Conheça os detalhes da Placa de vídeo GTX 1050

Conheça os detalhes da Placa de vídeo GTX 1050

Uma clássica placa da NVIDIA.
#Tecnologia Publicado por CODORÇO, em

Hoje vamos falar da GTX 1050, placa de vídeo de entrada que leva o número "50" em seu nome, serie que geralmente é apresentada como as soluções mais custo benefício de cada geração. Não é atoa que essa GTX 1050 foi uma ótima solução custo-benefício pra quem quis migrar para a geração 10 da linha GeForce.

Essa GPU vem com versões de 2, 3 e 4 GB de memória dedicada Vram, além é claro da variante Ti, que por sua vez é bem mais poderosa.

Neste artigo vamos abordar o seu lançamento, desempenho, variantes e se ainda vale a pena adquirir uma GTX 1050 em 2021.

Lançado em 2016, a GTX 1050 chegou no Brasil com ótimos preços competitivos, sendo uma das mais procuradas por gamers que querem umA placa de entrada para jogar games da 8° geração em "bom desempenho" ou da 7° geração sem nenhum tipo de problema. A GTX 1050 chegou em sua época com o preço de R$ 600 reais e sua versão TI no valor de R$ 750 Reais.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81Ni9ndHgtMTA1MC0wNTUyNTMud2VicA==

(click na imagem para ampliar)

A GTX 1050 é a placa de vídeo mais simples da Nvidia com arquitetura Pascal, ela promete mais desempenho e melhor experiência em realidade virtual. Ela pode ser encontrada em versões para desktop e notebook e é um dos modelos mais acessíveis para jogos com resolução Full HD 1080P.

Em comparação com sua antecessora ( GTX 950 ) podemos ver que a GTX 1050 veio com vários upgrade, e também alguns downgrades, ganhando aumento nos clocks, velocidade das memórias, além de diminuição no consumo de energia utilizada pela placa de vídeo ganhando assim um desempenho um pouco superior a GTX 950. Diferença essa que não justificava a troca das mesmas, a não ser que você optasse por trocar a 950 pela 1050 Ti, aí sim a troca faria mais sentido. Pois além de ter um desempenho melhor que a sua versão normal, ela ainda ostentava mais de memória VRAM, totalizando 4GB de Vram.

Ao todo, a Nvidia disponibiliza a GTX 1050 em três variantes. Os modelos de 2 GB ou 3 GB utilizam a mesma nomenclatura e têm preços a partir de R$ 600 e R$ 680, respectivamente. Já a placa com 4 GB é chamada GTX 1050 Ti e custava cerca de R $750,00 em lojas online.

Modelos
Especificações:GTX 1050 (2 GB)GTX 1050 (3 GB)GTX 1050 Ti (4 GB)
Preço:R$ 600R$ 680R$ 750
NVIDIA Cuda Cores:640768768
VRAM:2 GB GDDR53 GB GDDR54 GB GDDR5
Clock básico:1354 MHz1392 MHz1290 MHz
Boost Clock1455 MHz1518 MHz1392 MHz
Fonte recomendada:300 W300 W300 W

Claro que esses números base não eram uma regra na GTX 1050, ao longo do tempo de seu lançamento a mesma foi produzida por diversas marcas, ostentando diversas melhorias em seu desempenho e sistema de refrigeramento. O que permite ao comprador encontrar não só o modelo ideal para seu orçamento e gabinete, mas também diversas outras propostas de design, os modelos produzidos por marcas distintas podem ser maiores ou menores, além disso algumas versões da GTX 1050 vem com overclock de fábrica o que é um diferencial para determinados tipos de uso. Dentre as fabricantes mais conhecidas que fizeram modelos da GTX 1050 estão a Asus, PCyes, Gigabyte, EVGA, MSI, Gainward, Palit e Duex. Abaixo irei listar os 4 melhores modelos de GTX 1050 lançados no mercado brasileiro.

ASUS NVIDIA GeForce GTX1050 2GB DUAL-GTX1050-O2G GDDR5 90YV0A80-M0NA00

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81Ny9ndHgtMTA1MC0wNTY0MTUud2VicA==

Este modelo da Asus usa a tecnologia AUTO-EXTREME com Super Alloy Power II, que remetem a placa de vídeo um processo de produção 100% automatizado que incorpora materiais premium para um novo padrão de qualidade. Seu design de ventoinhas duplas entregam 2X mais fluxo de ar, combinando uma refrigeração aperfeiçoada com um ambiente de jogo e computação mais agradável.

