.

Diretor de Star Citizen diz que Anthem ainda tem salvação

Enviado por Nightcrowley, , 1422 visualizações, 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original

Não é segredo para ninguém que Anthem teve um lançamento difícil, repleto de bugs e problemas de performance que afetaram a experiência que a BioWare tentaram entregar. Desde seu lançamento a dois meses atrás, a equipe da BioWare tem tentado fazer o seu melhor para implementar as correções e melhorar a aventura. E com a matéria da Kotaku que expôs os problemas durante o desenvolvimento, só deixou os fãs mais irados.

Em um bate papo com a Newsweek, o diretor/criador de Star Citizen Chris Roberts discutiu o que aconteceu com Anthem (e com No Man's Sky) de uma perspectiva de alguém que entende a dificuldade de desenvolver jogos tão grandes e ambiciosos. Ele ainda acredita que há esperança para o Anthem, desde que o pessoal da BioWare não desista de melhorá-lo.


Vocês já viram isso em No Man's Sky e Sean Murray. Deixe-me explicar. Eles tinham apenas 13 [desenvolvedores] e construíram algo incrível. Eles não deveriam ter sofrido a quantidade de abuso e críticas que eles sofreram quando [o jogo] foi lançado. Com um desafio técnico de criar algo tão grande com tantas coisas e uma equipe tão pequena, eu tiro o meu chapéu, pois estou muito impressionado com seu talento.

O problema foi a expectativa dos jogadores que estava muito além daquilo. Eles imaginaram todo esse material extra. Quando ele foi apresentado pela primeira vez, talvez houvesse algumas coisas que, por meio de iteração ou qualquer outra coisa, eles não conseguiram incluir no jogo. Eles foram muito maltratados, ridicularizados e simplesmente abaixaram a cabeça e continuaram atualizando, e tornando ele melhor e melhor. E agora essa percepção mudou.

Eu diria o mesmo para Anthem. Eu joguei, então sei que há muitas coisas que são legais lá, coisas que funcionam e que há algumas coisas que não funcionam. É tipo o que estamos fazendo em Star Citizen. É só interação. Espero que a EA e a BioWare não desistam dele, que eles abaixem as suas cabeças, implantem e melhorem as coisas para dêem certo. O destino é um processo contínuo. É mais ou menos assim que esses jogos são.

Muito dos gamers não entendem bem o quão difícil é entregar tudo funcionando perfeitamente. As expectativas continuam aumentando e, de certa forma, essas expectativas podem ser tornar maiores do que é humanamente possível entregar. Então você se vê diante de uma outra realidade, que é como se você trabalhasse nele por um tempo e só precisasse sair. Continue trabalhando, continue nadando.


Roberts então destacou que a BioWare poderia ter adiado o game se a Electronic Arts Não tivesse fungando em seus cangote para lançar o jogo antes do final do seu trimestre.


Há alguns games que são [lançados] totalmente quebrados, mas eu não diria que Anthem é um deles. Definitivamente tem alguns aspectos divertidos e mecânicas divertidas, e acho que algumas das críticas podem ser resolvidas. Não olho para ele e digo que está terminalmente quebrado. Olho para ele e vejo que há um monte de coisas aqui.

Queria que tivesse um pouco mais, que ele fosse um pouco mais profundo e desejo que parte da lore e da história fosse um pouco mais dinâmica. Quando ele foi lançado achei que seria algo mais dinâmico, e me senti estático quando eu o joguei. Para ser honesto com vocês, Destiny tinha algumas coisas na história bem estática. Ele não era diferente do que eu tinha experimentado.

Parte do problema de Anthem vem como punição a EA, então as pessoas estão dispostas a odiá-lo porque elas acham que a EA estraga tudo. Tivemos Andromeda, que deu a impressão que foi feito as pressas. E agora dá a impressão que tudo é feito as pressas. Então tivemos aquele artigo do Kotaku, que meio tentou apagar fogo com gasolina.

Para situações como Anthem, é o resultado de fricção entre as necessidades de uma empresa de capital aberto e o desenvolvimento. No desenvolvimento, se você não se importa muito com os trimestre e coisas do tipo, você adia por um ano para polir, adicionar mais coisas e libera quando estiver pronto.


E vocês concordam com as ideias do diretor de Star Citizen? Deixe nos saber nos comentários.

Via: [Newsweek]
Nightcrowley
Enviado por Nightcrowley
Membro desde
25 anos
label