.

Adolescente hackeou a Apple com a esperança de que a empresa o contratasse

Enviado por Lothric, , 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original

Muitas pessoas têm ambições de trabalhar para a Apple, mas existem maneiras certas e maneiras erradas de fazer isso. Invadir a empresa duas vezes e ser preso por seus crimes não é a melhor maneira de garantir um emprego, mas um adolescente australiano achava que era um bom plano.

Para ser justo com o adolescente, que não pode ser nomeado por razões legais, ele ouviu que a Apple contratou um hacker europeu que invadiu seus sistemas, então ele assumiu que a empresa também lhe ofereceria um emprego para fazer algo semelhante.

O jovem de 17 anos, junto com outro adolescente, invadiu a Apple em 2015, quando tinha apenas 13 anos e, novamente, em 2017, criando credenciais falsas para invadir os servidores da empresa. Eles baixaram documentos e dados internos, mas nenhuma informação do cliente foi comprometida e a Apple não foi prejudicada financeira ou intelectualmente, de acordo com a corte.

"Ele não tinha ideia sobre a gravidade da ofensa e esperava que, quando fosse descoberto, ele pudesse conseguir emprego nesta empresa.", disse seu advogado, Mark Twiggs, ao Tribunal da Juventude de Adelaide.

Em vez de ser condenado, o adolescente recebeu um vínculo de bom comportamento de $500 (cerca de US$ 346) com 9 meses e foi instruído a usar suas habilidades para o bem.

O cúmplice do caso, que agora tem 19 anos, também evitou a prisão, recebendo um vínculo de bom comportamento de oito meses. No ano passado, foi relatado que, após a execução de um mandado na casa da família do segundo garoto, a informação roubada foi descoberta em um disco rígido em uma pasta chamada "hack hack Hacky". Seus advogados disseram que ele também sonhava em trabalhar para a empresa de Cupertino um dia - talvez aplicar o modo tradicional seria melhor e certamente menos arriscado.
Lothric
Enviado por Lothric
Membro desde
18 anos, Anápolis/GO
label