Por ter dois coolers garantindo uma ótima refrigeração a Asus optou por fazer um Overclock de fábrica neste modelo, seu clock base é de 1404 MHz podendo chegar em até 1518 MHz no boost.

Especificações:

  1. Modelo: DUAL-GTX1050-O2G
  2. Clock GPU Base: 1404 MHz
  3. Clock GPU Boost: 1518 MHz
  4. Núcleo CUDA: 640
  5. Capacidade: 2GB Vram
  6. GPU Tweak II com XSplit Gamecaster
  7. Auto-Extreme com Super Alloy Power II
  8. Dimensões: 21.2 x 11.4 x 3.8 centímetros
  9. Refrigeramento: Dual FAN

EVGA NVIDIA GeForce GTX 1050 SSC Gaming 2GB

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81Ny9ndHgtMTA1MC0wNTY0MTYud2VicA==

A EVGA NVIDIA GeForce GTX 1050 Superclocked possui um visual mais compacto, perfeita para computadores menores que possuem menos espaço interno. Aqui vemos que a EVGA escolheu um design mais minimalista, porém mesmo com um cooler a menor a marca não abriu mão acrescentar nesse modelo um Overclock de fábrica.

Aqui a EVGA optou por fazer um Overclock de fábrica até maior que o modelo Dual fan da Asus. Seu clock base é de 1417 MHz podendo chegar a até 1531 MHz no boost.

MHz no boost.

Especificações:

  1. Modelo: 02G-P4-6152-KR
  2. Clock GPU Base: 1417 MHz
  3. Clock GPU Boost: 1531 MHz
  4. Núcleo CUDA: 640
  5. Capacidade: 2GB Vram
  6. Dimensões: 111.15 x 144.78 mm
  7. Refrigeramento: ACX 2.0 Single FAN

Gigabyte NVIDIA GeForce GTX 1050

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81Ny9ndHgtMTA1MC0wNTY0MTkud2VicA==

Neste modelo a Gigabyte decidiu utilizar um design dual fan. E aproveitando o maior fluxo de ar concedeu a essa GTX 1050 um Clock GPU Base de 1379 MHz podendo chegar até 1518 MHz em boost

Especificações

  1. Clock GPU Base: 1379 MHz
  2. Clock GPU Boost: 1518 MHz
  3. Núcleo CUDA: 640
  4. Capacidade: 2GB Vram
  5. Dimensões: 21.2 x 11.4 x 3.8 centímetros
  6. Refrigeramento: Dual FAN

Zotac NVIDIA GeForce GTX 1050

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81Ny9ndHgtMTA1MC0wNTY0MTgud2VicA==

Este modelo da Zotac possui os mesmos clocks básicos sugeridos pela Nvidia, em seu designer temos um único fan assim não mudando muito do projeto básico da mesma. Seu tamanho é compacto e perfeito para aqueles que não tem um gabinete com muito espaço.

Especificações

  1. Clock GPU Base: 1354 MHz
  2. Clock GPU Boost: 1455 MHz
  3. Núcleo CUDA: 640
  4. Capacidade: 2GB Vram
  5. Dimensão: 144.78mm x 111.15mm
  6. Refrigeramento: Single FAN

MSI NVIDIA GeForce GTX 1050

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81Ny9ndHgtMTA1MC0wNTY0MTcud2VicA==

A MSI foi um pouco mais ousada, ela entregou o modelo com maior Overclock de fábrica da GTX 1050, além disso também disponibilizou 3 perfis de escolha para a mesma.

São 3 modos de escolha, o primeiro é o modo OC, o segundo modo Gaming e o terceiro modo Silent todas com margens diferentes de trabalho.

Seu design foi feito utilizando dois fans, assim garantindo uma boa eficiência de resfriamento para segurar o melhor tipo de overclock.

Especificações

  1. Modelo: 1050 GAMING X 2G
  2. Clock GPU OC: 1556 MHz / 1442 MHz
  3. Clock GPU Gaming: 1531 MHz / 1417 MHz
  4. Clock GPU Silent: 1455 MHz / 1354 MHz
  5. Capacidade: 2GB Vram
  6. Dimensões: 229mm x 131mm x 39mm
  7. Refrigeramento: Dual FAN
Consumo

Todos os modelos da GTX 1050 precisam apenas de uma fonte de 300 W para funcionar. O baixo consumo de energia garante a proposta mais custo benefício da GTX 1050 e acaba dispensando fontes que tenham conectores adicionais de energia para VGA. De acordo com a Nvidia, esse é um dos pontos mais positivos da placa, que pode ser usada até mesmo em computadores mais simples, já que não exige mais energia do que o conector PCI-Express oferece.

