Analise: Controle Machenike G5 Pro

Analise: Controle Machenike G5 Pro

Um excelente custo-benefício com analógicos de Hall Effect, multiplataforma, porém com bateria abaixo da média.
#Análises Publicado por CODORÇO, em

Fala pessoal, hoje estou trazendo pra vocês uma análise feita pelo OMAE WA MOU SHINDEIRU do controle Machenike G5 PRO. ⬇️⬇️

No mundo dos games, encontrar um controle que ofereça excelente custo-benefício pode ser um desafio. Hoje, analisaremos o Machenike G5 Pro, um controle multiplataforma que promete surpreender com suas funcionalidades.

Com analógicos de Hall Effect, construção robusta e compatibilidade com PC, Nintendo Switch, Android e iOS, ele se destaca em muitos aspectos. No entanto, como todo produto, ele tambem possui seus pontos fracos. Acompanhe nossa análise detalhada para descobrir se o Machenike G5 Pro é a escolha certa para você.

Conteúdo da embalagem

Começando pelo unboxing, aqui a Machenike disponibilizou o controle em uma caixa padrão, junto com alguns acessórios:

  1. 1X Cabo USB C
  2. 1X Dongle
  3. 1X Manual em diferentes línguas (não há PT-BR ou PT-PT)
  4. 1X Controle Machenike G5 Pro

Slide https://www.gamevicio.com/static/imagens_up/big/110/machinike-g5-pro-109911.webp;;;https://www.gamevicio.com/static/imagens_up/big/110/machinike-g5-pro-109912.webp;;;https://www.gamevicio.com/static/imagens_up/big/110/machinike-g5-pro-109913.webp

Construção

O Machenike G5 Pro é inteiramente feito de plástico, oferecendo uma construção robusta e bem acabada para sua faixa de preço. O acabamento é preciso, sem rebarbas comuns em controles mais simples. A parte traseira e os botões de ombro possuem uma textura em micro bolinhas, que ajuda a evitar o escorregamento das mãos e dos dedos durante o uso. O layout do controle é idêntico ao do Xbox Series, com analógicos assimétricos, proporcionando uma familiaridade imediata para os jogadores.

Um destaque do Machenike G5 Pro é sua capa frontal removível, sustentada por ímãs. No entanto, atualmente, não há opções de capas personalizadas disponíveis.

Pesando aproximadamente 240g, ele é mais leve que um DualSense padrão, o que pode ser uma vantagem para longas sessões de jogo.

O modelo analisado possui uma combinação de cores cinza com preto. Ao longo dos próximos meses, será avaliado se a tinta prateada nos botões de ombro e no corpo do controle mantém sua aparência original. Para aqueles que preferem outra estética, também há um modelo totalmente branco disponível no mercado.

Botões

Todos os botões do Machenike G5 Pro são feitos de plástico, com uma estrutura interna composta por microswitches, em vez da tradicional película condutiva com borrachas (membrana). Esta escolha oferece uma resposta mais precisa e duradoura. O D-Pad utiliza switches Kailh, conhecidos por sua alta durabilidade, suportando cerca de 60 milhões de cliques. Os botões frontais possuem um curso agradável, proporcionando uma sensação tátil satisfatória durante o uso. Os botões de ombro (LB/RB) podem ser acionados em qualquer posição, aumentando a ergonomia e a facilidade de uso.

O controle também conta com dois botões macro (M1 e M2) extras na parte traseira, que podem ser remapeados para qualquer botão, tecla ou função desejada, tanto através do software quanto por comandos diretamente no controle. Essa funcionalidade adicional oferece mais flexibilidade e personalização para os jogadores, permitindo adaptar o controle às suas preferências individuais.

Slide https://www.gamevicio.com/static/imagens_up/big/110/machinike-g5-pro-109916.webp;;;https://www.gamevicio.com/static/imagens_up/big/110/machinike-g5-pro-109917.webp

Analógicos

Os analógicos são excelentes, no teste de circularidade do GamePadTester ele ficou com média abaixo de 1% (o teste inicial o resultado foi 0,2% conforme a imagem abaixo). Isso é por conta do sistema de analógicos Hall Effect, que usa sensor de efeito Hall e imas pequenos ao invés de um sistema com potenciômetros, o que faz com que ele não sofra variações extremas, tenha uma excelente precisão e nem sofra com o terrível problema de drift crônico, que é quando os analógicos enviam sinais ao controle mesmo quando o usuário não o fez o movimento por causa de desgaste no potenciômetro.

