Ex-desenvolvedor de Battlefield e Mirrors Edge alega que as conquistas prejudicam os jogos

Ex-desenvolvedor de Battlefield e Mirror's Edge alega que as conquistas prejudicam os jogos

Elas restringem os jogos, atrapalham e desvia a atenção.
#Games Publicado por coca, em

As conquistas ou troféus existem nos jogos há anos e isso já se tornou algo padrão da indústria, com muitos jogadores focando horas e mais horas do seu tempo para fazer 100% de um jogo.

No entanto, será que as conquistas/troféus são boas para os jogos? Bem, de acordo com as palavras do Fredrik Thylander, Ex-desenvolvedor de Battlefield e Mirror's Edge, e atualmente faz parte da Ubisoft Massive, as conquistas prejudicam os jogos.

Leia Também:

  1. Caso Starfield tenha uma sequência, ela não sairá antes de 2035
  2. Demo de One Piece Odyssey já está disponível; confira uma comparação do jogo rodando no PS4, PS4 Pro e PS5

Fredrik Thylander atualmente está trabalhando na franquia The Division na Ubisoft Massive, disse nas redes sociais que enquanto estava na DICE antes de ingressar na Massive, ele foi co-responsável por criar a lista de conquistas para Mirror's Edge.

"Opinião impopular: as conquistas/troféus têm sido ruins para os jogos. Elas restringe os jogos, atrapalha e desvia a atenção e consome recursos que poderiam ter tornado o jogo melhor."

Um dos principais fatores das conquistas ou troféus é aumentar a duração dos jogos. Podemos usar como exemplo um jogo single-player que pode ser finalizado em 13 horas sem problemas.

Mas caso você tenha interesse em fazer 100% do jogo, o jogo pula de 13 horas para 20 horas e assim por diante. Outro fator também é sobre o preço, pagar caro em um jogo para zerar em um fim de semana e depois nunca mais abrir pode ser decepcionante, nessa parte tem as conquistas para "animar" o jogador.

Qual sua opinião sobre as conquistas/troféus?

coca
coca

Me segue lá no Twitter.

Equipe do Site, Narnia do oeste ao lado sul do norte meio oeste
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.