Diferente de outras placas Pascal, a construção da GTX 1050 é baseada no processo de 14 nanômetros. Essa mudança permitiu a inclusão de mais transistores no processador, para trabalhar com frequências maiores e entregar uma performance mais elevada com o mesmo TDP da versão anterior.

Mais notícias sobre Placa de vídeo:

  1. Placa de Video da Intel é mais lenta que uma RX 550
  2. RTX 3060 é anunciada
  3. Placas de Vídeo Intel Arc chegam em 2022
  4. As 5 melhores placas de vídeo da série GTX
Desempenho em jogos

Segundo a Nvidia, a GeForce GTX 1050 é indicada para rodar boa parte dos games em qualidade Full HD (1920 x 1080 pixels). Porém, é importante observar que apenas a GTX 1050 Ti deve conseguir executar jogos nesse padrão com menor dificuldade, por ter mais memória VRAM. Nesse caso, vale a pena pagar um pouco mais pelo modelo Ti, e garantir a execução de jogos com maior facilidade.

Para quem não conhece os segmentos da Nvidia vou deixar uma imagem para ajudar o entendimento de que cada número representa em uma placa.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81Ni9ndHgtMTA1MC0wNTUyNjIud2VicA==

Como ilustrado acima o final "50" sempre foi dado às placas de vídeo de entrada de cada geração da Nvidia, alguns modelos recebiam também uma versão TI que eram geralmente de 20% a 30% mais poderosas.

Mesmo a GTX 1050 sendo uma placa de vídeo de entrada ela executava perfeitamente seu trabalho até mesmo em jogos mais pesados, aliás, ainda executa, agora vou listar alguns testes dessa placa com os mais diversos jogos a comparando com suas outras versões ou rivais diretas. Aqui temos um teste de performance com diversos jogos de oitava e nona geração rodando na GTX 1050.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81Ny9ndHgtMTA1MC0wNTY0Nzkud2VicA==

Como vimos acima nos teste feito na GTX 1050 pelo portal CPUCheck, dos 62 Jogos testados apenas 34 conseguiram ficar acima da margem jogável de 30FPS e destes 34 apenas 3 ficaram acima dos 60FPS. Os testes foram feitos em conjunto com um I7 8700k com os jogos sentados no Ultra a uma resolução de 1920x1080. Infelizmente, o desempenho dos jogos não foi tão impressionante.

Porém o Cenário pode mudar um pouco ao baixar as configurações, com as configurações no Alto utilizando mesmo processador e mesma resolução 58 dos 62 jogos ficaram acima da margem jogável de 30FPS e 21 jogos ficaram acima dos 60FPS.

Então vimos que a GTX 1050 foi feita para aqueles que querem uma placa de vídeo para usufruir de jogos sem se preocupar com as pré definições gráficas.

Tecnologia Pascal

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81Ny9ndHgtMTA1MC0wNTY1MDUud2VicA==

Um dos grandes destaques da geração Pascal é a troca da litografia. Com o uso dos 14nm FinFET, as placas baseadas nessa microarquitetura conseguem colocar mais transistores em menor área, entregando dessa forma mais performance.

Uma tecnologia bastante interessante da nova geração é o Simlutaneous Multi-Projection (SMO), recurso que torna as placas Pascal mais eficientes na hora de renderizar múltiplas imagens em diferentes pontos de vista. Esse recurso possibilita a uma placa de vídeo renderizar até 16 pontos de vista simultaneamente e de forma mais ágil.

Diferente das outras placas de arquitetura Pascal, a GeForce GTX 1050 não apresenta os requisitos mínimos para as tecnologias de realidade virtual, então fica evidente que ela é especialmente voltada para a jogatina casual.

Outro recurso introduzido é o Ansel, uma ferramenta de captura de imagens com muito mais possibilidades que o tradicional "print". O Ansel é capaz de renderizar novos pontos de vista, fazer capturas em alta resolução e até mesmo capturar cenas em 360º.

O Ansel é de fácil implementação em games, sendo que o SDK é aberto. Porém a Nvidia afirma que pode existir desenvolvedores que não irão implementar o recurso pois pode ser usado de forma de trapaça para ganhar vantagens em jogos competitivos.

Apesar de ser uma placa que veio para substituir a GeForce GTX 950, vimos que o desempenho da GTX 1050 que é similar ao da GTX 960, algo viável graças às diversas melhorias da arquitetura.