Todavia essa tecnologia não resolve 100% dos casos de drift, onde pode acontecer com o desgaste de outros componentes como o sistema de mola de retorno, mas esse caso é depois de anos de uso ou uso exagerado. Ele pode ser calibrado no próprio controle ou no software, porém NÃO RECOMENDO (explicações no tópico de software)

IMAGEaHR0cHM6Ly93d3cuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9zdGF0aWMvaW1hZ2Vuc191cC9iaWcvMTEwL21hY2hpbmlrZS1nNS1wcm8tMTA5OTE4LndlYnA=

Gatilhos

Seus gatilhos utilizam da tecnologia Hall Effect, ou seja, possui as mesmas vantagens que já informado no tópico anterior. Testando em jogos de corrida como Forza Motorsport, a precisão é excelente. O ponto que demonstra que é um controle de baixo custo é a falta de limitadores físicos do curso dos gatilhos, o que é pode ser um problema para jogadores de jogos de FPS por exemplo, porém é possível habilitar uma limitação virtual através de um comando no botão FN + LT/RT simultaneamente ou no software.

Funcionalidade no PC, Switch e smartphones (Android e IOS)

Para mudar os modos de comunicação, basta mudar a posição da chave seletora na parte de trás do controle.

Aqui está o nome e a luz indicadora de cada um deles:

  1. Modo 2.4G - nome do dispositivo: MACHENIKE G5Pro; 1# luz indicadora pisca. Alterna automaticamente o tipo de comunicação para PC/Switch e Android.
  2. Modo PC/iOS - nome do dispositivo: Xbox Wireless Controller; 2# luz indicadora pisca.
  3. Modo SWITCH - nome do dispositivo: Pro Controller; 3# luz indicadora pisca.
  4. Modo Android - nome do dispositivo: MACHENIKE G5Pro; 4# luz indicadora pisca.
Para utilizar no Switch é necessário (além de alterar a chave traseira para o modo Switch) pressionar os botões FN + A no controle para alterar o layout para o do Switch. O G5 Pro suporta a função de acordar o Switch pelo botão e suporta giroscópio nos jogos compatíveis. Funciona via BT, cabo ou dongle.

No Android ele funciona com jogos compatíveis com controle (via cabo, BT ou dongle) e no IOS ele é identificado como controle de Xbox (funciona com Xcloud) e funciona apenas via BT (Bluetooth).

Software

Aqui está o ponto que demonstra que é um produto de baixo custo, o software é cheio de bugs, embora possua diversas configurações. O ponto inicial é que o software necessita ser baixado no site da fabricante (que está em chines). Instalando-o, o usuário tem acesso a 4 perfis únicos, onde pode customizar. Para usá-lo no Windows, conecte o controle via cabo ou via dongle com a chave na posição 2.4G no PC.

IMAGEaHR0cHM6Ly93d3cuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9zdGF0aWMvaW1hZ2Vuc191cC9iaWcvMTEwL21hY2hpbmlrZS1nNS1wcm8tMTA5OTE5LndlYnA=

A primeira aba é a de teste do controle, aqui o usuário testa os botões, gatilhos e analógicos, porém os botões atribuídos aos botões traseiros M1 e M2 não aparecem quando eles são pressionados.

IMAGEaHR0cHM6Ly93d3cuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9zdGF0aWMvaW1hZ2Vuc191cC9iaWcvMTEwL21hY2hpbmlrZS1nNS1wcm8tMTA5OTIwLndlYnA=

A segunda aba é para o remapeamento dos botões, onde pode trocar qualquer botão por outro do controle, teclado, mouse ou incluir uma função de mídia (aumentar/diminuir volume, play/pause, screenshot etc) e ainda pode alternar para o layout do Switch a fim de configurá-lo. Todavia, ao sair e entrar no aplicativo, a definição muda para o padrão (embora no perfil interno do controle continue como o usuário definiu)

Slide https://www.gamevicio.com/static/imagens_up/big/110/machinike-g5-pro-109921.webp;;;https://www.gamevicio.com/static/imagens_up/big/110/machinike-g5-pro-109922.webp

A terceira aba é analógicos, onde pode alterar a curva de atuação (possui 3 predefinições), zona de atuação, a zona morta, o tipo de delimitador (quadrado, círculo e elíptico - deve ser útil para jogos de luta) e outras coisas.

