De acordo com ele, SSD será de grande ajuda, mas a CPU será mais importante.
Publicado por Vinicius, em .
O tema do momento na indústria dos jogos é a arquitetura dos novos consoles, em especial o SSD do PS5, ao qual muitos desenvolvedores têm elogiado.

No entanto, a Ebb Software, desenvolvedora por trás de Scorn, não parece assim tão impressionada com o SSD. De acordo com eles, o SSD não será assim tão relevante, pois o verdadeiro diferencial será a CPU.

Conversando com a MSPowerUser, Ljumbomir Peklar, o diretor da Ebb Sofware, afirmou que levou seu jogo para a próxima geração pois a atual não os permitira criar o jogo que desejavam sem fazer sacrifícios.

Não queríamos trazer Scorn para a geração atual porque queríamos que pudesse desfrutar do 60 fps. Isso seria quase impossível sem fazer grandes sacrifícios. A nova geração será marcada por um melhor tempo de resposta, mais fluidez e menos carregamentos.

Para esse salto de geração, Peklar acredita que a CPU dos consoles é a verdadeira chave que fará toda a diferença.

Todos falam do SSD como a próxima grande tecnologia, e sim, os SSD vão ajudar muito com os carregamentos e movimento de assets. Mas o maior causador de problemas na geração atual é a CPU. É aí que se encontra a maior diferença da geração atual.

O hardware de nova geração torna tudo mais fácil porque você não precisa mais fazer um trabalho por trás, e pode se concentrar simplesmente na arte.

Scorn será lançado para Xbox Series X e PC, embora ainda não tenha uma data de lançamento.
VSDias55
Vinicius #VSDias55
Jogando
Persona 5 Royal / Doom

Lendo
Spiral de Kōji Suzuki
Moderador do Site, 27 anos, Florianópolis
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.