.

Vídeo revela que CPU de Street Fighter 2 trapaceava no jogo

Enviado por VSDias55, , 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original

Se você, assim como eu, jogou Street Fighter 2 nos anos 90, provavelmente suspeitava que o computador trapaceava.

Não estou falando apenas do M. Bison, o chefe final mais frustrante de todos. Estou falando do computador trapaceando o tempo todo.

Eu estava só imaginando isso? Ou eu criei uma narrativa em minha mente para justificar minha falta de habilidade contra a CPU?

Acontece que eu não estava apenas imaginando. Street Fighter 2 realmente era um grande trapaceiro.

O extraordinário canal Desk lançou um novo vídeo esta semana que explica exatamente como o computador trapaceava em Street Fighter 2. Analisando a jogabilidade quadro a quadro, Desk mostra como a CPU pode "anular" seus ataques injustamente, tornando-se invencível. A IA parece que pode entrar no God Mode sempre que achar necessário.

Enquanto isso, a CPU pode sair do estado "atordoado" quase instantaneamente, enquanto o jogador humano precisa pressionar os botões por um segundo ou dois.


O computador também ignora a regra de carregar os ataques que os jogadores devem obedecer. Pegue o flash kick de Guile, por exemplo. Meros mortais devem manter o botão para baixo pressionado por dois segundos, depois pressionar para cima e um botão de chute. O computador pode executar um flash kick sem carregar. Isso é bem rude.

E aqui está uma das coisas mais irritantes: quando o computador te agarra, ele simplesmente não o solta, por mais que você aperte esses botões para escapar. Trapacear dessa maneira significa que o agarrão de E. Honda, por exemplo, pode quase te matar.

E por fim, a CPU tem acesso a ataques que não podem ser bloqueadoS. É claro. Por que não?

O vídeo do Desk vale a pena ser assistido por qualquer fã de Street Fighter. Não apenas serve como uma viagem pela memória (ou traumas da infância, dependendo de como Street Fighter foi para você), mas é bastante revelador.

Não se preocupe, Street Fighter 2. Eu ainda te amo. Mesmo que você seja um grande trapaceiro.
VSDias55
Enviado por VSDias55
Membro desde
26 anos, Florianópolis
label