.

Ex-Microsoft lembra do Círculo Vermelho da Morte e conta como salvou o Xbox

Enviado por Turokrj, , 8529 visualizações, 0 comentários
[img]hide:aHR0cDovL2Nkbi5pbnN0cnVjdGFibGVzLmNvbS9GSU0vUE0wNi9GQlZIRFg3Si9GSU1QTTA2RkJWSERYN0ouTUVESVVNLmpwZw==[/img]
O ex-vice-presidente da divisão de entretenimento da Microsoft, Peter Moore, contou detalhes sobre o episódio do Círculo Vermelho da Morte, que por pouco não arruinou a marca Xbox logo após o lançamento do Xbox 360.

Em um podcast do site IGN, Moore lembrou dos momentos decisivos para a divisão Xbox quando o recém-lançado Xbox 360 começou a apresentar sérios defeitos de fabricação que, mais cedo ou mais tarde, iriam tornar inutilizáveis todos os consoles fabricados. O problema se manifestava com um círculo vermelho de luz em volta do botão de ligar e desligar o Xbox 360, indicando uma falha geral no aparelho, relacionada a super-aquecimento.

Segundo Moore, a Microsoft tomou conhecimento do problema somente quando o console já estava no mercado e as reclamações do público começaram a aparecer, por volta do começo de 2006.

  1. "Estávamos vendo taxas de defeito e começando a receber relatórios através do atendimento ao cliente", disse Moore.

  1. "Era uma situação em que não podíamos realmente descobrir o que estava acontecendo".


  1. "Sabíamos que tínhamos um problema. Eu me lembro de ir até Robbie Bach, meu chefe, e dizer 'eu acho que nós podemos ter um problema de bilhões de dólares aqui'. Quando começamos a fazer a análise do que estava acontecendo, quando estávamos recebendo os consoles defeituosos, foi um problema desafiador para os nossos engenheiros, e não podíamos descobrir o que era. Sabíamos que estava relacionado ao aquecimento. Havia vários tipos de correções. Lembro-me de pessoas colocando toalhas molhadas em volta da caixa".


Moore então se reuniu com a equipe de finanças da Microsoft para entender quando custaria uma solução emergencial para o problema. A solução seria extrema e caríssima para a empresa, mas o que estava em jogo era a sobrevivência da marca Xbox.

O valor estimado para salvar o Xbox 360 foi de US$ 1,15 bilhões, que seria gasto com a extensão da garantia a todos os consoles por três anos e o conserto gratuito das unidades da forma mais rápida possível. O usuário do console enviaria seu Xbox 360 defeituoso à Microsoft por Fedex e receberia um novo imediatamente. O HD era removível e poderia ficar com o usuário.

O momento em que Moore precisou contar sobre o valor e a solução encontrada ao presidente da Microsoft, Steve Ballmer, foi lembrado com ansiedade por Moore.

  1. "O momento que eu nunca vou esquecer. Eu disse a Robbie: nós temos uma reunião de revisão de negócios no edifício 34, com Steve Ballmer. Eu disse, temos que falar: Steve, aqui está o que temos que fazer. Precisamos enviar por FedEx uma caixa vazia a um cliente que tenha um problema - eles nos chamariam - com uma etiqueta de devolução do FedEx para enviar o seu console, e depois iríamos consertá-lo enviar por FedEx de volta".


  1. "Eu calculei com a minha equipe finanças, Dennis Durkin (agora o Diretor Financeiro da Activision) e Doug Ralphs (então Diretor Sênior de Finanças da Interactive Entertainment Division da Microsoft)... US$ 1,15 bilhão. Eu me lembro que US$ 240 milhões eram para o FedEx. As ações deles devem ter subido ao céu nas próximas duas semanas".


  1. "E eu estou tremendo sentado à frente de Steve, que eu amo até a morte, mas ele pode ser um ser humano intimidante. Steve disse, 'ok, me explique isso'. Eu disse, 'se não fizermos isso, esta marca estará morta. Este é um momento Tylenol'", lemrando do caso de um recall bilionário do medicamento Tylenol nos Estados Unidos.


  1. "Steve olhou para mim e disse: 'o que temos de fazer? Eu disse, 'nós temos que recolhe-los todos, e nós temos que fazer isso de uma maneira de primeira classe, 'porque quando você tira um console de um jogador e você vai gastar três semanas para consertá-lo... por isso temos que fazer tudo com o FedEx".


  1. "Ele disse: 'quanto vai custar?' Lembro-me de respirar fundo, olhando para Robbie, e dizer, 'nós achamos que é US$ 1,15 bilhão, Steve. Ele disse, 'então faça'. Não houve hesitação", lembra Moore. "Estava pensando... estou prestes a causar uma cratera nas ações da Microsoft. Na verdade, nada mudou".


Segundo Moore, os fãs do Xbox podem agradecer a Ballmer por ter salvado a marca Xbox na época. "Se você é um gamer do Xbox, você pode agradecer a Steve Ballmer por não ter hesitado. Agora, nós éramos uma empresa rica que poderia dar ao luxo de fazer isso, e nem mesmo hesitando porque a marca era mais importante".

Revisões seguidas no hardware do Xbox 360 acabaram amenizando o problema do Círculo Vermelho da Morte até torná-lo pouco frequente. Após as revisões, a Microsoft parou de oferecer a garantia estendida de três anos e os reparos imediatos via FedEx.
Turokrj
Enviado por Turokrj
Membro desde
47 anos, Danger de Janeiro
label