ThoughtWorks capacitará desenvolvedores recém-contratados no Brasil

ThoughtWorks capacitará desenvolvedores recém-contratados no Brasil

Empresa cria programa de aceleração profissional.
#Tecnologia Publicado por Vinicius, em

A ThoughtWorks capacitará desenvolvedores recém-contratados no Brasil em programa de aceleração profissional. A empresa cria iniciativa exclusiva para suprir carência de hard skills e atender urgências do mercado

Aprendizado, oportunidade e celeridade definem nova iniciativa de recrutamento anunciada pela ThoughtWorks, consultoria global de software, para os processos seletivos ocorridos no Brasil. A empresa, que está com vagas abertas para desenvolvimentos back-end e front-end (veja aqui) em modelos de trabalho flexíveis (incluindo a possibilidade de contratação para home office em todo o Brasil), criou um formato de seleção atento à escassez profissional de hard skills para suprir demandas pontuais e recorrentes do mercado.

O programa, batizado como Acelera, propõe uma dinâmica moderna, com a simplificação das etapas do processo seletivo e um período de treinamento imersivo orientado pela Alura, uma das principais escolas de formação de tecnologistas do país. O objetivo é aperfeiçoar, oferecer novas ferramentas e complementar a expertise das pessoas contratadas, para que possam responder, em um curto espaço de tempo, às demandas específicas dos projetos e ainda avançar na própria carreira. Para o primeiro semestre de 2021, a iniciativa prevê seis turmas, totalizando 120 pessoas.

Lisiane Rocha, diretora de Capacitação, Aprendizagem e Desenvolvimento Brasil, explicou:

Após estudarmos cuidadosamente a conjuntura, as necessidades da empresa, de clientes e as soluções disponíveis, resolvemos criar um modelo diferente de onboarding para profissionais que ingressarem na ThoughtWorks, visando justamente explorar melhor o mercado e investir nas pessoas. Flexibilizamos alguns critérios técnicos, para atrair outros talentos importantes aos nossos projetos, visando complementar suas habilidades com o treinamento do Acelera.

Seleção e capacitação ágeis

O Acelera promove uma sequência de compromissos educacionais para trabalhar lacunas e acrescentar competências ainda não assimiladas ou pouco desenvolvidas. O cronograma letivo prevê estudos orientados, mentorias, trabalhos práticos e até um projeto final, que será avaliado por uma banca de docentes da Alura. Tudo será realizado no modelo remoto de ensino, visto que, além dos protocolos de distanciamento e isolamento social instituídos, as pessoas participantes estarão espalhadas pelo país. O roteiro prevê também a integração com as equipes e a formação de novas comunidades para compartilhamento de aprendizados.

Paulo Silveira, CEO e Co-fundador do Grupo Alura, comentou:

É simplesmente uma honra estar junto com a ThoughtWorks em um projeto para trazer mais pessoas para a área de tecnologia e programação. A ThoughtWorks sempre foi uma referência não apenas em excelência em software, como em inclusão e diversidade, muito antes dessa temática ter se tornado central. Desde minha época de faculdade muitos profissionais de tecnologia sonham em trabalhar lá.

O programa surgiu para fazer frente ao desafio, cada vez maior, imposto pelas necessidades de negócio, que buscam no digital soluções para a modernização e para readequação a contextos empresariais complexos - especialmente em período de intenso relacionamento remoto e crises financeiras. A proposta também é estratégica por atuar diretamente em outro problema presente neste nicho do setor: a falta de profissionais especialistas. O projeto amplia as oportunidades e atrai tecnologistas que queiram aprimorar suas skills técnicas, ao passo que ingressam ou se reposicionam no mercado de trabalho e contribuem para o desenvolvimento de soluções.

Mesmo com o número total de pessoas certificadas por ano, no Brasil, as vagas abertas e vazias ainda estarão em maior quantidade por algum tempo. Segundo a Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação e de Tecnologias Digitais (Brasscom), são 46 mil pessoas, com perfil tecnológico, formadas a cada 12 meses. Porém, estima-se que, até 2024, haverá a necessidade de 420 mil profissionais. Se não houver mudanças, o déficit chegará a 260 mil pessoas. É importante considerar que o interesse corporativo em tecnologia aumentou vertiginosamente e as organizações passaram a priorizar contratações de profissionais de TI, reduzindo a disponibilidade de tecnologistas livres para assumir outros compromissos.

O programa Acelera também está em consonância com o objetivo da ThoughtWorks de ter um corpo profissional ainda mais plural e diverso. Esse objetivo já está presente nos processos seletivos da empresa, que recentemente priorizaram a população negra e as mulheres, além de ser um dos pontos importantes na decisão recente da ThoughtWorks de disponibilizar vagas em modelos flexíveis, incluindo a possibilidade de contratação em regime de home office.

Sobre a ThoughtWorks

A ThoughtWorks é uma consultoria global de software e uma comunidade de indivíduos apaixonados por tecnologia, formada por mais de 8.000 pessoas, espalhadas por 48 escritórios em 17 países. Em mais de 25 anos de história, eles ajudaram clientes a resolver problemas complexos de negócio, usando a tecnologia como diferencial. Quando a mudança é a única constante, eles preparam organizações para o imprevisível.

Vinicius
Vinicius #VSDias55

Me segue lá no Twitter:

Twitter ViniSD

Equipe do Site, Florianópolis