Memorias GDDR5

Uma das coisas que aumenta o desempenho da GTX 1050 é a tecnologia de memória GDDR5. A tecnologia desta placa recebeu uma série de melhorias internas para garantir melhores performances, sem precisar alterar muito o projeto de funcionamento base.

Com interface de 128 bits e capacidade de transferência de até 7 gigabits por segundo, os módulos instalados na GeForce GTX 1050 conseguem alcançar desempenho bem superiores aos das antigas gerações, sendo um upgrade significativo se comparada à GTX 950. De acordo com as informações da NVIDIA, o subsistema de memória da GeForce GTX 1050 utiliza técnicas de compressão de memória sem perda de qualidade para reduzir as demandas de largura de banda da memória RAM.

Com esse tipo de funcionalidade, a GTX 1050 consegue reduzir a quantidade de dados escritos na memória, moderar o montante nas transferências entre as unidades de textura e o buffer e diminuir as informações transferidas para a memória cache L2 .

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81Ny9ndHgtMTA1MC0wNTY1MDQud2VicA==

Assim como qualquer outra placa Pascal, a GTX 1050 conta com algoritmos que determinam de forma inteligente como os dados devem ser compactados. Um desses recursos é o delta color, que calcula as diferenças entre os pixels em um bloco e armazena somente referências, podendo reduzir os dados significativamente.

O desfecho do uso dessa tecnologia na arquitetura Pascal é uma redução na quantidade de bytes que devem ser buscados na memória em cada frame. O ganho com essa funcionalidade é perceptível na largura de banda da memória, gerando uma redução de até 20% na procura por informações.

GPU Boost 3.0

A tecnologia de GPU Boost já é utilizada nas placas da NVIDIA há muito tempo, sendo a principal responsável por garantir desempenho extra em várias situações. Com base nos parâmetros de hardware, o chip gráfico pode fazer ajustes no clock da GPU até que ele atinja uma determinada temperatura.

Essa funcionalidade resulta no ganho de performance adicional quando a Placa de vídeo percebe que é necessário mais força de processamento e verifica que há espaço para efetuar tal mudança em sua frequência.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81Ny9ndHgtMTA1MC0wNTY1MDYud2VicA==

Com a chegada da terceira versão da tecnologia, a NVIDIA consegue obter ainda mais performance do chip gráfico, pois agora o componente trabalha com ajustes de tensão mais dinâmicos, os quais regulam a frequência constantemente e garantem sempre o melhor desempenho.

O resultado é uma curva de alta flexibilidade que ajusta a adaptação do chip de acordo com o espaço disponível para esse aumento no clock, obviamente sem exceder a temperatura máxima de trabalho. Basicamente, diferente da sua versão anterior, o GPU Boost 3.0 não deixa escapar nenhuma oportunidade de overclocking, consequentemente ultrapassando até mesmo o limite de Boost de referência.

Resumo

A GTX 1050 tem ótimos atributos, ela é uma placa de baixíssimo consumo que a torna compatível com praticamente qualquer computador. Sua principal vantagem é que consegue ser bem barata. O problema da GTX 1050 é que ela está limitada a 2GB de Vram, uma quantidade que é insuficiente em alguns games para a resolução FullHD. Nesse aspecto, a RX 460 ( Sua concorrente) fica em vantagem tendo versões com 4GB.

A GTX 1050 é uma opção para quem quer jogar games da nona geração em qualidade média na casa dos 30FPS ou mais.

Mesmo assim, ela não deixa de ser uma placa interessante, podendo atender as pessoas que querem mais performance que uma RX 460 e não vê problema de estar limitado a apenas com 2GB de Vram. Porem recomendo uma forte pesquisa antes de comprá-la, pois pode ser mais vantajoso investir em uma GTX 1050 Ti e usufruir de mais memória e força adicional.

Gostaram da matéria pessoal? Não deixem de comentar abaixo. Nos contem como foi sua experiência com a tão querida GTX 1050.

Mais notícias sobre Placa de vídeo:

  1. Placa de Video da Intel é mais lenta que uma RX 550
  2. RTX 3060 é anunciada
  3. Placas de Vídeo Intel Arc chegam em 2022
  4. As 5 melhores placas de vídeo da série GTX
CODORÇO
CODORÇO #codorco

Análises e Tutoriais - Youtube: Codorco

TwitterInstagramBlog

Contato - [email protected]

Equipe do Site, Rio Grande do Sul - Gravataí
Publicações em Destaque
#Games, Por VSDias55,
#Games, Por DreadnaughtBR,
#Games, Por VSDias55,