Análise | Little Goody Two Shoes

Análise | Little Goody Two Shoes

Uma joia da Square Enix que consegue mesclar várias ideias diferentes.
#Games Publicado por Vinicius, em

A Square Enix tem apostado em diversas experiências diferentes nos últimos anos, e em parceria com o estúdio AstralShift, lançaram recentemente o carismático, mas assustador, jogo de terror Little Goody Two Shoes.

Será que esse novo projeto vale a pena?

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy8xMDIvMTAxMTI0LmpwZw==

Little Goody Two Shoes chega com uma proposta ousada, trazendo um visual puxado para um lado mais "fofo", mas com uma pegada de terror. E posso dizer já de início que o estúdio conseguiu misturar muito bem essas duas ideias.

Os jogadores assumem o papel de Elise, uma jovem que vive sozinha nas montanhas após sua avó falecer. No entanto, a garota deseja conquistar mais em sua vida, desde riquezas até uma vida de conforto.

Quando ela encontra uma jovem em seu quintal, junto de um par de sapatinhos vermelhos, a vida de Elise acaba mudando para sempre, em um conto de fadas com muita beleza para se ver, mas também que possui o seu lado sombrio.

Little Goody Two Shoes traz grande foco na sua narrativa e faz isso muito bem. Ele funciona basicamente como um conto de fadas, mas com toda uma subversão de expectativas por parte dos jogadores.

Embora pareça feliz, Elise possui uma vida difícil e cheia de tormentos, com o jogo abordando temas mais pesados como solidão e falta do que comer. Após encontrar os seus sapatinhos novos, ela consegue se aproximar da vida que sempre desejou, mas nem tudo são rosas.

Durante as manhãs, você vive uma vida tranquila com Elise, podendo conhecer amigos, realizar trabalhos por dinheiro ou sair para as compras. Tudo é colorido e cheio de carisma, quase como uma história de amor.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy8xMDIvMTAxMTI2LmpwZw==

Os trabalhos que Elise pode aceitar funcionam como mini-games, os quais são simples e rápidos, mas trazem uma boa variedade ao gameplay. Além disso, sua pontuação define a quantidade de dinheiro recebido.

E em Little Goody Two Shoes o dinheiro possui importância. Elise precisa se alimentar, e o dinheiro é necessário para encher o estômago vazio dela e impedir que resulte em um fim de jogo. Ações realizadas na cidade também acabam custando a energia dela, aumentando ainda mais sua fome.

O jogo também conta com uma mecânica de romance. O jogador pode conhecer algumas pretendentes durante o dia e ir se aproximando delas, escolhendo com quem desejam ter um relacionamento. Além de trazer mais peso para a história de Elise, esse componente ainda pode alterar o seu final.

Quando a escuridão chega, a atmosfera do jogo muda completamente. Enquanto de dia o jogo funciona quase como um simulador de vida, à noite tudo se altera e se torna mais pesado, com o foco sendo na sobrevivência e resolução de puzzles.

Elise começa a viver pesadelos reais, com inimigos como fantasmas e outras criaturas a perseguindo. Interagir com eles acaba afetando a sanidade da personagem, o que pode resultar em fim de jogo.

As partes noturnas foram sem dúvida as mais interessantes. Os quebra-cabeças não entregam a resposta para o jogador, dando apenas pequenas pistas e os fazendo usar a cabeça. Os níveis também são bem elaborados e com um desenvolvimento narrativo muito interessante.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy8xMDIvMTAxMTI1LmpwZw==

O contraste entre aquele clima sereno e tranquilo de manhã, com o terror e desafios da noite, são sem dúvidas o destaque do jogo. O estúdio conseguiu mesclar esses aspectos de forma convincente e intrigante.

Permitir que o jogador viva uma vida comum de manhã ajuda a criar um maior desconforto quando chega as partes noturnos de terror, fazendo com que todo a aspecto bizarro da obra tenha um impacto maior.

