11 jogos que mereciam uma sequência

11 jogos que mereciam uma sequência

Infelizmente algumas séries morrem no primeiro título.
#Games Publicado por Vinicius, em

Durante a geração passada, tivemos muitas franquias novas nascendo, além de continuações de séries antigas. No entanto, alguns jogos clássicos até hoje os jogadores aguardam uma sequência.

Pensando nisso, preparamos essa lista com alguns jogos que infelizmente nunca chegaram a receber uma sequência, mas que com certeza mereciam. Lembrando que apenas jogos que nunca chegaram a receber uma sequência entraram na lista.

L.A. Noire

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81NC8wNTMyMzYud2VicA==

Um jogo que passou por muitos problemas durante o seu desenvolvimento, cujo estúdio chegou a ser fechado. L.A. Noire entregou uma experiência bem diferenciada para sua época, a qual cativou muitos jogadores.

Se passando em uma Los Angeles dos anos 40, a história acompanhava o policial Cole Phelps. O jogo seguia o padrão dos outros títulos da Rockstar, um mundo aberto combinado com tiroteios, embora dessa vez colocando o jogador do outro lado da lei.

L.A. Noire possuía uma mecânica que conseguia o distinguir dos outros do gênero: sua mecânica de interrogação. Graças a um sistema de captura de expressão impressionante até mesmo para os dias de hoje, o jogo permitia que os jogadores descobrissem se os personagens estavam mentindo baseado em suas reações.

O jogo não era perfeito, com muitas críticas ao seu conteúdo secundário e mundo vazio, mas era um título que possuía muito potencial para se tornar uma grande franquia. Quem sabe a Rockstar não acabe decidindo ressuscitá-lo algum dia.

Vanquish

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81NC8wNTMyMzcud2VicA==

Se tratando de jogos de ação rápidos e frenéticos, a Platinum Games sempre foi um dos principais estúdios do gênero. Vanquish, um excelente jogo TPS lançado em 2010, é a prova perfeita disso.

Vanquish é o tipo de jogo onde só jogando você consegue entender o que o torna tão bom. Todos os seus movimentos são rápidos e a ação ocorre para todos os lados, com o jogador tendo que estar em movimento constantemente.

O jogo possui aquela mesma sensação dos jogos arcade 2D, combinado com uma história que parecia ter saído de um filme de ação dos anos 80. Você dificilmente encontrará outro TPS parecido com esse.

Uma pena o jogo não ter recebido uma continuação, é o tipo de jogo que funcionaria muito bem nas plataformas atuais, permitindo uma ação ainda mais frenética e caótica do que antes.

God Hand

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81NC8wNTMyMzgud2VicA==

Durante a sexta geração de consoles, a Capcom nos presenteou com diversos jogos excelentes. Com a criação da Clover Studio, a empresa pretendia trazer diversas franquias novas para o mercado.

Uma das franquias com a qual fomos agraciados foi God Hand, um divertido e frenético jogo de ação. O jogo era uma excelente adaptação dos beat 'em ups 2D dos anos 90 para um modelo 3D.

God Hand trazia um combate único e diferente dos outros títulos de ação da época, permitindo que os jogadores montassem seus próprios combos. O jogo também trazia um humor bem característico.

Embora não esteja mais na Capcom, o diretor Hideki Kamiya já expressou interesse em trazer uma sequência para o jogo. Um novo God Hand produzido pela Platinum seria algo bem interessante de se ver.

Eternal Darkness: Sanity's Requiem

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81NC8wNTMyMzkud2VicA==

Aqueles que chegaram a ter um Nintendo GameCube, foram sortudos por poderem desfrutar de um dos clássicos de terror mais geniais de todos os tempos, Eternal Darkness: Sanity's Requiem.

Desenvolvido pela falecida Silicon Knights, Eternal Darkness trazia ideias incríveis para o gênero, se aproveitando de vários recursos para dar vida a sua mecânica de "Efeitos de Sanidade".

No jogo, conforme a sanidade do personagem fosse diminuindo, os efeitos eram transmitidos para o jogador de forma criativa. A TV diminuindo o volume ou mudando de canal sozinha, sons estranhos ocorrendo, tudo de forma genial.

Com a Nintendo sendo dona da IP, caso uma sequência viesse a existir, o jogo poderia fazer proveito do Nintendo Switch para mexer ainda mais com a mente dos jogadores.

Metal Gear Rising: Revengeance

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81NC8wNTMyNDAud2VicA==

Outro título de ação frenética da Platinum Games. Fugindo do estilo stealth visto na série principal de Metal Gear, Revengeance se foca no ninja cibernético Raiden, com um combate muito mais ágil.

Se você já achava que Metal Gear Solid exagerava em algumas coisas, Revengeance consegue ir ainda mais longe, apresentando cenas espetaculares que conseguem deixar qualquer um empolgado.

O jogo também apresentava um divertido sistema de corte, onde era possível cortar qualquer objeto ou inimigo em tempo real, com os cortes sendo fielmente representados. Você podia até mesmo picotar um inimigo por completo.

Os produtores já demonstraram interesse em fazer uma sequência, mas devido a briga entre Kojima e Konami, acreditam que isso possa ser difícil acontecer. Só podemos esperar o melhor, pois um novo Metal Gear Rising: Revengeance seria algo muito bem vindo.

Bully

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81NC8wNTMyNDEud2VicA==

Mais um título da Rockstar marcando presença na lista. Abandonando grandes cidades e a vida do crime por uma escola e diversos valentões, o jogo ainda manteve o mesmo humor ácido da empresa. Um novo Bully com certeza está entre os títulos mais desejados pelos fãs da Rockstar.