IMAGEaHR0cHM6Ly93d3cuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9zdGF0aWMvaW1hZ2Vuc191cC9iaWcvMTEwL21hY2hpbmlrZS1nNS1wcm8tMTA5OTIzLndlYnA=

A quarta aba é dos gatilhos, onde possui basicamente os mesmos ajustes dos analógicos, porém tem a função de convertê-los para botões macro M3 e M4.

IMAGEaHR0cHM6Ly93d3cuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9zdGF0aWMvaW1hZ2Vuc191cC9iaWcvMTEwL21hY2hpbmlrZS1nNS1wcm8tMTA5OTI0LndlYnA=

A quinta aba é do sensor de movimento, onde possui diversos ajustes como sensibilidade, zona morta etc (não aprofundei sobre elas)

IMAGEaHR0cHM6Ly93d3cuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9zdGF0aWMvaW1hZ2Vuc191cC9iaWcvMTEwL21hY2hpbmlrZS1nNS1wcm8tMTA5OTQzLndlYnA=

A sexta aba é o Turbo, onde pode definir quais são os botões e a velocidade e o tipo de acionamento. Já a sétima aba é dos macros, onde pode definir a sequência de botões a serem acionados ao apertar um dos botões M, bem como o tempo deles.

Slide https://www.gamevicio.com/static/imagens_up/big/110/machinike-g5-pro-109925.webp;;;https://www.gamevicio.com/static/imagens_up/big/110/machinike-g5-pro-109926.webp

A oitava aba é da barra de leds RGB, onde pode ligar ou desligar, definir as cores (predefinidas ou na roda de cores) e o modo (fixo ou pulsando). Todavia há um bug que ao escolher uma das cores, não há possiblidade de retornar ao modo de fábrica que é um RGB (foto abaixo).

O consumo de energia do controle com ela ativa é de 100mA (desligado é apenas 55mA).

Slide https://www.gamevicio.com/static/imagens_up/big/110/machinike-g5-pro-109927.webp;;;https://www.gamevicio.com/static/imagens_up/big/110/machinike-g5-pro-109928.webp

A nona aba é da vibração, o controle conta com 2 motores com sistema de pesos: lado esquerdo mais pesado, e do lado direito mais leve. Esse sistema é ultrapassado, porém muito utilizado, inclusive por controle de preço bem maiores como o controle do Xbox.

Recomendo desligar para economizar bateria, pois segundo o manual o uso dele consome de 80-150mA, o que é bastante alto.

IMAGEaHR0cHM6Ly93d3cuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9zdGF0aWMvaW1hZ2Vuc191cC9iaWcvMTEwL21hY2hpbmlrZS1nNS1wcm8tMTA5OTI5LndlYnA=

A última aba é das configurações adicionais, nela é possível verificar se o firmware está atualizado (NÃO ATUALIZE POR AQUI), calibrar o sensor de movimento, calibrar os gatilhos e analógicos (NÃO REALIZE ISSO – Há um bug que faz com que os analógicos fiquem fora de posição, mesmo obedecendo corretamente o movimento do desenho para calibragem), reset de fábrica e escolha do tempo de desligamento do controle (o padrão 5min sem nenhum comando). Acima há uma engrenagem com outras configurações como ativar o programa ao iniciar o Windows, ver o número da versão dos firmwares do controle e do dongle e ao lado há uma janela para escolher a língua do programa (não há versão em PT)

Slide https://www.gamevicio.com/static/imagens_up/big/110/machinike-g5-pro-109930.webp;;;https://www.gamevicio.com/static/imagens_up/big/110/machinike-g5-pro-109931.webp;;;https://www.gamevicio.com/static/imagens_up/big/110/machinike-g5-pro-109936.webp

Bateria

Eis o ponto mais fraco do controle, a bateria é pífia. Utilizando sem nenhuma vibração e com a barra de leds desligada, o tempo de duração foi aproximadamente 10h. Já com tudo no máximo o tempo foi de aproximadamente 6h.