O gameplay de Little Goody Two Shoes é básico, mas entrega o que a obra necessita para funcionar. Conversas diárias com os NPCs, os curtos mini-games, as fugas contra as criaturas e a resolução de quebra-cabeças resumem os objetivos que os jogadores terão durante toda a sua duração.

Ainda há o sistema de gerenciamento de tempo. Como mencionado anteriormente, ações específicas aumentam a fome de Elise, então há sempre aquela consideração do que fazer em cada dia.

Existe também a mecânica de Suspeita. Sendo uma cidade supersticiosa, eles temem as bruxas. Dependendo das ações de Elise, ela pode acabar chamando atenção negativa dos moradores, os quais passarão a suspeitar que ela seja uma bruxa. Isso ajuda a dar pouco de tensão nas partes diurnas.

São mecânicas simples, mas que auxiliam a dar uma maior diversidade e profundidade ao jogo. A equipe soube mesclar bem tais recursos de gameplay com um impacto narrativo, não sendo coisas à parte.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy8xMDIvMTAxMTI3LmpwZw==

Visualmente, Little Goody Two Shoes é um deslumbre. Apesar dos gráficos mais simples, a arte da AstralShift é extremamente bela. A estética dos personagens, o design das fases e as animações ao estilo anos 90 feitas à mão são todas muito competentes.

O estilo visual mais 'fofo' do jogo também ajuda na hora de criar uma atmosfera de terror. O realce causado por ideias tão contrastantes acaba tendo um impacto maior, criando sentimentos confusos no jogador.

Não só no visual o jogo se destaca, mas sua trilha sonora é de alto nível. As canções conseguem criar o clima perfeito para cada cena, especialmente nas partes de terror. E o que falar das canções que contam com a presença de vocal? Simplesmente lindas.

Apesar dos mini-games rápidos que ajudam a dar uma variedade ao gameplay, a quantidade poderia ter sido maior. Passado alguns dias dentro do jogo, já é possível sentir uma certa repetitividade nesse elemento.

Os puzzles são complicados e muitas vezes exigem mais da memória do jogador do que pensamentos rápidos, além de contar com criaturas o perseguindo enquanto tenta resolvê-los, o que não seria um problema. No entanto, a ausência de autosave, só sendo possível salvar manualmente, pode ser frustrante ocasionalmente.

Perder um bom tempo de progresso por morrer durante a tentativa de resolução de um quebra-cabeça e ter que avançar por diversos diálogos já lidos anteriormente pode nem sempre ser uma experiência gratificante.

Para um jogo com tanto foco narrativo, a falta de legendas também irá ser sentida, prejudicando muitos que gostariam de dar uma chance ao jogo.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy8xMDIvMTAxMTI4LnBuZw==

Conclusão

Little Goody Two Shoes é um jogo que sabe mesclar perfeitamente suas partes mais belas com os momentos tensos de terror, tudo entregue com uma bela arte nostálgica e uma trilha sonora digna de um jogo da Square Enix.

Uma variedade maior de mini-games poderia tornar a experiência um pouco mais única, além de um sistema de save menos frustrante. Ainda assim, Little Goody Two Shoes é uma joia da Square Enix que merece a atenção dos jogadores.

Little Goody Two Shoes está disponível para PC, Nintendo Switch, PlayStation 5 e Xbox Series X/S.

8.6
favorite
Nota
Com uma bela arte e ideias interessantes, é um título que merece a atenção dos jogadores.
Prós
  1. Mistura de ideias que funciona muito bem
  2. Arte e trilha sonora incrivelmente belas
  3. Narrativa intrigante e cheia de mistérios
  4. Sabe utilizar bem seus elementos de terror
Contras
  1. Pouca variedade de mini-games
  2. Sistema de save às vezes pode ser frustrante
Vinicius
Vinicius #VSDias55
Equipe do Site, Florianópolis
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.
Publicações em Destaque