Publicado por VSDias55, em .
Clique para ver a imagem em tamanho original

Os fãs da Blizzard tiveram alguns anos preocupantes, com trocas de executivos, demissões em massa, e uma diretiva da Activision em direção a um desenvolvimento mais rápido sugerindo mudanças culturais no estúdio - e todos esses fatores foram profundamente sentidos durante o anúncio de Diablo Immortal apenas para dispositivos mobile na BlizzCon do ano passado. J Allen Brack, presidente da Blizzard, disse:

Em primeiro lugar, acho que o que não foi comunicado, e que preciso dizer, é que somos uma desenvolvedora de PC que também procura oportunidades em outras plataformas.

Demos uma boa olhada em nós mesmos, após a BlizzCon, para analisar a reação dos fãs. É a tarefa de tentar entender realmente essa reação. Não fizemos um bom trabalho em garantir a nossa base de fãs principal que não estamos abandonando o PC em troca de dispositivos mobile e consoles. Essa parte da mensagem não foi comunicada de uma maneira que acho que, se pudéssemos voltar atrás, faríamos isso.

Embora Diablo Immortal foi o maior ponto negativo com os fãs, Brack diz que também houve uma reação negativa quando Diablo 3 foi para os consoles.

Somos uma desenvolvera para PC em primeiro lugar, depois procuramos outras plataformas que consideramos incríveis, que podem suportar os tipos de experiências de gameplay que combinam com o tipo de jogos e valores que queremos colocar no mundo.

Brack diz que "se não acreditássemos que poderíamos fazer ótimos jogos em uma plataforma mobile, não faríamos." Há relatos de que veremos Diablo 4 e Overwatch 2 na BlizzCon deste ano.
VSDias55
VSDias55
Colaborador do site, 27 anos, Florianópolis
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.