Sony afirma que a verdadeira estratégia da Microsoft é tornar o PlayStation como a Nintendo

Sony afirma que a verdadeira estratégia da Microsoft é tornar o PlayStation como a Nintendo

Sony diz que os jogos da Activision, “em particular Call of Duty”, são “críticos” para o PlayStation.
#Games Publicado por coca, em

Já estamos praticamente em Dezembro e em algumas semanas irá completar um ano desde que a Microsoft anunciou a compra da Activision Blizzard por quase US$ 70 bilhões.

E durante todo o ano de 2022 tivemos muita confusão entre as grandes empresas, principalmente com a Sony tentando de todas as maneiras melar essa compra e é claro, garantir Call of Duty para sempre no PlayStation.

Leia Também:

  1. God of War: Ragnarok vendeu 5.1 milhões de cópias na primeira semana
  2. Valorant pode estar finalmente chegando aos consoles

De acordo com novos detalhes recentes, a Sony afirma que a verdadeira estratégia da Microsoft é tornar o PlayStation como a Nintendo, no sentido de não competir no espaço de FPS para maiores de 18 anos.

"A Microsoft afirma que o modelo diferenciado da Nintendo demonstra que o PlayStation não precisa de Call of Duty para competir efetivamente. Mas isso revela a verdadeira estratégia da Microsoft”, diz o comunicado da SIE. “A Microsoft quer que o PlayStation se torne como a Nintendo, para que seja um concorrente menos próximo e eficaz do Xbox.

Após a transação, o Xbox se tornaria o balcão único para todas as franquias de FPS mais vendidas no console (Call of Duty, Halo, Gears of War, + Doom, Overwatch), como explica a decisão, e então estar livre de sérias pressões competitivas."

A declaração da Sony afirma que os jogos da Activision, “em particular Call of Duty”, são “críticos” para o PlayStation.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy82Ny9zZWd1bmRvLWVzdGltYXRpdmEtc29ueS1wb2RlLXBlcmRlci1hdGUtdXMtMjYyLTYtbWlsaG9lcy1lbS1yZWNlaXRhLWFudWFsLWNhc28tY2FsbC1vZi1kdXR5LXNlamEtZXhjbHVzaXZvLWRvLXhib3gtMDY2MTkxLndlYnA=

"Todos os jogos desde que Call of Duty foi lançado pela primeira vez em 2003 consistentemente lideraram as paradas de vendas”, afirma, passando a compartilhar números percentuais editados da parcela de seu público que acredita que teria perder para o Xbox caso o CoD se torne exclusivo.

"Ignorando esses fatos, a Microsoft argumenta que a Nintendo teve sucesso sem acesso ao Call of Duty”, continuou. “Isso perde o ponto. A decisão identifica um amplo corpo de evidências mostrando que a Nintendo oferece uma experiência diferenciada para Xbox e PlayStation porque está focada em jogos familiares que são muito diferentes de jogos PEGI 18 FPS como Call of Duty.

Isso é apoiado pelos documentos internos da Microsoft, que, segundo a CMA, mostram que: “Em geral, os documentos internos da Microsoft rastreiam o PlayStation mais de perto do que a Nintendo, com a Nintendo frequentemente ausente de qualquer avaliação competitiva interna."

E na sua opinião, qual a verdadeira estratégia da Microsoft?

Fonte: VGC
coca
coca

Me segue lá no Twitter.

Equipe do Site, Narnia do oeste ao lado sul do norte meio oeste
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.
Publicações em Destaque