.

Analistas já pensam nas tecnologias de 2007

Enviado por eneas, , 0 visualização, 0 comentários
O mercado de computadores teve um ano de 2005 melhor do que muitos analistas previam. As vendas de notebooks aumentaram, os PCs centrados em multimídia ganharam mais espaço nas prateleiras e os tocadores de DVD definitivamente invadiram as salas dos consumidores.


Em termos de inovações tecnológicas, porém, não houve muito que comemorar - e provavelmente 2006 não será muito diferente.


Saltos de tecnologia na computação pessoal, como redes totalmente sem fio, laptops realmente portáteis e tecnologia de armazenamento óptico não devem chegar a preços mais acessíveis no ano que vem.


Uma coisa, pelo menos, é certa. Os processadores de duplo núcleo serão padrão, apesar de companhias como a Microsoft estarem preocupadas pelo fato de que desenvolvedores pouco estão fazendo para adaptar os seus softwares e aproveitar desses novos benefícios.


Dito tudo isso, vamos pensar já em 2007. Até lá, a Microsoft provavelmente terá lançado o Windows Vista, o tão esperado sistema operacional para substituir o Windows XP.

Desenvolvedores de softwares para usuários finais também deverão começar a criar seus programas aproveitando ao máximo as inovações trazidas pela computação em 64 bits.


Por último, o esperado é que as atuais tecnologias reservadas aos usuários de vanguarda - como placas de PC para redes de celular ou vídeo de alta definição - sejam parte de cada rede doméstica ou corporativa.


Algumas notas sobre o PC de 2007


Disponível em 2007, o Vista não será a melhor opção até que chegue o ano de 2008.


O novo sistema operacional da Microsoft chegará ao mercado com muito menos recursos do que originalmente prometido pela companhia, mas mesmo assim terá melhorias significativas em relação ao XP, além de nova interface gráfica. Segundo a Microsoft, será muito mais fácil encontrar arquivos e documentos.


Apesar das novidades e benefícios, não é recomendado que a sua empresa seja a primeira a comprar PCs já equipados com o Vista para seus empregados, diz Roger Kay, presidente da Endpoint Technologies. A consultoria Gartner divulgou recomendação similar em novembro, alertando que usuários comecem a testar o sistema em 2007 para, apenas em 2008, fazer a migração.


Consumidores, por outro lado, verão que as fabricantes de PCs logo substituirão o XP pelo Vista em computadores de prateleira, ao passo que os PCs para escritório continuarão com as configurações já asseguradamente estáveis.


O Vista, por outro lado, pode ficar mais atraente caso a Microsoft e outros fabricantes de PCs apóiem e invistam na migração para a computação de 64 bits.

Roaming para todos


Nos Estados Unidos, a operadora Verizon Wireless está com uma campanha agressiva de vendas de cartões que se conectam a redes EV-DO (evolution-data only) de celulares. Dell, Hewlett-Packard (HP) e a Lenovo já esperam que os PCs de 2006 venham equipados com EV-DO ou HSDPA (High Speed Downlink Packet Access), em fenômeno similar ao ocorrido com os chips Wi-Fi a partir de dois anos atrás.


Ao passo que essas redes de celular se desenvolvem, as empresas podem lançar também um tipo de laptop portátil no modelo "thin client". Esse tipo de computador, mesmo após anos tentando emplacar no mercado, não foi adotado maciçamente porque usuários gostam de manter todos os seus dados em um único lugar - acessível quando precisarem.


Mas se convencidos de que podem acessá-los de qualquer lugar e em qualquer momento, podem ser persuadidos a armazenar cada vez mais dados em servidores corporativos - sem o risco de perder nada caso o laptop seja esquecido em algum banco de táxi ou assento de aeroporto.


Sempre cabe mais


Armazenamento de dados em tecnologia perpendicular, o que permite guardar muito mais informação em comparação com as tecnologias atuais, vem sendo discutida há anos mas só este ano que vem aparecendo nos primeiros discos comerciais.


Em 2007, tecnologia perpendicular será o padrão. Esse fato levará os limites do armazenamento pessoal para depois da faixa de um Terabyte, segundo a maioria das estimativas de consultorias especializadas.


Já para as mídias removíveis, a grande mudança ficará por conta da lenta transição para os discos Blu-ray ou HD-DVD. Espera-se que máquinas de topo de linha comecem a adotar os novos drives já em 2006, mas não antes de 2007 as novas tecnologias começam a penetrar no mercado de massa.


Energia aditivada


Sempre deixada de lado, porém considerada parte vital da computação portátil, a vida útil das baterias deve aumentar até 2007, mas não significativamente. Melhorias estão sendo feitas nessa área, mas sempre aquele tanto de energia a mais de novos modelos é sugado pro processadores e componentes mais avançados.


Células de combustível, capazes de manter um laptop ligado por todo o dia com apenas algumas gotas de metanol, podem começar a chegar ao mercado em 2007, segundo a consultoria Frost & Sullivan.


Apesar disso, elas não equiparão todos os laptops do seu bairro ou do seu escritório. Como com qualquer tecnologia emergente, usuários de vanguarda pularão na frente, enquanto a maioria deve esperar para a estandardização. Outro problema é a distribuição e reabastecimento com combustível. Para os executivos freqüentadores de aeroportos, é preciso esperar também por regras de uso dessas baterias durante o vôo.


Fontes: IDG Now! / Martyn Williams and Tom Krazit - DG News Service, Japão
eneas
Enviado por eneas
Membro desde
37 anos, Curitiba
label