.

Nintendo, Microsoft, Sony e mais empresas tech estudam reduzir produção na China

Enviado por Catos, , 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original


Fabricantes de eletrônicos e videogames como Microsoft, Nintendo, Sony, HP, Dell, Google, Apple, Amazon, dentre outras; pretendem realocar suas produções da China.

De acordo com várias fontes anônimas citadas pelo site Asian Review, as companhias citadas acima planejam retirar da China até 30% da produção de dispositivos eletrônicos.

A Microsoft, Sony, Nintendo, Google e Amazon também estão querendo realocar a produção de seus videogames e gadgets para fora do país em questão.

Além destas, outras marcas grandes tais como o Lenovo Group, a Acer e a Asustek Computer, por sua vez, estão avaliando estratégias para se retirarem também.

O encerramento destas produções na China é influenciado pela batalha comercial entre Washington e Pequim, com aumentos de taxas de importação e custos de fabricação em ambos os lados.

Graças a isso, as companhias começaram a examinar alternativas, incluindo marcas ligadas a data centers e fabricação de produtos de rede e demais componentes eletrônicos.

Nomes como a Quanta Computer, Foxconn Technology e Inventec, por exemplo, estão explorando estratégias para sair da China a pedido de clientes dos Estados Unidos.

As medidas podem ser um choque para o mercado de exportação da China que, atualmente, é o país que mais produz PCs e smartphones no mundo todo.

Vale lembrar que no mais recente G20, a Microsoft, a Nintendo e a Sony se uniram para pedir que os videogames fossem retirados da lista de produtos que o governo de Donald Trump estava considerando impôr tarifas.

O argumento geral das marcas foi que as tarifas sobre consoles poderiam causar um "efeito negativo e assim, prejudicar o ecosistema de videogames" (via VideoGameChronicles).
Catos
Enviado por Catos
Membro desde
28 anos, Goiânia
label