Bully foi um jogo muito polêmico em sua época, chegando a ser banido em diversos países, incluindo aqui no Brasil. Muitos acreditam que devido a isso, dificilmente teremos outro jogo da franquia nos dias atuais.

De acordo com o site VCG, a Rockstar já chegou a trabalhar em um novo Bully, e o título até mesmo esteve em estado jogável, mas após dois anos de desenvolvimento, a empresa acabou decidindo abandonar o jogo.

No entanto, rumores sobre um novo Bully existem aos montes na internet. Quem sabe algum dia teremos a sorte de ver uma sequência.

Legend of Dragoon

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81NC8wNTMyNDIud2VicA==

Legend of Dragoon, esse é um nome que deve trazer nostalgia para muitos jogadores dos anos 90, um clássico JRPG dirigido por Yasuyuki Hasebe e produzido pelo próprio Shuhei Yoshida.

Tendo saído no mesmo ano que jogos como Final Fantasy IX, Vagrant Story e Chrono Cross, ele acabou não se saindo tão bem com a crítica na época, mas o jogo ainda é adorado por muitos fãs, os quais até hoje pedem por um novo título da série.

Uma sequência para o jogo já esteve anteriormente em desenvolvimento, mas acabou sendo descartada por motivos desconhecidos. Com tantas série de RPG indo para o caminho de ação e deixando os fãs de combate por turno cada vez mais sem opções, talvez fosse o momento ideal para Legend of Dragoon retornar.

Chegaram a existir rumores de um possível remake do jogo, mas até o momento não tivemos nada concreto.

Bloodborne

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81NC8wNTMyNDMud2VicA==

Os jogos da FromSoftware são todos adorados pelos jogadores e Bloodborne não é uma exceção. Trazendo muito do que já havíamos visto em Dark Souls, o jogo ainda assim conseguiu dar um toque único no gênero.

Com um combate mais rápido e ágil que seu irmão mais velho, Bloodborne recompensava os jogadores que possuíam um gameplay mais agressivo, incentivando a atacar a todo momento.

Com o jogo tendo sido uma parceria entre a Sony Japan e a FromSoftware, provavelmente será mais difícil de vermos uma continuação, visto que a Sony Japan foi fechada recentemente e a FromSoftware anda ocupada com outros projetos.

No entanto, a esperança é a última que morre, e no momento, ate mesmo uma atualização pro jogo original trazendo melhorias já agradaria aos fãs.

Alan Wake

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81NC8wNTMyNDQud2VicA==

Um dos grandes clássicos da Remedy, Alan Wake é um jogo que possui o DNA da empresa. Uma história de terror diferenciada, buscando grandes inspirações nas obras do renomeado Stephen King.

Já fazem mais de 10 anos que o Alan Wake original foi lançado e até hoje os fãs esperam uma sequência. Com um final em aberto e muitos mistérios ainda para serem respondidos, uma continuação é obrigatória de existir.

Desde o lançamento do jogo, a empresa já trabalhou em diversos títulos e dentre seus próximos projetos anunciados, nenhum deles é uma sequência de Alan Wake. No entanto, de todos nessa lista, Alan Wake é o que mais tem chances de renascer.

O mais recente título da Remedy, Control, trouxe diversos ligações com Alan Wake, comprovando que se passam no mesmo universo. A DLC AWE levou as conexões ainda mais longe, provando que a empresa ainda tem planos para o personagem.

Age of Mythology

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81NC8wNTMyNDUud2VicA==

Os jogadores mais velhos provavelmente devem ter passado muito tempo nesse jogo. Um clássico dos RTS, quem não perdeu horas criando seu exército e criaturas mitológicas quando eram mais novos?

Infelizmente, ao contrário do seu irmão mais velho Age of Empires, o qual recebeu diversas continuações, Age of Mythology está até hoje preso no primeiro jogo, tendo recebido apenas expansões.

Com a Microsoft recentemente voltando a apostar forte em Age of Empires, ainda existe uma chance de vermos uma sequência desse jogo. Ano passado a empresa chegou até mesmo a mencionar que deseja revisitar a série.

A Relic Entertainment, especializada em jogos de estratégia, está atualmente trabalhando em Age of Empires IV. Quem sabe após o lançamento do jogo, um novo Age of Mythology não esteja nos planos dela.

Dante's Inferno

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy81NC8wNTMyNDYud2VicA==

Em uma época melhor da EA, ela lançou um título de ação que conseguiu atrair muito a atenção dos jogadores. Inesperadamente baseado no clássico literário A Divina Comédìa do século XIV, o jogo nos levou em uma viagem pelo Inferno.

Acompanhando a jornada de Dante atrás de sua esposa, os jogadores puderam passar pelos vários níveis do Inferno, enfrentando as criaturas mais perturbadoras, para ter um combate final com Lucifer.

O jogo terminou em um enorme gancho, deixando em aberto para o próximo capítulo. Só chegamos a ver a adaptação do arco do Inferno de A Divina Comédia, faltando adaptar o Purgatório e o Paraíso.

Infelizmente a Visceral Games acabou sendo fechada em 2017, mas com a EA parecendo estar novamente disposta a apostar em títulos single-player, quem sabe ainda não temos esperança de ver Dante novamente.

E você, qual jogo acredita que merecia receber uma sequência? Deixe sua opinião nos comentários!

Vinicius
Vinicius #VSDias55
Equipe do Site, Florianópolis
Publicações em Destaque
#Games, Por ricklek550,
#Games, Por taffarelkupkovski,
#Games, Por Frocharocha,