O ponto principal é que a bateria é de apenas 600mAH, bem menor que o padrão do mercado que é entre 800 ~ 1000mAh. Porém há algo que explica o motivo dela não durar muito: frequência de atualização do controle com o dispositivo (PC).

O controle possui 4 pequenas luzes brancas indicadoras, que quando conectado, indicam a quantidade de bateria restante:

  1. 4 luzes ligadas: 100% ~75%
  2. 3 luzes ligadas: 75% ~50%
  3. 2 luzes ligadas: 50% ~ 25%
  4. 1 luz ligada: 25% ~ até zerar (quando está próximo aos 10 % ela começa a piscar)
O controle possui três contatos para o uso de uma base de carregamento, porém ela acompanha apenas a versão G5 Pro Max que custa o dobro do preço e oferece opção de trocar os sticks dos analógicos também (não é vendida separadamente até o momento)

Polling Rate

Esse controle possui um dos maiores Polling Rate do mercado na função Cabo e Dongle, superando com folga os vários concorrentes chineses e até consagrados como os controle do Xbox (é superior até ao Elite V2, menos no modo BT)

  1. Cabo – Taxa máxima de 500 Hz – Taxa média de 469,14 Hz e delay médio de 2,13 ms
  2. Dongle – Taxa máxima de 250Hz – Taxa média de 177,35 Hz e delay médio de 5,64 ms
  3. Bluetooth – Taxa máxima de 125Hz – Taxa média de 74.76 Hz e delay médio de 13 ms (estranhamente ele tem problemas de fixar próximo ao 125Hz, trabalhando em média na metade disso, o que torna o tempo de resposta bem inconsistente, nada tão alarmante)

Todas as medições foram feitas no programa do Gamepadla na versão 0240125A do controle e dongle no PC com W10 Pro.

Slide https://www.gamevicio.com/static/imagens_up/big/110/machinike-g5-pro-109935.webp;;;https://www.gamevicio.com/static/imagens_up/big/110/machinike-g5-pro-109934.webp;;;https://www.gamevicio.com/static/imagens_up/big/110/machinike-g5-pro-109933.webp

Funções extras no controle

Ajuste de brilho de iluminação:

  1. Pressione FN + D-PAD ← para percorrer os níveis gerais de brilho disponíveis no controle.
  2. Pressione FN + D-PAD → para alterar os efeitos de iluminação, alternando entre contante/respirar/streaming/desligado.

Ajuste de intensidade de vibração:

  1. Pressione FN + D-PAD ↑/↓ para aumentar ou diminuir a intensidade de vibração do controle.

Trocar perfis internos:

Pressione o botão FN+HOME para percorrer 4 perfis personalizados, acompanhados por luzes indicadoras e mudanças de cores.

Para demais funções e informações de como atualizar o controle, consulte aqui o manual traduzido por mim em português.

Conclusão

O G5 Pro é um controle com excelente Custo x Benefício abaixo de 200 reais, possui uma construção muito boa com botões em micro switches, analógicos e gatilhos Hall Effect, três tipos diferentes de conexão (BT, cabo e dongle), compatibilidade total com Switch, Android, PC, IOS e um software, que embora possua bugs, tem muitas funções ausentes em diversos outros concorrentes. Seu ponto fraco é sua bateria, que é abaixo da média.

Recomendo a compra.

Seu preço varia entre 110 reais até 160 reais, incluindo os impostos no Aliexpress.

Link para quem quiser comprar:

Aliexpress: Aqui

Análise feita por usuario do site: OMAE WA MOU SHINDEIRU

Fonte: Disqus
CODORÇO
CODORÇO #codorco

😱 Não clique aqui: Não clique

TwitterInstagramBlog

Contato - [email protected]

Equipe do Site, Rio Grande do Sul - Gravataí
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.
Publicações em Destaque
#Games, Por VSDias55,
#Games, Por coca,
#Games, Por DreadnaughtBR,