.

Campo Santo confirma que pararam o desenvolvimento de In the Valley of Gods

Enviado por Catos, , 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original


A Campo Santo revelou em 2017 o jogo In the Valley of Gods, o seu projeto que seguiria o aclamado Firewatch, mas desde o anúncio que não temos quaisquer notícias ou informações adicionais".

Descrito como uma entusiasmante aventura em primeira pessoa, segundo a sua página Steam, In the Valley of Gods acompanharia a jornada de Rashida, que explorava o Egito nos anos 20, à procura de uma incrível descoberta arqueológica ao lado de Zora, a sua companheira. O primeiro trailer deixou-nos rendidos e maravilhados com o seu potencial.

Em Abril de 2018, a Campo Santo confirmou que foi comprada pela Valve e assegurou que todos os funcionários mantiveram as suas posições, o que permitiria continuar a trabalhar em In the Valley of Gods.

Desde então, manteve-se a falta de notícias e novidades sobre o jogo, o que começou a gerar preocupações sobre o possível lançamento em 2019. No entanto, somente no mês passado é que as preocupações ficaram mais séries.

Quando três dos principais trabalhadores em In the Valley of Gods removeram do seu perfil qualquer menção ao jogo, os fãs começaram a especular que foi cancelado. Jake Rodkin, um dos fundadores da Campo Santo, Jane Ng, produtora em Firewatch, e Claire Hummel, directora de arte, removeram In the Valley of Gods dos seus perfis.

Quando a Valve anunciou Half-Life: Alyx, muitos especularam que a equipa de In the Valley of Gods estaria a ajudar no desenvolvimento desse jogo, algo que foi confirmado, mas que espalha incerteza sobre o futuro do jogo.


"Provavelmente tornou-se óbvio que o otimista '2019' no trailer de anúncio não será real," reconheceu Rodkin ao Polygon. "No final, o Valve Time faz de todos nós tolos. Mas sim, os programadores da antiga equipe Campo Santo juntaram-se a outros projetos na Valve, incluindo Half-Life: Alyx. Como pode imaginar, a nossa experiência no gênero de aventura na primeira pessoa é muito relevante."



"Nos integramos a Valve, tornou-se claro que existia muito trabalho precioso para se fazer em Alyx, alguns começaram a dar uma ajuda e desde então tornou-se em um projeto que ocupa muito tempo no momento que nos aproximamos do lançamento. De igual forma, alguns ex-Campos trabalham em Dota Underlords, alguns no Steam e por aí adiante."


Com a equipe dispersa pela Valve, In the Valley of Gods está parado e o futuro do jogo incerto. Rodkin diz que "certamente parece um projeto ao qual as pessoas podem e devem voltar," algo que não soa muito concreto.

Rodkin disse que se voltarem a In the Valley of Gods, tratarão de o anunciar de forma entusiasmante e até lá, pode continuar a rever o trailer de 2017 e a sonhar com o jogo que poderia ter sido.
Catos
Enviado por Catos
Membro desde
28 anos, Goiânia
label