UOL Jogos
cfK
Enviado por cfK
Membro desde
34 anos, Brasília
label